banner_arte_02

O SERTÃO VAI VIRAR MORO, O MORO VAI VIRAR SERTÃO!

Nem Glauber Rocha, nas suas maiores alucinações lisérgicas, seria capaz de imaginar um roteiro mais maluco do que a politica brasileira. Se estivesse vivo, Glauber iria pedir uma grana no Ministério da Cultura para a refilmagem da sua obra prima: Enterra em Transe.

As gravações do Sergio Machado são o maior sucesso nas paradas e não param de tocar nas rádios, tevês e até nos jornais. Já saíram até remixes em diferentes ritmos: funk, sertanejo (primário e universitário) axé music, pagode e samba. O Congresso Nacional já está todo dançando.

Ninguém quer mais escutar Ivete Sangallo, Aannittaa, Claudia Leitte, nem Luan Santana. O povo só quer saber  do Sergio Machado Safadão.

Enquanto isso, o ator Alexandre Frota, o Frotinha, foi recebido pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, o Mendoncinha.  Alexandre Frota quer que o Ministério da Educação adote os seus vídeos pornôs como material didático nas aulas de educação sexual. Em seguida,  Frota, que faz parte do movimento Revoltados on-line,  foi até o Palácio da Alvorada para convidar pessoalmente a ex-presidenta em exercício de bicicleta, Dilma Roskoff,  para participar da próxima temporada do reality show “A Fazenda”.

Os artistas tanto fizeram que conseguiram reabrir o

Ministério da Cultura. Durante os protestos mais veementes, um rapaz surfista resolveu ocupar o Caetano Veloso.  Apesar do governo ter voltado atrás, Caetano insistiu que o rapaz continuasse a ocupação “até que o governo ilegal do Temer seja derrubado! Não vai ter golpe!”, gemeu o baiano, compositor de “Eu sou Neguinha”.

Por outro lado,  os cientistas curtiram a ideia de que um evangélico criacionista ficasse com a pasta de Ciência,   Tecnologia e Inovação. Astrônomos, cosmólogos, matemáticos, físicos, arqueólogos e biólogos formaram um grupo de trabalho para verificar se existe algum traço de vida inteligente no Brasil. Mas não adiantou nada: o microscópio eletrônico está quebrado.

Um barco da marinha italiana localizou um bote no meio do mediterrâneo com mais 400 políticos miseráveis do PMDB. Eles recusaram em ser resgatados e explicaram estavam remando desde o Maranhão e queriam chegar na Suíça. Os marinheiros italianos explicaram  para o ignorantes políticos brasileiros que a Suíça não tem mar.

– Não tem mar mas também não tem Moro! respondeu um senador, com sotaque nordestino carregado. Carregado de dinheiro.

destaque agamenon

Um barco da marinha italiana localizou um bote no meio do mediterrâneo com mais 400 políticos miseráveis do PMDB. Eles recusaram em ser resgatados e explicaram estavam remando desde o Maranhão e queriam chegar na Suíça. Os marinheiros italianos explicaram para o ignorantes políticos 

 

Agamenon Mendes Pedreira é quase ex-ministro desempregado.

401
ao todo.
banner_arte_02

MINHA SECRETARIA, MINHA VIDA

Tirando fora o meu bilau, a vida tem andado muito dura para a minha pessoa. Algumas coisas vão mal, mas em compensação o resto, pelo menos, vai pior. Se tivesse a sorte do Zé Dirceu, que, apesar da crise, garantiu 23 anos e três meses de casa, comida e roupa lavada, mas continuo vagando pelas ruas em busca de uma côdea de pão para comer e uma gamela de água para beber. Tenho andado tão miserável que só consegui algum qualquer posando para fotos do Sebastião Salgado. O pior é que o consagrado fotógrafo de fama internacional paga uma ninharia. Sebastião me explicou que se ficar pagando uma grana boa para quem posar para as suas fotos, vão acabar os pobres no mundo e aí ele não vai ter mais a quem fotografar. Faz sentido.

Na minha vida só tenho uma certeza: hoje está bem melhor do que amanhã. Desesperado por um emprego qualquer, tentei uma vaga de ministro da Cultura, único cargo da administração pública que não exige o ensino básico completo. Me dei mal; quando cheguei já tinham fechado o ministério deixando à mingua milhões de cineastas desempregados que na porta faziam uma vaquinha para protestar em Cannes. Na porta encontro o Luiz Carlos Barreto, o Barretão. O coronel do cinema brasileiro estava em pranto convulsivo, ao lado da esposa Lucy e do filho Bruno e da filha Cláudia Adão. Eles estão com medo de perder o Bolsa Família.

Agora virou Secretaria – me explicou o zelador do ex-ministério. Na minha situação, qualquer coisa serve – obtemperei ao humilde servidor, já utilizando-me da prosódia Temer.

Mas para conseguir a vaga tinha que ser mulher, negro ou índio. Não sendo mulher do sexo feminino, nem afrodescendente de epiderme escura, não tive a menor dúvida, tirei a roupa e completamente nu, despido e pelado, de tacape na mão, adentrei a repartição determinado a tomar posse no cargo.

Como sempre, cheguei atrasado. A deputada Benedita da Silva tinha chegado na minha frente, reivindicando a vaga. Além de mulher, negra e favelada, a Bené é casada com o avantajado ator Antônio Pitanga e, portanto, conhece em profundidade, extensão e volume toda a problemática da cultura nacional. E eu ali fingindo de índio em nu frontal não era páreo para a Pitanga do Antônio.

Mas o barraco começou de verdade quando o Caetano Veloso, acompanhado de Paulinha e Flora Gil, ocupou o ministério em extinção sentando em cima das verbas. Desisti.

Embiquei na direção do Palácio da Alvorada. A ex-presidenta em exercício ciclístico, Dilma Roskoff, é a única desempregada do Brasil com direito a carro, avião, segurança e assessoria 24 horas. Na porta da mansão ex-presidencial, encontrei o correspondente da imprensa bolivariana, o The New York Times. Junto com ele, os embaixadores do Equador, El Salvador, Venezuela e outras potências internacionais que não consegui entender o nome. No Alvorada, fiquei sabendo que vários ministros dilmistas tinham entrado em quarentena. Vão ficar seis meses isolados recebendo salário integral sem poder entrar em contato com o trabalho, a população e o desemprego. Só pode ser para não espalhar doença, pois, segundo Lenine, o compositor pernambucano, o esquerdismo é a doença infantil do socialismo.

Por outro lado, o governo do Michel Temer vai indo muito bem, obrigado. O líder governista na Câmara é o deputado André Moura do PSC – Partido do Seu Cunha. Moura tem só três processos por corrupção no STF fora outro, na Justiça comum, por assassinato. Não deixa de ser um avanço.

 

agamenon_20131003_destaque

Desesperado por um emprego qualquer, tentei uma vaga de Ministro da Cultura, único cargo da administração pública que não exige o ensino básico completo.

Agamenon Mendes Pedreira vai ocupar o cofre do Banco do Brasil. Se tiver sobrado alguma coisa.

785
ao todo.
banner_arte_02

TCHAU, CAÍDA!

Numa decisão histérica em Brasília, o Senado Foderal, por 55 a 22 votos, decidiu afastar a presidanta Fudilma Rousseff. Agora a futura ex-presidenta vai esperar o seu julgamento num bunker instalado no Palácio do Jaburu, residência oficial, construída em sua homenagem. Lá, lembrando seus tempos de guerrilheira, Dilma Mocreff vai lutar até o fim, utilizando armamentos pesados, como os canhões Jandira Feghali, Desgraça Foster e Erenice Guerra.

Ao contrário da mídia golpista, como O Antagonista, eu sempre fui contra o impeachment da Dilma! Impeachment é muito pouco pra essa mocreia! Sigam o meu raciocínio: a “presidenta-gerenta”, em apenas quatro anos, aumentou a inflação, diminuiu o PIB, fez o dólar subir, faliu o setor energético e quebrou a Petrobras. Será que a Dilma é uma agente neoliberal infiltrada no PT para destruir a maior empresa nacionalista do país? Nem mesmo o Roberto Campos imaginou que isso um dia iria acontecer.

Revoltada e injustiçada, Dilma reuniu a sua personal imprensa chapa-branca para declarar:

– Escrevam o que estou dizendo! Não vou desistir nunca! Eu ainda vou pegar a Andrea Sadi da GloboNews!

Com lágrimas de crocodilo nos ovos, a outrora Toda Phoderosa foi ainda mais longe em suas acusações:

– E esse golpista do Temer me odeia porque eu já dei uns amassos na mulher dele! Gostosa, recatada e do lar!

O desespero tomou conta de Brasília e o senador Renan Canalheiros resolveu arquivar o processo do presidente interino da Câmara de Torturas, Waldir Maranhão. Num gesto tresloucado, o político representante do baixo clero e do baixo nível do Congresso, Maranhão, fez jus ao seu sobrenome e resolveu anular o pedido de impeachment na mão grande. Ex de Collón de Mello, Renan Canalheiros não quis que sua já manchada biografia ficasse mais suja do que a Baía da Guanabara.

A verdade é que Michel Temer está tendo muitas dificuldades pra montar um ministério pior que o da Dilma. Vivemos uma época de Dilmas magras e quem sabe o que vai acontecer nos próximos meses ou está mentindo ou é petista. O que dá no mesmo.

1205_agamenon_casseta

O comandante do Titanic, Jacques Wagner, já mandou avisar que assim que o governo afundar, vai ser o primeiro a abandonar o navio junto com os ratos da base aliada.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista de Cristo.

669
ao todo.
banner_arte_02

UM DILMA APÓS O OUTRO

O Brasil está mais parado que o meu Dodge Dart 73, enferrujado, onde vivo ao lado de Isaura, a minha patroa, que, ao contrário da mulher do Temer, não é bela, recatada e nem do lar. Já a presidanta Zika Rousseff passa os dias solitária no seu bunker do Alvorada, que deveria mudar de nome para Palácio da Revoada. Todo mundo está se mandando dali: Jacques Wagner arrumou um emprego de pai de santo em Salvador e Merdinho Silva vai voltar para onde veio, isto é, lugar nenhum.

Ninguém quer mais saber da gerentona mandona que metia o bedelho em tudo. Hoje em Dilma, a presidenta não manda mais p*!#*** orra nenhuma. Outro Dilma mesmo ela pediu para tomar um cafezinho e o mordomo, desbocado e petulante, mandou a quase futura ex-presidanta tomar na AGU. Mas o que deixou mesmo a Dilma bolada é que ela recebeu um bilhete azul para comparecer ao Departamento de Recursos Humanos semana que vem.

O desemprego que assola o Brasil (e que começou pela minha pessoa), finalmente chegou a Brasília. Quem também “partiu para novos desafios” foi o ex-presidente da Câmara, Dedurado Chicuncunha. Partir para novos desafios é o eufemismo atual para quem é demitido do emprego. E o deputado Enrolado Cunha realmente tem pela frente grandes desafios. O primeiro desafio vai ser explicar aquela grana toda que ele tem na Suíça e que ele diz que não tem. Igual ao Lula que não tem o sítio em Atibaia, não tem tríplex no Guarujá e também não tem vergonha na cara.

Com o fim do Reich petista, os companheiros que ainda não foram em cana estão torcendo para serem presos o quanto antes. Pelo menos, na carceragem da Polícia Federal ou na Papuda eles têm garantido casa, comida e roupa listrada lavada.

Na bica de perder o emprego de presidenta, Dilma Roskoff já entrou na fila do Minha Casa Minha Vida. Desde que a casa seja o Palácio da Alvorada, é claro.

Na bica de perder o emprego de presidenta, Dilma Roskoff já entrou na fila do Minha Casa Minha Vida. Desde que a casa seja o Palácio da Alvorada, é claro.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista sem fronteiras.

685
ao todo.
banner_arte_02

GAME OF TROLHAS

Enquanto cronista e desempregado crônico, empurrei meu Dodge Dart 73, enferrujado, e levei minha residência automotiva até Brasília. Todo esse esforço hercúleo foi pra ver se eu descolava alguma vaga no ministério do Temer. Como todos os meus 17 seguidores e meio (não esqueçam do anão, que está de volta na nova temporada de Game of Thrones) estão cansados de saber, a Capital Foderal é mãe de todos os vices, quer dizer, de todos os vícios. Por isso mesmo, fui até o Palácio do Jaburu, o covil dos golpistas coxinhas, para ver se arrumava um emprego no Ministério da Pesca. Poucos brasileiros conhecem tão a fundo as piranhas de Brasília como eu. Como eu, não: como elas!

Não entendo por que o Michel Temer vive no Palácio do Jaburu! Quem tinha que ocupar essa residência oficial era a ex-atual presidenta Dilma Mocreff e suas “amigas” Desgraça Foster e Erenice Guerra (o sobrenome deve ser porque ela é um canhão). Infelizmente, outros picaretas, aproveitadores e puxa-sacos tiveram a mesma ideia que eu… Era tanta gente pedindo pra entrar no Jaburu que precisava até pegar senha. O meu número era 171.

Depois de muitas horas esperando, finalmente fui atendido pela mulher do Temer que, ao contrário da Isaura, a minha patroa, é bela, recatada e do lar. Apesar de minha idade provecta, tive a impressão que a vice-primeira-dama estava dando mole pra mim, mesmo porque ela gosta de velho. Ledo e Ivo engano! A mulher do Temer me levou para a cozinha, onde me ofereceu um pão com mortadela que tinha sobrado de uma passeata do MST, Movimento dos Sem Trabalho, ao qual sou afiliado desde que fui demitido de todos os órgãos da imprensa escrita, falada, televisada e distribuída de graça na rua. Não era bem aquilo que eu queria comer, mas aceitei de bom grado a iguaria preferida dos petistas de carteirinha.

Em seguida, encontrei por ali o José Serra que, mesmo sendo arrogante, antipático e chato, também tem alguns defeitos. Cotado para vários ministérios, o Homer Simpson do PSDB (Partido Social Democrata Bundão) me aconselhou a procurar uma vaga no “governo paralelo” que a ex-atual presidenta Zika Rousseff está montando e que vai ter sua sede na Penitenciária da Papuda, de onde muitos ministros apenados do PT (Partido da Tranca) já estão despachando.

2904_agamenon_casseta

O vice Michel Temer está se achando e tem recebido diariamente vários pidões para compor seu ministério. Temer, assim como a Dilma, faz questão de ser tratado como “presidento”.

 

Agamenon Mendes Pedreira está cotado para o Ministério da Falta de Saúde.

 

299
ao todo.
banner_arte_02

COSPE OU ENGOLE?

O Brasil está desmoronando e começou justamente pela ciclovia da Niemeyer. Também pudera, foram batizar o viaduto de Tim Maia e todo mundo sabe que ressaca e Tim Maia sempre foram incompatíveis. Se fosse o nasoduto Brasil-Bolívia até que a homenagem ao genial “Síndico” faria algum sentido.

Mas o fato é que a ciclopassarela, depois que virou pó, foi analisada pelo perito Paulo César Pereio, que atestou que o concreto era malhado, de quinta categoria. Realmente, as coisas não estão cheirando bem no Rio de Janeiro e, desta vez, nem se pode colocar a culpa na Baía de Guanabara.

Enquanto isso, no resto do Brasil outra questão de fundo divide a sociedade. A “esposa” do ministro do Turismo, D. Milena Santos, ostenta o título de Miss Bumbum de Miami no seu avantajado currículo (com trocadilho, fazendo o favor).

E, para mostrar como pretende aumentar o afluxo de turistas ao Brasil, a patroa do ministro posou para um ousado ensaio fotográfico no gabinete do ministro. Na sessão de fotos, Milena fez questão de mostrar os vales profundos, as furnas escuras e as matas não tão virgens que os viajantes estrangeiros tanto apreciam.

O Brasil cada vez se divide mais. Depois dos Coxinhas e Mortadelas, de Esquerda e Direita, dos Golpistas e Governistas, agora apareceu mais um racha. Os Cospe e os Engole. Depois que o deputado Jean Willis cuspiu no deputado Jair Bolsonaro no meio do plenário da Câmara dos Deputados, a cusparada virou o argumento definitivo nas discussões políticas. Por isso mesmo, no fim de semana passado o ator dramático Zé de Abreu exerceu o seu direito de resposta cuspindo num casal em São Paulo.

Por causa de polêmica do Cospe ou Engole, a minha patroa, a Isaura, autoridade em etiqueta em bacanais de família, foi convocada pela GloboNews para esclarecer qual o comportamento adequado numa suruba  em que a política obrigue as  constantes trocas de posição e que acabam colocando na própria boca dos participantes coisas que normalmente não oralizariam.  Segundo a Isaura, a minha patroa, nesse tipo de colóquio erotopolitizado a etiqueta determina que, em nome da boa convivência, o correto é engolir. É melhor engolir do que ficar polemizando.

28-04 bunda

A sabedoria popular diz que não se cospe em prato que já se comeu, a não ser, é claro, no caso de promover a lubrificação.

Agamenon Mendes Pedreira é campeão infantojuvenil de cuspe a distância.

276
ao todo.
banner_arte_02

A PÚCARA BÚLGARA

O desemprego no Brasil parece o cordão dos puxa-sacos do Michel Temer: cada vez aumenta mais. Quem também está de aviso prévio desde a semana passada é a quase ex-presidenta Zika Roskoff. Como o serviço no Planalto é com carteira assinada, a presidenta é celetista e, por isso mesmo, tem direito a “largar” duas horas mais cedo do serviço para procurar outro emprego.

Mas desta vez a Dilma foi longe demais! A presidenta-gerenta resolveu ir até Nova Iorque, na sede da ONU, para fazer um discurso explicando o “golpe” de que está sendo vítima no Brasil. Ora, se nem aqui a gente entende os discursos da Dilma, imagina na ONU! De repente me caiu a ficha: a Dilma fala e pensa em búlgaro! É por isso que é uma mulher incompreendida! Tudo o que aconteceu de errado no Brasil nos últimos anos é resultado da incapacidade das pessoas de entender o misterioso idioma bulgárico, a última flor dos Cárpatos, inculta e bela.

É claro que a viagem a Nova Iorque também serve para meter bronca no cartão de crédito corporativo da Presidência da República, já que esta mamata, assim como muitas outras, vai acabar. E o pior é que o cartão do Brasil está estourado, o gerente do Bradesco telefona todo dia para o Palácio do Planalto, mas não consegue falar com o titular da conta. Ninguém atende ao telefone. É claro. Se Dilma está de saída e o Temer ainda não assumiu, quem é que vai cobrir o saldo da conta negativada?

O gerente do Bradesco vai acabar mandando o Brasil para o Serasa.

Pensando bem, a assembleia da ONU é o lugar certo para um governante desempregado “sair em busca de novos desafios”. Sair em busca de novos desafios é como se diz hoje em dia quando se leva um pé na bunda do patrão. Na ONU tem escritório de todos os países e assim Dilma Rousseff pode entregar o seu currículo em cada uma das representações. Vai que tem uma vaga de presidenta no Togo ou em Burquina-Faso? Ou no Burundi? Nunca se sabe.

O problema é quando se vai contratar uma presidenta que durma no emprego: tem que saber se ela pode dar referências. Afinal, não se pode colocar uma pessoa dentro de casa sem saber direito quem é. Pode ser uma ladra, uma bandida ou, no mínimo, passar o dia inteiro pendurada no telefone da casa conversando com as “colega” para depois comer tudo o que tem na geladeira.

A verdade é que a Dilma não se conforma com a situação de empichada doméstica. Ela está pensando em imitar os Rolling Stones e sair em turnê mundial reclamando e se queixando. Megalomaníaca, Dilma não se contenta em reclamar ao bispo. Ela quer reclamar direto com o Papa pessoalmente. Dilma também quer falar com o Obama. Vai ser a primeira vez na história da esquerda mundial que um socialista vai pedir socorro para o imperialismo capitalista ianque.

a87347fc-c617-4103-9799-611c71ed53fc

Enquanto Dilma estiver nos EUA, Michel Temer vai ocupar interinamente a Presidência da República. Deve ser uma espécie de test-drive.

Agamenon Mendes Pedreira é desempregado concursado.

780
ao todo.
banner_arte_02

QUEM NÃO DEVE NÃO TEMER!

Enquanto jornalista desempregado (coisa cada vez mais comum no Brasil), tenho passado os dias perambulando pelas ruas de Brasília. Como a Capital Federal não tem esquina, anda-se pra caramba e não se chega a lugar nenhum. Mais ou menos como o Brasil. Sobrevivendo como figurante de passeata, passo o dia entre um sanduíche de mortadela aqui, uma coxinha ali e vai-se levando. Vocês sabem onde.

Fiquei dois dias sem dormir perambulando pelos corredores do Congresso na tentativa de passar por deputado e assim descolar algum qualquer vendendo o meu voto, contra ou a favor, tanto faz. Na madrugada cheguei a ocupar os microfones do Parlamento por duas vezes, onde pronunciei dois discursos candentes: um contra e outro a favor do impeachment. Faço qualquer negócio para aparecer na GloboNews.

Exausto, arrumei um canto no plenário para repousar o meu encanecido esqueleto. Tirei o meu surrado paletó, que dobrado funciona como travesseiro, e adormeci profundamente crente que estava em local seguro. Ledo e ivo engano. Ao acordar, na manhã seguinte, percebi que tinha sido roubado. Levaram tudo o que eu tinha, se é que eu tinha alguma coisa. Um bando de Deputados de Rua promoveu um arrastão de madrugada levando o que viam pela frente. Me deixaram totalmente despido, nu e pelado. Pior! Para completar o esculacho, espetaram uma bandeirinha escrito “Não Vai Ter Golpe” em orifício remoto da minha anatomia.

Graças a funcionários piedosos da Câmara dos Deputados, consegui uns trapos andrajosos para tampar as minhas partes pudendas, que, afinal, não são tantas assim. Recomposto, passei a assistir à romaria de deputados ao microfone onde, um a um, proferiam seus intermináveis votos. É comovedor como os nossos parlamentares pensam nas suas famílias. Antes de cada voto faziam questão de declarar que votavam pela mulher, pelos filhos, pelo pai, pela mãe, pela vó e pela tia. Agora eu entendo por que os políticos brasileiros quando se elegem para um mandato a primeira coisa que fazem é arrumar um emprego para cada um dos seus familiares.

Justiça seja feita, um marco histórico foi alcançado e vai ficar para os pósteros: pela primeira vez o povo brasileiro viu os parlamentares brasileiros trabalharem. Chegaram mesmo a virar a noite fazendo serão!!!! Desconfio que eles só fizeram isso para aparecer na GloboNews.

E, para finalizar, apesar de não ter emprego nem mandato, em nome de minha patroa, a Isaura, em nome do meu psicoproctologista, Dr. Jacintho Aquino Rego, em nome do Enéas, o meu cunhado esquisitão, eu, Agamenon Mendes Pedreira, voto assim!!!! E assado.

Mountain-biking-on-the-Isle-of-Skye

Enquanto isso, no Palácio da Alvorada, uma criatura solitária pedalava a sua bicicleta pelos imensos salões desertos e escuros. Era a presidenta Zica Roskof dando as suas últimas pedaladas, alheia a tudo e a todos.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista desempichado.

678
ao todo.
banner_arte_02

O ABISMO À BEIRA DO BRASIL!

O governo Zica Roskoff está parecendo as Casas Bahia: na maior liquidação! Qualquer ministério, novo ou usado, entrou em promoção! BNDES, Caixa Econômica ou Banco do Brasil, porteira fechada, sem entrada (e sem saída), em até 24 vezes à vista ou no cartão!!! Vamos aproveitar que é só até sábado!!!!

Enquanto isso, o ex-presidente Luísque Inácio Lula da Silva, na suíte ex-presidencial do hotel Golden Tulip, vai recebendo um a um os parlamentares da base desalinhada. A debandada das últimas horas aumentou o clima de desconfiança no comércio. Os deputados que venderam seus votos ameaçam colocar o Lula no Serasa. Eles acham que os cheques do ex-presidente em exercício não têm fundos. Lula, por sua vez, quer entrar no Procon contra os deputados. Ele está desconfiado de que os parlamentares não vão entregar o que venderam no domingo. Mas no Brasil é assim mesmo: político que rouba político tem cem anos de mandato.

A questão agora é o que fazer com a quase ex-presidenta impichada. Com o desemprego comendo solto no Brasil, o que a presidenta-gerenta vai fazer para ganhar a vida? Como cozinheira é sem chance: Dilma não sabe fritar um ovo, só sabe fritar ministro. Como faxineira, já mostrou que não faz o serviço direito. Motorista de Uber? Também não serve. Dilma não sabe dirigir, só consegue engatar a marcha à ré. Talvez possa fazer entrega de pizza, e por isso tem treinado muito na bicicleta. Jaques Wagner me confidenciou que Dilma vai ser convidada para fazer uma imitação dela mesma no Zorra Total. A questão é: como ela vai conseguir decorar as falas se o João Sacanna não está por perto?

Para votação do impeachment, domingo, em Brasília, tudo já está nos conformes. Para não haver conflito, construíram um muro enorme dividindo o eixo monumental. De um lado vai ficar a direita, do outro vai ficar a esquerda e, em cima, os tucanos.

 

14-04 Temer com dentes

O vampresidente, Michel Temer, já anunciou duas medidas de impacto do seu governo: 1) Vai proibir o comércio de alho em todo o território nacional. 2) Vai estatizar os Bancos de Sangue. 3) Vai abrir uma embaixada na Transilvânia.

Agamenon Mendes Pedreira também está em liquidação! Só até sábado.

650
ao todo.
banner_arte_02

PAI LULA TRAZ O SEU DEPUTADO EM TRÊS DIAS!

Já se foi o tempo em que o Palácio do Planalto era o centro do poder no Brasil. Hoje em dia quem precisa descolar uma verba ou um carguinho público tem que fazer fila na porta do hotel Blue Tree. O Blue Tree, tradicional quartel-general das putas de Brasília, tem a sua reputação (com bastante trocadilho, fazendo o favor) conspurcada por uma bando de deputados e senadores miseráveis já de madrugada fazendo fila na portaria do hotel. Todos chegam cedo para pegar uma senha na Fila do Lula, o ministro Viúva Porcina (“aquele que é, sem nunca ter sido”). Isso tudo porque o ex-presidente em exercício resolveu lançar mais um projeto de inclusão social, a Bolsa Impeachment, em que cada parlamentar tem direto 400 paus se pegar zika no dia da votação do impeachment ou então um milhão e meio para votar contra.

Não tenho emprego, não tenho mandato e não tenho escrúpulos. O último escrúpulo que tinha botei no “prego” da Caixa Econômica Federal para pagar a conta de luz. Assim sendo, achei por bem entrar na fila para ver se descolo algum qualquer desta nova obra do PAC, Programa de Aceleração do Cinismo.

Cheguei cedo, mas mesmo assim tive que comprar alguns parlamentares para descolar um número e ser atendido pelo homem mais honesto do Brasil. Lula virou uma espécie de pai-de-santo da política. A única entidade que ele incorpora é o Exu Caveira, que, por ser vermelho, está mais de acordo com a ideologia mediúnica do grande líder e Guia Genial dos Povos.

Em vez de pedir uma grana para fazer um despacho ou arriar um ebó na encruzilhada, é o Pai Lula que, com uma garrafa de marafo doze anos na mão e um charuto cubano na boca, desembolsa na suíte presidencial do resort de alta rotatividade. Depois dos saravás de praxe, Luísque Inácio toma um gole da cachaça e joga os Búzios. Se o cliente não gostar de Búzios, pode escolher entre Guarujá e Porto de Galinhas. Em seguida, aparece o Jacques Wagner vestido de cambono, todo de branco, e coloca um cheque no bolso do pedinte. Nem no Panamá funciona tão bem. Num outro canto enfumaçado do terreiro cinco estrelas, as babalaorixás Erenice Guerra, Rosemary Noronha e Jandira Feghali batem tambor furiosamente.  Quando chega a meia-noite, baixa a Pomba Gira incorporada pela presidenta Zica Roskoff. Ela fala um monte de coisas sem sentido e depois sai pedalando uma bicicleta. É impressionante como brasileiro acredita em qualquer coisa.

08-04 pai lula

Agamenon Mendes Pedreira é babaovorixá.

1.7mil
ao todo.
banner_arte_02