PENALIDADE PENAL

Meus 17 seguidores e meio, através das redes antissociais, me pedem para entrar de cabeça ereta no debate sobre a redução da maioridade penal para 16 anos. Principalmente o anão, meu seguidor e meio, que voltou ao time dos meus minguados leitores, agora que a última temporada de Game of Thrones acabou.

Na verdade, esse debate de m*!##!*erda não serve para p*!###!**orra nenhuma. Desculpem as expressões vulgares, chulas e de baixo calão, mas é que desde que me tornei um desempregado crônico, minha paciência, assim como o meu dinheiro, se esgotou… Voltando à Dilma fria: o que precisa urgentemente ser instituída no Brasil é a penalidade penal. No Brasil, com desonrosas exceções, só vai preso quem corta árvore ou não paga pensão pra ex-mulher. Até mesmo a galera do PT (Papuda dos Trabalhadores) já foi quase toda solta e hoje goza de prisão domiciliar e, o que é mais importante: prestando consultorias.

Uma coisa que o PT (Partido Trambiqueiro) fez muito bem desde que se encastelou no poder é prestar consultorias. O Palocci, por exemplo, ganhou 35 milhões de reais por suas consultorias! Como é que pode uma parada dessas? Em sua defesa, o ex-ministro explicou os serviços prestados. Por ser médico, Palocci recebeu vários empreiteiros no seu consultório, examinou suas carteiras e emitiu atestados de saúde financeira pra todo mundo. E o ex-detento Josef Dirceu, que recebeu 40 milhões por consultorias feitas no período em que pagava uma etapa na cadeia? Será que ele estava dando consultoria para os seus colegas de penitenciária? Deve ser por isso que o Chico Buraque está fazendo campanha pela redução penal do Zé Dirceu. Isso ninguém fala!

O que deveria estar na boca do povo é um problema muito maior, quer dizer, muito menor, e que aflige milhões de brasileiros, presos ou não: a redução da maioridade peniana. Segundo o IBGE, para um pênis ser considerado “dimaior”, é preciso ter pelo menos 18cm de idade. Como eu não alcancei essa marca, sou considerado “dimenor”, principalmente por Isaura, a minha insatisfeita patroa. E olha que ela conhece a fundo o Estatuto do Menor, o Estatuto do Médio e o Estatuto do Comprido. Por isso mesmo estou pleiteando junto ao SUS, Serviço Urinário de Saúde, uma viagem à África do Sul, onde se realizam com sucesso transplantes de pênis masculinos. O problema é que, por ser na África, vai ser difícil arrumar um pênis grande da minha cor.

18-06

Agamenon Mendes Pedreira já está na África do Sul para realizar a sua sonhada cirurgia de transplante peniano. E recebeu a visita de muitos afro-residentes se oferecendo para doar uma parte de suas anatomias.

Agamenon Mendes Pedreira é idoso infrator.

229
ao todo.

banner_arte_02

1 Comentário

  1. Pingback: Leia a coluna do Agamenon: PENALIDADE PENAL « Marcelo Madureira – VEJA.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *