SEM DINHEIRO NO BOLSO FAMÍLIA

Agora, que estou desempregado, vivendo da caridade alheia, fui obrigado a me inscrever em todos os programas assistencialistas: Fome Zero, Bolsa Família, Meu Primeiro Desemprego, Esquenta e Caldeirão do Huck. Enquanto pobre e miserável, não posso ver uma fila que, na mesma hora, eu entro nela. Só de vacina pra gripe já tomei umas 15. Por isso mesmo, nessa semana quase tive um troço quando alguém me disse que o Bolsa Família ia acabar! Desesperado, peguei o meu cartão de pobre e corri para a Caixa Econômica pra ver se tinha sobrado um “cascalho” qualquer na minha conta de miserável profissional.

Assim que cheguei na agência da CEF, deparei-me com uma multidão de personagens esfaimados e esmulambados que , em pânico, já tinham ocupado a agência. Para conseguir chegar na boca do caixa, tive que espancar idosos, dar pontapé em grávidas e bater em crianças catarrentas que choravam no colo dos pais. Ninguém era de ninguém! Na luta encarniçada pela sobrevivência e pelo subsídio de cada dia, os assistidos são capazes de tudo, até mesmo pisar no pescoço da própria mãe. No meio daquela balbúrdia vi o Eike Batista tentando colocar sua peruca no prego! Por um milagre da Previdência, quer dizer, da Providência Divina, adentrou no apinhado recinto a figura messiânica e carismática do ex-atual presidente Luís Benefácio Lula da Silva. Para lembrar seus tempos de sindicalista o ex-operário e atual lobista, subiu num banquinho para acalmar a multidão faminta e gritou:

– Carma, pessoal, que não tem pra todo mundo!

Outra questão que está me tirando o sono é o problemas das empregadas domésticas. Com os novos encargos da lei, estou pensando em mandar a Isaura, a minha patroa, embora. Ciente dos seus direitos, a minha cara (e cada vez mais cara !) metade resolveu agora cobrar hora extra toda vez que fazemos sexo. Quem também está bolado com essa parada das empregadas domésticas é o ex-atual presidente em exercício. Lula não sabe o que fazer com a Dilma, a empregada que ele contratou para fazer a faxina no Palácio do Planalto. Sempre espertalhão, Luísque Inácio Lula da Silva está pensando em demitir a Dilma para recontratar a presidenta como diarista, assim ela só vai poder ir ao Palácio duas vezes por semana para não criar vínculo empregatício. Ex-militante de esquerda radical, Dilma não tem direita à nada. Mas a Dilma não é única funcionária que está na folha do ex-atual presidente. Dilma só lava e passa. Na cozinha (com trocadilho, por favor) Lula prefere a Rosemary que é de forno e fogão e dá tudo o que o presidente gosta de comer.


Agora que estou na maior pindaíba, tenho que acordar cedo para disputar o Bolsa Família com outros miseráveis porque a concorrência é grande, quer dizer, é Gandhi.

 

PENSAMENTO DO DIA, QUER DIZER, DO GLOBO, QUER DIZER, DO BLOG

“No futuro, todos terão direito aos seus quinze minutos de fome.”
                                                    Andy Warhol  

Agamenon Mendes Pedreira é modelo do fotógrafo assistencialista Sebastião Salgado.

 

banner_arte_02

3 Comentários

  1. jacqueline   •  

    uahuahauhauh vai ter que dividir o bolsa esmola com a isaura tambem!

  2. Felipe Esposito   •  

    Hauahauhauaaahuahaau!!!!! Muito bom!!
    Sempre adorei o agamenon! Adoro este estilo de humor!!
    Ótimo saber que ele vai continuar no blog!!!

    Detalhe para o “pensamento do dia” hauahaauhauaua genial!!!

    “No futuro todos terão 15 minutos de FOME”

    Vcs são ótimos!!

  3. José   •  

    Caraca, passa o chapéu, que também dá dinheiro! Método que dá certo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *