banner_arte_02

QUE PAPELÃO!

Só agora o povo entendeu por que é que o William Bonner não queria mais comer a Fátima Bernardes! Nem o churrasquinho na laje de domingo o brasileiro pode fazer em paz! As carnes que comemos estão todas podres! E não é só a carne, não! O Brasil está podre e começou pela geladeira lá de casa: asa de frango, drumete, lombo, chuleta, picanha, alcatra, maminha, fraldinha, acém, lagarto redondo, patinho, linguiça calabresa, peito de peru, mortadela e presunto. Tá tudo bichado. Só não joguei as carnes fora porque a geladeira lá de casa há muito tempo não sabe o que é uma proteína animal.

Pois então. Desta vez os federais bateram às 6 horas da matina na porta do açougue para levar a vaca, o boi, o frango e o porco na coercitiva para depor na delegacia e depois fazer exame de corpo de detrito no Instituto Médico Legal. Peritos da Vigilância Sanitária descobriram cabelo na linguiça do Tony Ramos e restos de carne deteriorada na perna de pau do Roberto Carlos.

Eu nunca comprei carne da Friboi: sempre desconfiei do dono do frigorifico, o Joesley Safadão. As propagandas todas eram feitas pelo marqueteiro João Sacanna, que fazia questão de receber pelo serviço em carne. Na Argentina. Agora entendo por que trocaram o nome da Sadia para Brasil Fudis! O fudis somos nós!

Aliás, este escândalo carnívoro vai prejudicar o nosso comércio exterior. Como todo mundo sabe, depois da corrupção, a carne é o segundo produto mais exportado pelo Brasil. Agora, o brasileiro, em vez de ir no Mundial, nos Supermercados Guanabara ou no Pão de Açúcar, vai fazer fila na porta do IML para arrumar um pedaço de carne podre para botar na sopa.

Como é que vai ser agora? O brasileiro não passa sem um pedaço de carne no espeto! Vamos ter que virar antropófagos e passar a comer as mulheres por via oral. Ou pior: vamos ter que virar um povo de vegetarianos alimentado à base de capim e alfafa como os políticos da base aliada. Pois é: agora SOJA o que Deus quiser!

Curta a minha página no Facebook https://www.facebook.com/agamenonreal

110429moradias_f_007

Agamenon é do tempo em que só se podia usar cabeça de porco para moradia popular.

Agamenon Mendes Pedreira acha que onde se ganha o pão não se deteriora a carne.

 

654
ao todo.
banner_arte_02

É O FIM DA PICADA!

Vida de político no Brasil tá difícil. Os caras são perseguidos pela Polícia Federal, pelo Ministério Público, pelo juiz Sérgio Moro, pelo juiz Vallisney, pelo juiz Marcelo Bretas, pela Receita Federal, pela Interpol, FBI, KGB e até pelo Mossad. Isso para não falar dos advogados, vendedores de joalheria, gerentes de banco e pelo povo na rua em geral. E agora, pra completar esse inferno, vem esse listão da Odebrecht.

Puxa vida, não foi para isso que eles fizeram caixa dois na eleição. E pior, se continuar desse jeito, eles vão ter que trabalhar.

Com medo de entrar em extinção, mesmo porque não conseguem se reproduzir em cativeiro, os mais de 30 partidos políticos brasileiros já entraram com um pedido de proteção no IBAMA e no WWF. Animal selvagem, que se alimenta da caça, pesca e coleta de propinas, o Politycus brasiliensis era topo da cadeia alimentar. Não tinha predadores. Eles alegam que, se não tiver anistia do caixa dois, vai haver um desastre ecológico nas estatais brasileiras pior que o da Samarco no ano passado. Tem muito mais lama.

Em defesa de causa própria, os políticos querem legalizar o caixa dois de campanha. Tem que separar os políticos honestos (que apenas desviaram dinheiro público para fazer campanha, se eleger e roubar com mandato) daqueles maus políticos (que roubaram direto em causa própria). Eles dizem que é preciso separar as joias do trigo: usar o trigo para fazer uma grande pizza e colocar as joias num cofre da Suíça.

Apavorados, os políticos passam o dia inteiro trancados no Congresso. Não podem nem sair para caçar as piranhas de Brasília. Estão se alimentando de verba do gabinete, que, por sinal, não está acabando. Aquilo lá parece o Titanic depois que bateu no iceberg: ninguém se entende e não vai ter caixa dois para todo mundo sair boiando.

Político brasileiro não pode mais nem dormir em casa com a mulher. A patroa já avisou que não quer acordar às 6 da matina com a PF batendo na porta de casa. Faz mal pra cútis.

 

agamenon

A presidência do Senado mandou instalar um circuito de câmeras de TV: é para vigiar e pegar alguém que não esteja roubando plenário.

Agamenon Mendes Pedreira é inocente como a gente.

 

51
ao todo.
banner_arte_02

O MEU FUDE TRUQUE

Por estar vivendo há mais de ano na penúria e no mais completo miserê, o indivíduo vai, aos poucos, perdendo a noção das coisas. Fica com a mente perturbada e pode até se tornar maluco, desequilibrado mental ou um mero psicopata. É o que está acontecendo comigo dentro de minha mente problemática.

Ao invés de traficar, roubar ou participar de uma concorrência fraudulenta, como qualquer brasileiro que ganha a vida desonestamente, me ocorreu a ideia esdrúxula de trabalhar. Abrir um negócio. O negócio no caso é a minha patroa, a Isaura que, por sinal, já está aberta há muito tempo, sem fins lucrativos.

Dada a nossa situação, resolvemos, Isaura e eu, transformar o nosso Dodge Dart 73 enferrujado, que fica estacionado na Rua da Amargura s/n, fundos, num fude truque. Fude truque é a atividade que está mais na moda ultimamente. Antigamente, quem que não queria estudar nem trabalhar e viver a vida na vagabundagem virava videomaker, blogueiro ou, então, DJ de baile funk. Mas hoje o lance é fazer um fude truque.

Pois então: Isaura, a minha patroa, e eu decidimos entrar para o ramo de alimentação móvel popular. No nosso o caso “o de comer” oferecido são as partes remotas e profundas da Isaura, a minha senhora, isto é, assim que a vigilância sanitária liberar o alvará da criatura. A fábrica de benzetacil já ofereceu uma verba de patrocínio.

Antes mesmo da abertura oficial do serviço, uma fila de padeiros, leiteiros, entregadores de pizza, técnicos da TV a cabo e outros ícones do imaginário eroto-adulterino já fazem fila na porta do nosso estabelecimento de alimentação autopropulsada. Todos ansiosos para saborear os quitutes da Isaura: o bacalhau cozido e a rabada com angu são os pratos mais pedidos e repetidos.

Mas no Brasil, infelizmente, o autoempreendedorismo não é muito desenvolvido. Somos um casal de liberais e, por isso, enfrentamos grandes dificuldades. Outro dia mesmo, Isaura acabou sendo rebocada para um depósito do Detran só porque um freguês resolveu estacionar do lado proibido.

0603 Agamenon

Para ser um self-service man, como na América, tenho que lançar mão dos incentivos das leis brasileiras. Arrumei um qualquer da Lei Rouanet: por conta de suas moléstias sexualmente transmissíveis, Isaura, a minha patroa, dissemina várias culturas.

Agamenon Mendes Pedreira só pega no tranco.

337
ao todo.
banner_arte_02

O SAMBA DO AFRODESCENDENTE DOIDO!

Pela primeira vez, desde Estácio de Sá, o Rio de Janeiro tem um carnaval gospel. Agora que o prefeito da Cidade Maravilhosa é o Bispo Marcelo Crivella, o tríduo momesco virou evangélico de cabo a rabo. Aliás, rabo não que no rabo é pecado.

Na sexta-feira de carnaval, as Mil Trombetas de Jericó, que vieram direto da Terra Santa, tocaram no início das festividades momescas. Mas desta vez Momo não foi coroado. Porque o único Rei é Jesus, que, aliás, foi um grande carnavalesco, pois andou pela Galileia inteira vestindo um abadá. Jesus Cristo desfilava em tudo que era bloco carnavalesco: Palestina é Quase Amor, Toca Sauuuuul, Cacique de Amós, Me Beija Que Eu Sou Fariseu, Ressuscita o Lázaro. E ainda fundou o Meu Suvaco no Jardim Botânico. A escola de samba do coração de Jesus era a G.R.E.S. Império Romano.

No carnaval, o pessoal apelava para Cristo quando acabava a cerveja, pois Jesus era o único que conseguia transformar água em vinho ali, na hora, para desespero dos executivos da Ambev, que patrocinavam o carnaval na Faixa de Gaza. Carnaval bom mesmo era nos tempos bíblicos, conforme nos ensina o Antigo Testamento. Os carnavais de rua de Sodoma e Gomorra deixam qualquer cidade do Brasil no chinelo com a sua caretice e conservadorismo. E tinha os Bailes como As Mil Línguas de Babel, o baile gay O Sacrifício de Isaac e a matinê infantil do Tio Herodes.

Aliás, folheando a Bíblia, o livro sagrado, me ocorreu uma dúvida, que atormenta a minha alma inquieta: será que Deus não está na lista da Odebrecht? Sigam-me o meu raciocínio: Deus é brasileiro e é empreiteiro (construiu o Céu e a Terra), portanto pode muito bem estar envolvido em escândalos de corrupção em obras faraônicas. Senão, vejamos: como ficou a prestação de contas das obras de transposição do Mar Vermelho para os judeus fugirem do Egito? E a Torre de Babel? Até hoje inacabada! E a Arca de Noé? Quem financiou? Os estaleiros da Sete Brasil?

E se Deus realmente estiver na delação premiada, será que Ele vai ter direito a foro privilegiado? Ou só o Moreira Franco? Chega de teologia. Vai começar a Quaresma, época de recolhimento, quando o Tony Ramos não pode fazer anúncio da Friboi.

foto agamenon

No carnaval, o pessoal apelava para Cristo quando acabava a cerveja, pois Jesus era o único que conseguia transformar água em vinho ali, na hora, para desespero dos executivos da Ambev, que patrocinavam o carnaval na Faixa de Gaza.

22_MHG_rio_terra01

Armagedon Mendes Pedreira acha que o carnaval é o fim do mundo.

148
ao todo.
banner_arte_02

O ÚLTIMO BAILE DO PARAÍSO FISCAL

O Brasil só tem uma saída: virar um enorme parque temático, uma imensa Disneylândia tropical onde os gringos possam passar as férias e viver emoções inesquecíveis assistindo a espetáculos inacreditáveis. Isso sem contar os assaltos, sequestros e empalamentos, que seriam cobrados por fora. E tudo tem que ser pago em dólar, é claro, depositado numa conta secreta num paraíso fiscal. Só assim, com o Turismo de Emoção, o Brasil vai sair do buraco.

Para a criançada teremos Brasília, The Magic Kingdom, onde os petizes vão visitar o Palácio do Planalto onde vivem A Bela e a Fera. Na verdade, a nossa Fera está mais para mordomo de filme de terror e, para falar a verdade, nem é tão feroz assim, pois morre de medo da operação Lava-Jato. Mas fazer o quê? Trata-se de um parque temático brasileiro, logo nem tudo (ou quase nada) funciona direito.

Mas os infantes vão poder tirar selfie com a Dilma Rousseff, a Madrasta do PAC, que vai passar pedalando a bicicleta, armazenando vento e saudando a mandioca, tudo ao mesmo tempo, e ainda perseguindo a Cinderela, que perdeu o “sapatão”, pois, afinal, o Brasil é um parque temático politicamente correto. A bruxa vai ser a Jandira Feghali, escolhida por aclamação.

A Ferrovia Norte-Sul, inacabada, vai dar um ótimo Trem Fantasma. Sem falar na Refinaria Abreu e Lima, no Comperj e nos Estaleiros Sete Brasil. Já o Congresso Nacional vai virar a Ilha dos Piratas. Os Piratas do telhado de vidro e cara de pau. No Planalto Central também vai ficar a casa do Lobão. Esse mesmo, e o Lobão vai querer comer Os Três Porquinhos: Lindembergue, Geddel e Rodrigo Mala. No Rio de Janeiro, os turistas vão até Bangu visitar a Caverna do Serginho Babá e os 40.000 ladrões.

FireShot Screen Capture #857 - 'terra encantad_' - www_google_com_br_search_q=parque+tematico&client=firefox-b-ab&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj8vsaPv6HSAhUBE5AKHVRgA4cQ_AUICSgC&biw=1920&bih=971#tbm=isch&q=te

O problema vai ser a construção do tal parque temático. A Odebrecht, a OAS, a Queiróz Galvão e a Andrade Gutierrez vão fazer um consórcio para superfaturar a obra que, por sua vez, não vai ficar pronta nunca.

Agamenon Mendes Pedreira não é o Walt Disney, mas também está congelado.

19
ao todo.
banner_arte_02

A PIPA DO AGAMENON NÃO SOBE MAIS!

Como se não bastasse a crise, a recessão, as revoltas nos presídios, a greve das polícias, o Edison Lobão, o Moreira Franco e esse calor miserável, ainda por cima vai começar o Carnaval! Milhares de blocos de rua tomam conta das cidades brasileiras atravancando o trânsito e inundando as ruas com um tsunami de xixi. Para tudo se acabar na quarta-feira! Antes fosse! O tríduo momesco se arrasta miseravelmente até, pelo menos, segunda-feira de manhã, quando, finalmente, os brasileiros exaustos, voltam para os seus desempregos de onde não conseguem tirar o pão de cada dia.

Meus 17 leitores e meio (tem um anão que lê as minhas colunas e no carnaval trabalha de segurança no baile infantil do Monte Líbano) dizem que as minhas reclamações são de um velho ressentido. E têm toda a razão! Ressentido e ressentado na porta de casa “apreciando o carnaval” enquanto as mocinhas em flor desfilam na minha frente com “tudo de fora”.  No meu tempo o carnaval não era essa put@###%ˆ&(%@aria toda! Infelizmente.

Que pena! Antigamente as mulheres só davam por amor! E mesmo assim só depois de cheirar muito “lança”. Vejam só que absurdo! Que despautério! Hoje, as meninas nem dão mais. Praticam o escambo, o troca-troca de casais e até mesmo a “coisarada”. Alguém aí já praticou a “coisarada”? Se o Carnaval for comparado com Sodoma e Gomorra, as duas capitais bíblicas da sacanagem são um jardim de infância, um pensionato de freiras perto do Carnaval brasileiro!!!

E eu aqui, só apreciando a mulherada, impotente feito o Ziraldo, que nunca brochou. No meio da fuzarca, uma maré de foliões enlouquecidos arrastou meu Dodge Dart 73, enferrujado, estacionado na rua da Amargura, sem número, fundos, até a porta do quartel da PM onde um bando de esposas de soldado, todas com shortinhos atochados no rego e tops de lycra, me impediam de entrar no batalhão. E eu nem queria entrar no batalhão!

O Brasil é um país tropicanalhista, onde se mistura tudo: ninguém sabe mais onde acaba o Carnaval e começa a Bagunça para depois emendar com a Política e Put@##$%%ˆˆ&&***ria. É tudo uma coisa só feita de muito suor, sacanagem e sem-vergonhice. Não necessariamente nesta ordem.

foto agamenon

Pode tudo no Carnaval, menos cantar as marchinhas de mulata, Nega do cabelo duro, A cabeleira do Zezé e Maria Sapatão.

 

Agamenon Mendes Pedreira é sambosta.

 

13
ao todo.
banner_arte_02

SAQUEANDO E ANDANDO

Hoje em dia no Brasil, tá ruim pra todo mundo. Mas, felizmente, para alguns está muito pior do que pros outros. Ninguém escapa da crise, nem mesmo a Santíssima Trindade: o Pai está envolvido na Lava Jato, o Filho está desempregado e o Espírito Santo passa o maior sufoco.

No Espírito Santo (estado que serve para separar a Axé Music do Rio de Janeiro), a violência é tão violenta que até a Polícia Militar tem medo de sair na rua. Os familiares dos meganhas, apavorados, fazem um cordão de isolamento em volta do quartel para evitar que a bandidagem ensandecida entre pelo batalhão adentro saqueando as instalações.

Se tem uma categoria que não entra em greve no Brasil é a bandidagem. Empreendedores, adeptos da livre iniciativa, os assaltantes movimentam o comércio capixaba, que, depois do sumiço da polícia, entrou em liquidação. Usando cartões de crédito de todos os calibres e de uso exclusivo das Forças Armadas, a bandidagem vai saqueando tudo o que vê pela frente. Até mesmo caixões de defunto, artigo de última necessidade, são levados pela multidão enfurecida.

No Brasil, só mesmo o caos funciona direito. Os bandidos só exercem a sua atividade saqueante em horário comercial, das 9 às 17 horas, de segunda a sexta. Sábado, só até o meio-dia. Liberada para o saque, a cidade de Vitória virou uma espécie de Miami, onde os brasileiros, nos bons tempos do PT, saíam levando tudo sem se preocupar com o pagamento.

Na verdade, o saque é uma forma de comércio muito praticada no Brasil: Petrobras, Eletrobrás, Fundos de Pensão, BNDES, Caixa Econômica, Banco do Brasil funcionaram como uma espécie de shopping center dos políticos, que lavaram tudo à vista ou em 12 vezes parceladas no cartão.

0702 foto agamenon

O IBGE já está estudando uma fórmula para que os saques entrem para estatísticas públicas e, assim, possam ser contabilizados no cálculo do PIB, Produto Interno Bandidal.

Agamenon Mendes Pedreira tentou fazer um saque, mas não conseguiu por falta de fundos.

596
ao todo.
banner_arte_02

O “X” DO PROBLEMA

Pois é, o ex-bilionário e atual presidiário Eike Batista, mais uma vez, foi longe demais. Foi até os Estados Unidos para tentar escapar da Polícia Federal brasileira. Mas não adiantou nada, entrou para a lista dos procurados da Interpol e já tem reserva confirmada no SPA de segurança máxima de Bangu.

Como não tem curso superior, Eike vai ter que ir para a cana comum. Essa possibilidade deixa o Eike apavorado. Ele tem medo que seus colegas de cela façam com ele o que ele fez com todos os otários que compraram ações das empresas X. Mas, infelizmente, as cadeias brasileiras também têm coisas ruins e dolorosas. Eike pode ficar preso na mesma cela do ex-presidentionário Luísque Inácio Luma da Silva, que, como todos sabem, também é chegado a um assédio na cadeia.

Eike é um homem megaLUMAníaco, por isso mesmo só casa com mulheres caríssimas e que não dão recibo. Vaidoso, faz questão de usar uma peruca para esconder as suas negociatas mais cabeludas, mas que a Polícia Federal já está careca de saber.

O problema do Eike foram as más companhias: as más companhias que ele inventava com o dinheiro dos outros e que nunca saíram do Power Point. Nem o Bill Gates em pessoa ganhou tanto dinheiro com o Power Point.

Antes de virar foragido, Eike Batista estava desenvolvendo uma nova pasta de dentes revolucionária. Ele pretendia vender o tal dentifrício para os seus sócios, que vivem com o sorriso amarelo.

 

31-01 agamenon eike

Empresário visionário, Eike Batista colocou uma coleira eletrônica na Luma quando era casado com ela. Mas não adiantou nada: ela fugiu escorregando pela mangueira do bombeiro.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista em regime alimentar semiaberto.

 

16
ao todo.
banner_arte_02

A FEBRE DO VERÃO

O Brasil é o país da moda fashion! Mesmo com a maior urucubaca, na maior crise, no maior miserê, o Brasil está sempre inventando moda, criando tendências que se espalham pelo mundo. E neste verão o que vai pegar vai ser a febre amarela, nada de Febre pretinha básica, Febre nude, nem Febre bordô. O negócio é a febre amarela!

E quem não conseguir pegar uma febre amarela, pas de problem: a chicungunha também serve. Quer dizer, o camarote VIP mesmo é a febre amarela. A chicungunha é uma coisa mais classe média. Zica e dengue nem pensar, é coisa de pobre mesmo. Zica e dengue todo mundo já teve. São moléstias que não dão mais onda. Pegar uma febre amarela, antes de todo mundo, vai deixar os amigos babando de inveja.

O ministro da Justiça em pessoa, Alexandre Demoraes já mandou dar um lustro na sua careca para facilitar o pouso dos mosquitos de febre amarela, que também já fazem sucesso nos presídios, hospitais, pneus e alagadiços do país.

Este verão vai ser o revival do mosquito da febre amarela, que andava meio esquecido, mas que, graças à Lei Rouanet e ao apoio das autoridades sanitárias, está de volta com força total. O mosquito da febre amarela já está em turnê nacional e, mesmo tendo asas, só viaja de jatinho executivo emprestado por uma empreiteira e vai se apresentar domingo que vem no Esquenta da Regina Casé.

2501-agamenon

O bacana da febre amarela é que, ao contrário das roupas de grife e dos sapatos Louboutin, qualquer um pode pegar.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista vacinado.

13
ao todo.
banner_arte_02

TEORI DA CONSPIRAÇÃO

O ano de 2017 nem bem começou direito e o Brasil já está zicado. Zicado, dengado, chicungunhado e febre amarelado.

Só tem desgraça: é matança nos presídios, falência dos estados, axé music no carnaval do Rio e até avião caindo com ministro dentro. Para arrematar, depois dessa bronca generalizada, o Pato Donald Trump tomou posse na Casa Branca dizendo que os Marines vão invadir a Barra da Tijuca, que, segundo o novo, quer dizer, velho presidente, é território americano. America first!!!!!

Por conta de tantos perrengues, até mesmo a internet já está cheia de teorias da corrupção, quer dizer, teorias da conspiração. Tudo obra de facção, quer dizer, obra de ficção.

A minha é a seguinte: o avião do ministro foi derrubado por um mosquito da febre amarela que entrou na turbina. O mosquito foi contratado pelo PT e pela Odebrecht para atrasar a Operação Lava Jato. Um detalhe: o mosquito era membro do PCC, Primeiro Comando dos Coleópteros. É, meus 17 seguidores e meio, se o ânus de 2017 já está começando mal, imagina só como vai ficar no final…

2301-agamenon

Agamenon Mendes Pedreira está cotado para uma vaga no STF. No estacionamento.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista membro do PCC, Primeiro Comando da Corrupção.

227
ao todo.
banner_arte_02