BRAZUCA BRASIL!

O dia de jogo do Brasil é sempre estressante e cansativo. Acordei cedo e fui de metrô pra porta do Itaquerão vender os ingressos que eu passei a noite falsificando. Em seguida, encontrei-me com o ex-presidente em exercício Luísque Inácio Lula da Silva e o ex-presidente do Corinthians para tentar acabar as obras do estádio antes do jogo começar. Viramos concreto, batemos prego, serramos tábuas mas não conseguimos entregar o Itaquerão a tempo. Resolvemos parar o serviço no meio porque o Lula arrumou umas verbas com alguns empreiteiros e nós fomos pro boteco gastar tudo com cachaça. Apesar da obra não ter ficado pronta, Lula aprovou o gramado do estádio. Pelo menos como tira-gosto.

Como já expliquei aos meus 17 leitores e meio (não esqueçam do anão), pretendo continuar sem assistir nenhum jogo da Copa do Mundo para não influenciar as minhas análise críticas, isentas e imparciais. Assim como os dirigentes de futebol , não quero saber de nada que acontece dentro do gramado: só me interessam as jogadas cabulosas. Como diz o ditado , o futebol é uma caixa- forte de surpresas. De preferência, numa conta secreta da Suíça. Antigamente no futebol , quem roubava era só o juiz. Mas o esporte evoluiu e a roubalheira agora é generalizada. Do gandula ao Blatter , do vendedor de cachorro quente ao empreiteiro, da mais humilde Maria Chuteira ao presidente do Barcelona, todo mundo quer ganhar a sua bolada.

Mas eu levo fé na seleção! O caneco vai ser nosso, é ruim de não ser! Nós temos tradição: já derretemos a Jules Rimet e agora vamos derreter essa taça nova também! Ninguém segura o Brasil! Nem o Bradesco , nem a Sul América , nem a Porto Seguro, nem a Allianz e nem a Met Life! Todas se recusaram a segurar o Brasil.

Está provado: o Itaquerão e Roma não foram feitos em um dia.

Está provado: o Itaquerão e Roma não foram feitos em um dia.

Agamenon Mendes Pedreira é gandula recuado.

banner_arte_02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *