THE BOOK ROSA IS ON THE TABLE

A novela “Verdades e Cascatas”, de Walcyr Carrasco, está mostrando pela primeira vez ao Brasil a realidade das agências Book Rosa. Pra quem não sabe, Book Rosa são agências que trabalham cafetinando jovens modelos que, algumas vezes, são contratadas para fazer programas e depois voltar à prostituição, que é o esporte que elas realmente gostam de praticar. Essas inocentes GPs também se vendem por dinheiro e acabam envolvidas com o crime organizado, assim como o pessoal do PT (Partido da Tranca ) e da base criminal aliada.

Cobrando mais que o Lula em suas “palestras”, as abonadas garotas do Book Rosa passam a torrar a grana com os vícios mais caros, levando uma vida de devassidão e safadeza generalizada. Até aí, tudo bem. O problema é que, em pouco tempo, essas lindas jovens, que esbanjavam saúde e beleza, acabam se tornando viciadas em crack: Fred, Adriano, Ronaldinho Gaúcho e o Guerrero.

A prostituição e o jornalismo são as mais antigas das profissões. E isso desde o tempo em que a primeira mulher da caverna (ancestral da “mulher sapiens” da Dilma) resolveu vender seu corpo por um pedaço de carne. Carne de mamute, é claro. Só os caretas e coxinhas conservadores não veem que esse lance do Book Rosa não tem nada de mais, é só uma espécie de gourmetização da putaria. Um bordel on-line com três estrelas no Michelin. A diferença é que agora estão cobrando uma fortuna por aquilo que você já comeu mais barato.

Com a chegada do Viagra feminino, as reprimidas mulheres muçulmanas vão, finalmente, poder dar a burka.

Com a chegada do Viagra feminino, as reprimidas mulheres muçulmanas vão, finalmente, poder dar a burka.

 

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista book marrom.

banner_arte_02

3 Comentários

  1. Ricardo de Miranda   •  

    Agamenon, “…a primeira mulher da caverna (ancestral da “mulher sapiens” da Dilma)…” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eu morri com essa frase!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Abraços.

Deixe uma resposta para Ricardo de Miranda Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *