A FIFA SE FONDUE!

Depois do mensalão e do petrolão, agora surge um novo escândalo: o Fifalão. Os comentaristas acham que sabem tudo de futebol, mas quem entende mesmo de jogada são os cartolas da FIFA (Falcatruas Internacionais de Futebolistas Arrogantes). Numa espécie de Operação Lava-Jato-futebolística, a Polícia Suíça e o FBI prenderam vários dirigentes de futebol metidos na maior roubalheira. Mas não era uma maracutaiazinha qualquer não, era uma roubalheira no Padrão FIFA! O mundo está mesmo virado. Já não se pode mais roubar sossegado! Nem mesmo na Suíça, um país neutro, os abelhudos da polícia deixam os salafrários trabalhar em paz! A Suíça, país dos relógios-cuco, dos chocolates, das vacas leiteiras e das contas secretas, virou uma esculhambação. Como é que se interrompe um congresso internacional de negociatas de alto nível?

Entre os presos está o ex-presidente da CBF (Confederação Bandalheira de Futebol), o ancião José Maria Dindín que começou sua carreira criminal ao lado do faraó João Havelhange, responsável pelo superfaturamento na construção das pirâmides do Egito Antigo para a Copa do Egito Antigo, o Egitão.

Mas parece que o FBI está atrás de outros cartolas brasileiros, como João Dafalange e Enricado Teixeira. João Dafalange é a glória do esporte nacional; além de presidente de honra do PCC (Primeiro Comando da Cartolagem), foi campeão olímpico de assalto triplo qualificado. Seu ex-genro e comparsa, Enricado Teixeira, está escondido em Miami num lugar chamado Boca Ratón.

Onde estavam os rigorosos juízes de futebol que não viram a posição irregular dos cartolas? Não era caso de cartão de crédito vermelho? Na verdade, a FIFA só se interessa por uma coisa no futebol: as boladas. A sede da FIFA fica na Suíça porque os cartolas são pessoas muito sentimentais e querem ficar sempre pertinho do dinheiro. Se essa roubalheira internacional aconteceu com os dirigentes titulares, imagina os que ficaram no banco? Banco de Zurique, é claro.

Aconselhado por Luísque Inácio Lula da Silva, o presidente da CAFIFA, Joseph Blatter, declarou em entrevista coletiva que não sabia de nada e que apoia as investigações, doa a quem doar. Irritado com uma pergunta impertinente de um repórter, Blatter mandou o jornalista se Qatar. Na primeira classe.

O Brasil é uma terra abençoada onde se pode praticar tranquilamente o lulopédio. O lulopédio é igual ao ludopédio, só que com mais roubalheira. Graças a Deus no Brasil não tem vulcão, terremoto, maremoto nem FBI. O mais inacreditável nisso tudo é que no Fifalão não tem ninguém do PT e nenhum empreiteiro envolvido… por enquanto.

Depois de tantas jogadas, os milionários cartolas da FIFA, acabaram indo em cana.

Depois de tantas jogadas, os milionários cartolas da FIFA acabaram indo em cana.

Agamenon Mendes Pedreira, como todo bom jornalista, chuta com as duas pernas.

banner_arte_02

3 Comentários

  1. cardoso antonio   •  

    Agamenon, tá na miséria nada, tá vivendo numa casa de praia em Miami. Financiado por mensalinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *