A CUMICHÃO DA VERDADE

Eu lutei contra a ditadura, eu lutei pelas diretas, eu lutei pela Anistia, eu lutei contra o Anderson Silva quando ele não era ninguém e, mesmo assim, acabei apanhando. Por causa do meu passado, acompanho com apreensão estes “trabalhos” da Comissão da Vaidade, criada por Dilma Roskoff, a primeira presidenta cross-dresser do mundo!

Ganhando uma nota preta, quer dizer, uma nota afro-descendente, os membros amolecidos dessa Comissão, em vez de esclarecerem os crimes da ditadura, só pensam numa coisa: fazer justiça com as próprias mãos. Todas as quatro. Revanchistas, os integrantes desta sinecura justiceira querem mudar a Lei da Anistia e a Constituição contrariando o STF, Supremo Tribunal de Frango. Felizmente, estes desocupados só não tem nenhum poder e só querem poder (com PH) com a minha paciência.

Militante de esquerda na época da ditadura militar, Isaura, a minha patroa foi torturada e, depois de deixarem ela pelada, ainda fizeram uma canja com a pobre criatura.

Ao lado de Chico Buraque de Hollanda, Tancredo Neves, Brizola e Fafá de Belém, subi no palanque das diretas para lutar por uma anistia ampla, geral e irrestrita. Assim, todos seriam perdoados por seus crimes pregressos: os militares, os torturadores, os terroristas e até a Carminha de Avenida Brasil e o Felix, o gay malvado de Amor à Viada, quer dizer, Amor à Vida. Tentei emplacar naquela lei histórica um perdão pelas minhas dívidas bancárias, extorsões e condenações por estelionato mas, infelizmente, não consegui.

Por isso sou contra esta Comissão que, agora, quer desenterrar o passado e exumá-lo como se fosse o inspetor Grysson do CSI. Eu se fosse a Dilma, além de ficar muito feio, entregaria este trabalho indigesto para o IML que tem muito mais experiência em cadáveres. Se esses comissários mortos–vivos gostam tanto de zumbi porque não vão assistir o Walking Dead?

[divide]

PENSAMENTO DO DIA, QUER DIZER, DO GLOBO, QUER DIZER DO BLOG

O Neymar não está pro Peixe. ”

Juca Kfurico

[divide]

FIGURAÇA DA SEMANA

Neymar – aconteceu o que todo mundo estava esperando  há muito   tempo: Neymar trocou o Santos pela novela Amor à  Vida. O franzino craque da Vila Belmiro, além de namorar a Bruna Marquezine, agora também vai contracenar com o Messi que é o protagonista do time catalão. Com apenas 19 anos, Neymar vai embolsar uma grana afro-descendente enquanto eu, continuo aqui na Rua da Amargura onde meu Dodge Dart 73, enferrujado, está estacionado desde que fui gentilmente defenestrado pelo meu editor em O Globo. Muitos leitores que ao anunciar a minha saída achavam que eu estava de sacanagem, Mas quem estava de sacanagem mesmo era o meu ex-editor. Mas voltando ao craque dos penteados extravagantes, eu não sei porque as pessoas têm tanta inveja do Neymar. Só porque ele é rico, vive cercado de mulheres maravilhosas e faz todos os anúncios de comerciais? Além de tudo isso, Neymar tem uma outra vantagem no mundo das celebridades famosas do show business: não é dupla de sertanejos universitário e assim não precisa dividir a sua grana com ninguém.

Agamenon Mendes Pedreira, acha que a Comissão da Verdade deve ser de 20 %.

[divide style=”2″]
banner_arte_02

2 Comentários

  1. João Pitella Junior   •  

    Caro Agamenon,

    Apesar de sempre escrever anedotas de uso exclusivo das Forças Armadas, você não foi vítima da ditadura militar, e sim da ditadura do politicamente correto da era civil. Portanto, essa questão da comichão da verdade deveria estar superada na sua coluna-comuna. Senti no seu texto uma grande influência do João Gilberto. Saudações ao Enéas, seu cu-nhado assumido e sumido.

    Abraços,

    João Pitella Junior

  2. Jorge Bittencourt   •  

    O Jornalismo enquanto profissão está extinta assim como a de datilógrafo. Troca seu carango por uma kombi para lotadas no bucólico bairro da Curicica. Assim você arruma um qualquer.
    Ótima coluna com conteúdo “diferenciado” como se diz hoje em dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *