banner_arte_02

O ÚLTIMO BAILE DO PARAÍSO FISCAL

O Brasil só tem uma saída: virar um enorme parque temático, uma imensa Disneylândia tropical onde os gringos possam passar as férias e viver emoções inesquecíveis assistindo a espetáculos inacreditáveis. Isso sem contar os assaltos, sequestros e empalamentos, que seriam cobrados por fora. E tudo tem que ser pago em dólar, é claro, depositado numa conta secreta num paraíso fiscal. Só assim, com o Turismo de Emoção, o Brasil vai sair do buraco.

Para a criançada teremos Brasília, The Magic Kingdom, onde os petizes vão visitar o Palácio do Planalto onde vivem A Bela e a Fera. Na verdade, a nossa Fera está mais para mordomo de filme de terror e, para falar a verdade, nem é tão feroz assim, pois morre de medo da operação Lava-Jato. Mas fazer o quê? Trata-se de um parque temático brasileiro, logo nem tudo (ou quase nada) funciona direito.

Mas os infantes vão poder tirar selfie com a Dilma Rousseff, a Madrasta do PAC, que vai passar pedalando a bicicleta, armazenando vento e saudando a mandioca, tudo ao mesmo tempo, e ainda perseguindo a Cinderela, que perdeu o “sapatão”, pois, afinal, o Brasil é um parque temático politicamente correto. A bruxa vai ser a Jandira Feghali, escolhida por aclamação.

A Ferrovia Norte-Sul, inacabada, vai dar um ótimo Trem Fantasma. Sem falar na Refinaria Abreu e Lima, no Comperj e nos Estaleiros Sete Brasil. Já o Congresso Nacional vai virar a Ilha dos Piratas. Os Piratas do telhado de vidro e cara de pau. No Planalto Central também vai ficar a casa do Lobão. Esse mesmo, e o Lobão vai querer comer Os Três Porquinhos: Lindembergue, Geddel e Rodrigo Mala. No Rio de Janeiro, os turistas vão até Bangu visitar a Caverna do Serginho Babá e os 40.000 ladrões.

FireShot Screen Capture #857 - 'terra encantad_' - www_google_com_br_search_q=parque+tematico&client=firefox-b-ab&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj8vsaPv6HSAhUBE5AKHVRgA4cQ_AUICSgC&biw=1920&bih=971#tbm=isch&q=te

O problema vai ser a construção do tal parque temático. A Odebrecht, a OAS, a Queiróz Galvão e a Andrade Gutierrez vão fazer um consórcio para superfaturar a obra que, por sua vez, não vai ficar pronta nunca.

Agamenon Mendes Pedreira não é o Walt Disney, mas também está congelado.

15
ao todo.
banner_arte_02

A PIPA DO AGAMENON NÃO SOBE MAIS!

Como se não bastasse a crise, a recessão, as revoltas nos presídios, a greve das polícias, o Edison Lobão, o Moreira Franco e esse calor miserável, ainda por cima vai começar o Carnaval! Milhares de blocos de rua tomam conta das cidades brasileiras atravancando o trânsito e inundando as ruas com um tsunami de xixi. Para tudo se acabar na quarta-feira! Antes fosse! O tríduo momesco se arrasta miseravelmente até, pelo menos, segunda-feira de manhã, quando, finalmente, os brasileiros exaustos, voltam para os seus desempregos de onde não conseguem tirar o pão de cada dia.

Meus 17 leitores e meio (tem um anão que lê as minhas colunas e no carnaval trabalha de segurança no baile infantil do Monte Líbano) dizem que as minhas reclamações são de um velho ressentido. E têm toda a razão! Ressentido e ressentado na porta de casa “apreciando o carnaval” enquanto as mocinhas em flor desfilam na minha frente com “tudo de fora”.  No meu tempo o carnaval não era essa put@###%ˆ&(%@aria toda! Infelizmente.

Que pena! Antigamente as mulheres só davam por amor! E mesmo assim só depois de cheirar muito “lança”. Vejam só que absurdo! Que despautério! Hoje, as meninas nem dão mais. Praticam o escambo, o troca-troca de casais e até mesmo a “coisarada”. Alguém aí já praticou a “coisarada”? Se o Carnaval for comparado com Sodoma e Gomorra, as duas capitais bíblicas da sacanagem são um jardim de infância, um pensionato de freiras perto do Carnaval brasileiro!!!

E eu aqui, só apreciando a mulherada, impotente feito o Ziraldo, que nunca brochou. No meio da fuzarca, uma maré de foliões enlouquecidos arrastou meu Dodge Dart 73, enferrujado, estacionado na rua da Amargura, sem número, fundos, até a porta do quartel da PM onde um bando de esposas de soldado, todas com shortinhos atochados no rego e tops de lycra, me impediam de entrar no batalhão. E eu nem queria entrar no batalhão!

O Brasil é um país tropicanalhista, onde se mistura tudo: ninguém sabe mais onde acaba o Carnaval e começa a Bagunça para depois emendar com a Política e Put@##$%%ˆˆ&&***ria. É tudo uma coisa só feita de muito suor, sacanagem e sem-vergonhice. Não necessariamente nesta ordem.

foto agamenon

Pode tudo no Carnaval, menos cantar as marchinhas de mulata, Nega do cabelo duro, A cabeleira do Zezé e Maria Sapatão.

 

Agamenon Mendes Pedreira é sambosta.

 

12
ao todo.
banner_arte_02

SAQUEANDO E ANDANDO

Hoje em dia no Brasil, tá ruim pra todo mundo. Mas, felizmente, para alguns está muito pior do que pros outros. Ninguém escapa da crise, nem mesmo a Santíssima Trindade: o Pai está envolvido na Lava Jato, o Filho está desempregado e o Espírito Santo passa o maior sufoco.

No Espírito Santo (estado que serve para separar a Axé Music do Rio de Janeiro), a violência é tão violenta que até a Polícia Militar tem medo de sair na rua. Os familiares dos meganhas, apavorados, fazem um cordão de isolamento em volta do quartel para evitar que a bandidagem ensandecida entre pelo batalhão adentro saqueando as instalações.

Se tem uma categoria que não entra em greve no Brasil é a bandidagem. Empreendedores, adeptos da livre iniciativa, os assaltantes movimentam o comércio capixaba, que, depois do sumiço da polícia, entrou em liquidação. Usando cartões de crédito de todos os calibres e de uso exclusivo das Forças Armadas, a bandidagem vai saqueando tudo o que vê pela frente. Até mesmo caixões de defunto, artigo de última necessidade, são levados pela multidão enfurecida.

No Brasil, só mesmo o caos funciona direito. Os bandidos só exercem a sua atividade saqueante em horário comercial, das 9 às 17 horas, de segunda a sexta. Sábado, só até o meio-dia. Liberada para o saque, a cidade de Vitória virou uma espécie de Miami, onde os brasileiros, nos bons tempos do PT, saíam levando tudo sem se preocupar com o pagamento.

Na verdade, o saque é uma forma de comércio muito praticada no Brasil: Petrobras, Eletrobrás, Fundos de Pensão, BNDES, Caixa Econômica, Banco do Brasil funcionaram como uma espécie de shopping center dos políticos, que lavaram tudo à vista ou em 12 vezes parceladas no cartão.

0702 foto agamenon

O IBGE já está estudando uma fórmula para que os saques entrem para estatísticas públicas e, assim, possam ser contabilizados no cálculo do PIB, Produto Interno Bandidal.

Agamenon Mendes Pedreira tentou fazer um saque, mas não conseguiu por falta de fundos.

576
ao todo.
banner_arte_02

O “X” DO PROBLEMA

Pois é, o ex-bilionário e atual presidiário Eike Batista, mais uma vez, foi longe demais. Foi até os Estados Unidos para tentar escapar da Polícia Federal brasileira. Mas não adiantou nada, entrou para a lista dos procurados da Interpol e já tem reserva confirmada no SPA de segurança máxima de Bangu.

Como não tem curso superior, Eike vai ter que ir para a cana comum. Essa possibilidade deixa o Eike apavorado. Ele tem medo que seus colegas de cela façam com ele o que ele fez com todos os otários que compraram ações das empresas X. Mas, infelizmente, as cadeias brasileiras também têm coisas ruins e dolorosas. Eike pode ficar preso na mesma cela do ex-presidentionário Luísque Inácio Luma da Silva, que, como todos sabem, também é chegado a um assédio na cadeia.

Eike é um homem megaLUMAníaco, por isso mesmo só casa com mulheres caríssimas e que não dão recibo. Vaidoso, faz questão de usar uma peruca para esconder as suas negociatas mais cabeludas, mas que a Polícia Federal já está careca de saber.

O problema do Eike foram as más companhias: as más companhias que ele inventava com o dinheiro dos outros e que nunca saíram do Power Point. Nem o Bill Gates em pessoa ganhou tanto dinheiro com o Power Point.

Antes de virar foragido, Eike Batista estava desenvolvendo uma nova pasta de dentes revolucionária. Ele pretendia vender o tal dentifrício para os seus sócios, que vivem com o sorriso amarelo.

 

31-01 agamenon eike

Empresário visionário, Eike Batista colocou uma coleira eletrônica na Luma quando era casado com ela. Mas não adiantou nada: ela fugiu escorregando pela mangueira do bombeiro.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista em regime alimentar semiaberto.

 

15
ao todo.
banner_arte_02

A FEBRE DO VERÃO

O Brasil é o país da moda fashion! Mesmo com a maior urucubaca, na maior crise, no maior miserê, o Brasil está sempre inventando moda, criando tendências que se espalham pelo mundo. E neste verão o que vai pegar vai ser a febre amarela, nada de Febre pretinha básica, Febre nude, nem Febre bordô. O negócio é a febre amarela!

E quem não conseguir pegar uma febre amarela, pas de problem: a chicungunha também serve. Quer dizer, o camarote VIP mesmo é a febre amarela. A chicungunha é uma coisa mais classe média. Zica e dengue nem pensar, é coisa de pobre mesmo. Zica e dengue todo mundo já teve. São moléstias que não dão mais onda. Pegar uma febre amarela, antes de todo mundo, vai deixar os amigos babando de inveja.

O ministro da Justiça em pessoa, Alexandre Demoraes já mandou dar um lustro na sua careca para facilitar o pouso dos mosquitos de febre amarela, que também já fazem sucesso nos presídios, hospitais, pneus e alagadiços do país.

Este verão vai ser o revival do mosquito da febre amarela, que andava meio esquecido, mas que, graças à Lei Rouanet e ao apoio das autoridades sanitárias, está de volta com força total. O mosquito da febre amarela já está em turnê nacional e, mesmo tendo asas, só viaja de jatinho executivo emprestado por uma empreiteira e vai se apresentar domingo que vem no Esquenta da Regina Casé.

2501-agamenon

O bacana da febre amarela é que, ao contrário das roupas de grife e dos sapatos Louboutin, qualquer um pode pegar.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista vacinado.

13
ao todo.
banner_arte_02

TEORI DA CONSPIRAÇÃO

O ano de 2017 nem bem começou direito e o Brasil já está zicado. Zicado, dengado, chicungunhado e febre amarelado.

Só tem desgraça: é matança nos presídios, falência dos estados, axé music no carnaval do Rio e até avião caindo com ministro dentro. Para arrematar, depois dessa bronca generalizada, o Pato Donald Trump tomou posse na Casa Branca dizendo que os Marines vão invadir a Barra da Tijuca, que, segundo o novo, quer dizer, velho presidente, é território americano. America first!!!!!

Por conta de tantos perrengues, até mesmo a internet já está cheia de teorias da corrupção, quer dizer, teorias da conspiração. Tudo obra de facção, quer dizer, obra de ficção.

A minha é a seguinte: o avião do ministro foi derrubado por um mosquito da febre amarela que entrou na turbina. O mosquito foi contratado pelo PT e pela Odebrecht para atrasar a Operação Lava Jato. Um detalhe: o mosquito era membro do PCC, Primeiro Comando dos Coleópteros. É, meus 17 seguidores e meio, se o ânus de 2017 já está começando mal, imagina só como vai ficar no final…

2301-agamenon

Agamenon Mendes Pedreira está cotado para uma vaga no STF. No estacionamento.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista membro do PCC, Primeiro Comando da Corrupção.

217
ao todo.
banner_arte_02

“CUI” DE BÊBADO NÃO TEM “BONO”

A Polícia Federal reabriu a temporada de caça ao corrupto, animal da fauna brasileira que não corre o menor risco de extinção. Por ordem do IBAMA, durante os meses de verão fica proibida a caça ao corrupto para que eles possam se reproduzir em paz e assim perpetuar a espécie. É o que os biólogos e advogados chamam de “defeso”, e a Glória Maria, no Fantástico, chama emocionada de “o milagre da Natureza”.

Entre dezembro e janeiro, os corruptos podem ficar até mais tarde na cama, sem que os federais venham tocar a campainha às seis da manhã junto com o padeiro, o leiteiro e o personal trainer. Assim, livres dos seus predadores, essas pobres criaturas, quer dizer, essas ricas criaturas, vão continuar a se reproduzir sem susto.

A fêmea do corrupto, a corrupta, gasta uma barbaridade em sapatos Laboutin, roupas de grife e joias caríssimas. Em vez de cruzar com o macho de sua espécie, a corrupta prefere fo@##%&%$@#der com a vida do cidadão comum.

Ave de rapina, o corrupto brasileiro (Corruptus brasiliensis) foi descoberto pelos naturalistas alemães Max Nunes, Harold Barbosa e Johann Soares. Ave de arribação, o corrupto é um pássaro migratório, pois prefere passar o verão no Hemisfério Norte esquiando e fazendo compras. Os cientistas do FBI ainda estão investigando para saber se o corrupto é uma ave ou um parasita. Na verdade é os dois. O corrupto faz o seu ninho em cofres públicos, empreiteiras e partidos políticos, e prefere colocar os seus ovos em paraísos ficais e cofres da Suíça. Normalmente o corrupto habita o Cerrado de Brasília, onde o clima lhe é mais propício. Contudo, pode viver em qualquer parte do Brasil onde possa dar uma bicada.

O corrupto é um animal muito peculiar: apesar de ser um pássaro, o corrupto prefere voar de jatinho executivo e só “canta” quando está preso na delação premiada.

1601 agamenon

Pássaros gregários, os corruptos vivem em bandos e surgem em revoada sempre que aparecem concorrências fraudulentas.

 

Agamenon Mendes Pedreira gastou todo o seu Latim para pagar a janta.

775
ao todo.
banner_arte_02

OBRA DE FACÇÃO

Eis que surge uma luz no fim do túnel! Uma réstia de luz no buraco escuro da desesperança em que estou vivendo! Chega de viver neste miserê sem fim! A solução para os desempregados no Brasil é todo mundo ir para a cadeia! Só assim o cidadão garante 5 mil e oitocentos por mês, sem contar a bolsa presidiário, visita íntima, banho de sol e outros side benefits da atividade prisional. Sempre fui um sujeito empreendedor, adepto da livre iniciativa capitalista e da destruição criadora schumpeteriana, e por isso mesmo já resolvi: vou ser preso e fundar a minha própria facção.

Nada de abrir franquia do Habib’s, inaugurar igreja evangélica, fundar partido político e outras contravenções de “miserinha”. Tem que pensar grande! O negócio mais lucrativo no momento é fundar uma facção na cadeia. E desde já conto com os meus 17 leitores e meio como fiéis seguidores em regime fechado (não se esqueçam do anão, que vai cuidar da filial da FEBEM). Está formado o bonde da CAGADA, Comando dos Amigos Gatunos do Agamenon.

Isaura, a minha patroa, vai ficar encarregada da logística. A incansável criatura é especialista em entrar em presídios de segurança máxima portando objetos dos mais diferentes tamanhos, comprimentos e calibres, devidamente malocados em partes remotas de sua anatomia íntima.

Preocupado com a violência nos presídios, o governo já avisou que vai regulamentar a atividade de facção criminosa no país. Já tem facção demais funcionando e nem todas são capazes de atuar de maneira adequada no ambiente prisional. Já está começando a virar bagunça.

Tem muita facção aí que não sabe nem diferenciar o que é um esquartejamento de um empalamento ou uma degola de uma decapitação. O “presidialismo de coalização” não suporta mais tantas facções de aluguel, que não representam a criminalidade de nossa sociedade. É preciso urgentemente criar uma cláusula de barreira! A partir de agora, as facções vão ter que ter alvará de funcionamento e autorização do Corpo de Bombeiros para botar fogo nos colchões. Os membros das facções vão ter que usar crachá de identificação e pagar o Sindicato do Crime, o SindiCrime, filiado à CUT. Uma vez regularizadas, as facções vão poder ter acesso às verbas públicas, com direito de captar recursos pela Lei Rouanet. A Tramontina das facas e a Taurus dos revólveres já se mostraram interessadas em apoiar projetos nos presídios brasileiros desde que possam descontar do imposto de renda.

As facções legalizadas vão poder se apresentar no Esquenta da Regina Casé e no Caldeirão do Huck como legítimas manifestações culturais brasileiras. O antropólogo do funk, Hermano Vianna, vai escrever um livro e o fotógrafo Sebastião Salgado vai fazer uma exposição na Tate Modern de Londres.

0901 agamenon

O Brasil é o país das oportunidades. É só pintar uma oportunidade que o preso foge da cadeia.

Agamenon Mendes Pedreira é membro esquartejado de uma facção penitenciária.

19
ao todo.
banner_arte_02

ANO MORTO, VIDA NOVA!

Como diriam os detentos do presídio em Manaus antes de enfiarem suas facas, estoques e peixeiras uns nos outros: Boas Entradas! Não contente com 2016, o Anus Horribilis, o país começou 2017 com a pata direita. As quatro! Além de campeões de corrupção, também somos os maiorais em barbárie, chacinas e atrocidades de todos os tipos.

O Massacre Sangrento no Presídio manauara começou por causa de uma revolta entre as facções criminosas do PC, PT, PP, PMDB, PSOL, PSDB e PCB, que não aceitaram a decisão dos diretores de colocar naquela unidade presidional o Eduardo Cunha, o Marcelo Odebrecht, o José Dirceu, além de vários diretores de empreiteiras e políticos condenados pela Lava Jato. Injuriados com a possibilidade de conviver com tantos marginais perigosos, os presos encarcerados partiram para a violência e resolveram bater o recorde do Carandiru. Pena que o Dr. Dráuzio Careca não estava lá para narrar com sua prosa elegante mais uma atrocidade literária.

O Brasil não tem jeito… Só jeitinho! Inflação, recessão, falta de grana e desemprego galopante prometem continuar batendo recordes em 2017. Especialmente o meu próprio desemprego, que me faz viver no meu Dodge Dart 73, enferrujado, estacionado na Rua da Amargura, fundos e me obriga a exercer a vergonhosa profissão de blogueiro de O Antagonista. Aliás, o maior antagonismo desse site é ser contra a ideia de me pagar algum tostão, merreca ou cascalho pelas minhas geniais colaborações.

Felizmente tenho os meus 17 seguidores e meio (não esqueçam do anão, que já está gravando a próxima temporada de Game of Thrones), que sempre deixam uma cesta da Cobal aqui em casa cheia de vegetais de duplo sentido que fazem a alegria de Isaura, a minha carente e famigerada patroa.

agamenon arrastao

Agamenon Mendes Pedreira deseja a todos um feliz 2018.

504
ao todo.
banner_arte_02

EU SOU TRAMBIQUEIRO!! COM MUITO ORGULHOOOO!!! COMO MUITO AMOOOOOORRR!!!!

Cheias de esperança no coração, milhões de crianças no mundo inteiro colocaram seus sapatinhos na janela na noite de Natal. Mas foi tudo em vão. O Papai Noel não apareceu. Na manhã seguinte, os pequeninos calçados infantis estavam mais vazios que os cofres do Rio de Janeiro.

Na mesa posta, o tradicional peru de Natal virou um esquálido galeto da Etiópia. As árvores de Natal desapareceram com o desmatamento alucinado e sem controle. Deu ruim.

Papai Noel não apareceu. As renas entraram em greve. No lugar do Bom Velhinho, quem deu as caras foi a Polícia Federal. Aliás, não foi só a PF, não. Também veio a CIA, o FBI, o Mossad e até a KGB para investigar o maior escândalo de corrupção da História da Humanidade. Nem as Pirâmides do Egito nem o Farol de Alexandria nem a Arca de Noé foram tão superfaturadas. A Arca, pelo menos, ficou pronta antes do Dilúvio. Dilúvio Soares!

Papai Noel foi preso na Operação Lapônia, a 34ª etapa da Operação Lava Jato. Investigações revelaram que o Bom Velhote lavava dinheiro dos políticos brasileiros com a fabricação e distribuição de brinquedos chineses superfaturados. E sem dar nota fiscal. Centenas de duendes e renas homoafetivas também foram levados na “coercitiva” para prestar depoimento em Brasília. Um trenó importado foi apreendido.

O Bom Velhinho, que de bom não tem nada, contratou o advogado Kakay e já avisou que vai fazer delação premiada. Segundo o Coroa do Natal, os presentes foram comprados com a doação do Caixa Dois das empreiteiras.

Finalmente descobriu-se por que o Papai Noel só se veste de vermelho: é filiado à CUT, é membro da Executiva Nacional do PT e militante do MST – Movimento dos Sem Trenó. Chico Buarque, Wagner Moura e Gregório Duvivier já divulgaram um manifesto contra a prisão arbitrária do Papai Noel e botam a culpa de tudo na globalização e no governo neoliberal assassino de Fernando Henrique Pomposo.

O Bom Velhinho e o Velhinho Escroto, Emílio Odebrecht, são acusados de comandar um esquema bilionário com o objetivo de tirar o Lula da cana e colocá-lo no regime de 12 anos.

Pelo menos nisso o Brasil se superou: é campeão de roubalheira de fama internacional. Ninguém segura este país! Agora entendo por que o Lula queria se candidatar a secretário geral da ONU. Além do foro privilegiado mundial, Lula iria promover obras da Odebrecht, da OAS, da Mendes Jr., da Engevix, da Camargo Corrêa e da Queiroz Galvão em todo o planeta! Empreiteiras que subornaram do Oiapoque a Marilena Chaui controlariam o mundo inteiro na base da propina! Do Polo Sul ao Polo Norte, da China a Portugal, da Groelândia aos confins da África!!!

agamenon natal

Mais do que a feijoada, o futebol, o samba e as mulatas com tudo de fora, é a corrupção desvairada, a corrupção moleque, a corrupção de raiz que faz a fama do Brasil no mundo. Não tem pra ninguém! (mesmo porque eles roubaram tudo…)

Agamenon Mendes Pedreira é o Bom Velhaco.

24
ao todo.
banner_arte_02