CAÇA AOS BROXAS

Assim como Jesus Cristo que agonizou na cruz, a presidenta-gerenta Dilma Roskoff está vivendo o seu calvário. Se o Homem de Nazaré (de Antonio Marcos) morreu na cruz para nos salvar, a primeira presidenta cross-dresser do Brasil parece boneco de Judas na Sexta-Feira da Paixão: toma paulada de tudo quanto é lado. Em plena Semana Santa, estamos vivendo uma verdadeira caça às bruxas. É só a Dilma, a Graça Foster e a Míriam Belchior aparecerem no Jornal Nacional pras criancinhas, coitadas, perderem o sono apavoradas. Na semana passada as duas “companheiras”, Dilma e Graça, foram até Recife para batizar um novo navio. O nome da embarcação era Dragão do Mar. Mas, afinal, qual dos dois dragões está sendo “homenageada” pela embarcação ? E se o navio afundar antes das eleições?

O Brasil está afundando e começou justamente pela Petrobrás, a líder mundial em negociatas profundas. Desde que Meméia Foster assumiu a presidência da Petrobrás, a coisa ficou preta, quer dizer, afro-pretrolífera. Para Isaura, a minha patroa, a Petrobrás parece comigo na cama: não dá uma dentro. Segundo a minha cara-metade, eu, Agamenon Mendes Pedreira, sou o líder mundial em brochadas profundas.

 À noite, quando penso no Brasil, perco o sono e minha mente é tomada de pesadelos assustadores. Outro dia mesmo, sonhei que estava nu, numa animada CPI de embalo. A atmosfera era de puro sexo! Ninguém era de ninguém! A troca de favores e casais comia solta. Parecia mais um sonho erótico. O meu bilau, tal e qual Lázaro, já estava até ressuscitando, apresentando uma honrosa meia bomba. Mas o devaneio onírico de cunho sexual acabou subitamente quando entraram no plenário, com tudo de fora, Dilma, Graça, Miriam Belchior e o Cerveró, o diretor de Notre Dame. Naquela momento, ao ver aquelas criaturas das trevas horripilantes, a minha ereção desabou como se fosse uma ação da Petrobrás.

 

16-04 Agamenon

Apesar de trocarmos o óleo todo os dias, regularmente, a Isaura, minha patroa, assim como o Brasil, ainda não conseguiu alcançar a auto-suficiência.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista de águas profundas.

banner_arte_02

3 Comentários

  1. Joannis   •  

    Valeu. Bem vindo.

  2. Heloisa Pereira da Silva   •  

    Não tenho a pretensão de ser meia seguidora sua, então me denomino seguidora um quarto assim pelo menos teoricamente vc tem dezessete e três quartos seguidores.Bç

  3. Ernesto Ferreira Netto   •  

    Agarenos, sou seu fã, comprei jornal muito tempo, somente para dar boas risadas. Seja muito benvindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *