RAPA FORA, DILMA!

Enquanto desempregado crônico, obrigado pelo destino cruel a exercer a humilhante profissão de blogueiro, vou aproveitar mais um Domingão da Manifestação, para ir às ruas. Mesmo porque, depois de minha última demissão, eu já fui pra rua há muito tempo! Curtindo o maior miserê, eu e Isaura, a minha patroa, fomos obrigados a estacionar a nossa residência, o Dodge Dart 73, enferrujado, na Rua da Amargura, fundos, onde estamos vivendo de favor. Aliás, se não fosse a minha cara-metade, a esta altura eu já estaria na fila do Fome Zero, do Bolsa Família, do Caldeirão do Hulk, do Esquenta e de outros programas sociais que passam na televisão. Adepta fervorosa da terceirização, Isaura, a minha patroa, também resolveu flexibilizar suas relações trabalhistas e, assim, consegue sempre ganhar um “por fora”, mesmo que o por fora seja por dentro.

Indignado com o governo, a inflação, o desemprego e a minha cornitude, vou pintar a minha cara enrugada e protestar junto ao eleitorado reacionário coxinha neoliberal, que não aceita que o Brasil seja governado por uma presidenta cross-dresser de esquerda. Segundo a oposição, o Brasil está virando uma Venezuela. Caracas! E o que é pior: os pessimistas acham que a Venezuela já virou o Brasil.

Eu sou contra o impeachment da Dilma! Impeachment é muito pouco pra essa mocreia! Sigam-me o meu raciocínio: a “presidenta-gerente”, em apenas quatro anos, aumentou a inflação, diminuiu o PIB, fez o dólar subir, faliu o setor energético e quebrou a Petrobras. Será que a Dilma é uma agente neoliberal infiltrada no PT para destruir a maior empresa nacionalista do país? Nem mesmo o Roberto Campos imaginou que isso um dia iria acontecer. Além do mais, nem precisa mais tirar a Dilma, gente. Defensora da terceirização, Fudilma Rousseff resolveu entregar a presidência de vez pro PMDB (Partido do Me Dei Bem). Dilma Roskoff, a Mandonna brasileira, agora não manda mais p*#!**orra nenhuma. Agora quem está mandando no país é o Renan Canalheiros, o Eduardo Pulha e o Michel Tremer. O Temer vai acumular a falta do que fazer na Vice-Presidência não fazendo nada na Articulação Política. Pensando bem, o Michel Temer pelo menos está acostumado a apavorar as pessoas. Até porque já foi protagonista de muitos filmes de terror no papel de mordomo ou vampiro.

09-04 agamenon

Seguindo o exemplo da Germanwings, Dilma Mocreff resolveu nomear Michel Temer seu copiloto.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista de terceirizada.

banner_arte_02

4 Comentários

  1. Pingback: Leia a coluna do Agamenon – Rapa Fora, Dilma « Marcelo Madureira – VEJA.com

  2. José Pereira   •  

    Respondendo à pergunta:
    Será que a Dilma é uma agente neoliberal infiltrada no PT para destruir a maior empresa nacionalista do país?
    Esta é a pergunta do milênio. A resposta é: sim. Os próprios comunistas é quem são os maiores neoliberais. Duvida? Então por que os yanques têm estreita relação com a China? Por que todos os membros do Clube Bilderberg usam a mão de obra escrava da China? Afinal, quem é que sempre financiou os comunistas, desde sempre? Por que o sindicalismo nos anos 70, 80 e 90 conseguiam tudo das multinacionais, cujos donos fazem parte do Clube Bilderberg? A Dilma pode ser comunista, mas a cartilha que ela segue, ministrada pelo José Dirceu, vem das mãos dos neoliberais, que estão concentrando riquezas mundiais através de oligopólios internacionais, sob a proteção comercial de regimes comunistas, que regulam as suas economias de acordo com as conveniências que enriquecem os ditadores de plantão.

  3. João Neto   •  

    Pô!! Se a mulher não deu conta de administrar uma lojinha de bagulhos de R$1,99 como ela vai dar conta de administrar um país!!!!!!

  4. Djacir Carvalho   •  

    “FORA CADELA”

    VAMOS PARAR DE SER BONZINHOS IGUAIS A OPOSIÇÃO NO CONGRESSO. CHEGA DE INCOMPETÊNCIA COMO O PT e o PMDB, O MAIOR PARASITA DO BRASIL? VAMOS DAR GOLPES DIRETOS E SECOS, COMO POR EXEMPLO ESTE ACIMA. AÍ VOU COMPRAR E DISTRIBUIR OS ADESIVOS.

    É SÓ ISSO: “FORA CADELA”. NÃO PRECISA COMENTAR MAIS NADA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *