GUERRA E PAES

O problema é que o Vladimir ficou Putin da vida com a Ucrânia e resolveu voltar aos tempos da Guerra Fria, fenômeno climático que atingiu a diplomacia mundial nos anos 50 e 60. Como uma espécie de Stálin

A presidenta–gerenta entrou no clima da Copa e já está torcendo. Torcendo para faltar luz e ninguém ver o mico que ela vai pagar durante o Mundial.


Enquanto os brasileiros ficam cada vez mais bolados com a Mocréia de Brasília, o mundo inteiro está de olho na Criméia. A Criméia, pra quem não sabe, é uma região inflamada que pertencia à Ucrânia que, por sua vez, era propriedade privada da União Soviética. Privada não, porque na Rússia Comunista privada era só pro pessoal do partido. Mais ou menos como é hoje na Papuda…

O problema é que o Vladimir ficou Putin da vida com a Ucrânia e resolveu voltar aos tempos da Guerra Fria, fenômeno climático que atingiu a diplomacia mundial nos anos 50 e 60. Como uma espécie de Stálin careca, o presidente perpétuo da Rússia resolveu mandar suas tropas e, na mão grande, anexou a Criméia e colocou uma placa na fronteira: “Agora sob Nova Direção”. Em seguida, o ditador soviético mandou uma mensagem desaforada para os EUA e a comunidade mundial: “Criméia é essa?!?”

Tzar o deles! Aqui no Brasil não tem guerra mas o bicho também está pegando e o que é pior: o Obama não quer nem toma conhecimento. Todo mundo sabia que a Dilma era “o poste que o Lula elegeu.” O que ninguém desconfiava é que a luz do “poste” apagou. Além do racionamento de luz, vamos ter falta de água durante o Mundial. Resultado da partida: o Brasil que já tem falta de caráter, falta de escrúpulos e falta de vergonha na cara, ainda vai ter que encarar a falta de água. Do H2O só o O está confirmado. Apesar da riqueza do pré-sal, o Brasil vai ter que viver a miséria do pré-água além das manifestações dos black blocs e dos sem-água. O governo precisa agir rapidamente. Se a Dilma não furar milhares de poços artesianos até a Copa, o Brasil corre o sério risco de não conseguir mais molhar a mão da base aliada.

banner_arte_02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *