COSPE OU ENGOLE?

O Brasil está desmoronando e começou justamente pela ciclovia da Niemeyer. Também pudera, foram batizar o viaduto de Tim Maia e todo mundo sabe que ressaca e Tim Maia sempre foram incompatíveis. Se fosse o nasoduto Brasil-Bolívia até que a homenagem ao genial “Síndico” faria algum sentido.

Mas o fato é que a ciclopassarela, depois que virou pó, foi analisada pelo perito Paulo César Pereio, que atestou que o concreto era malhado, de quinta categoria. Realmente, as coisas não estão cheirando bem no Rio de Janeiro e, desta vez, nem se pode colocar a culpa na Baía de Guanabara.

Enquanto isso, no resto do Brasil outra questão de fundo divide a sociedade. A “esposa” do ministro do Turismo, D. Milena Santos, ostenta o título de Miss Bumbum de Miami no seu avantajado currículo (com trocadilho, fazendo o favor).

E, para mostrar como pretende aumentar o afluxo de turistas ao Brasil, a patroa do ministro posou para um ousado ensaio fotográfico no gabinete do ministro. Na sessão de fotos, Milena fez questão de mostrar os vales profundos, as furnas escuras e as matas não tão virgens que os viajantes estrangeiros tanto apreciam.

O Brasil cada vez se divide mais. Depois dos Coxinhas e Mortadelas, de Esquerda e Direita, dos Golpistas e Governistas, agora apareceu mais um racha. Os Cospe e os Engole. Depois que o deputado Jean Willis cuspiu no deputado Jair Bolsonaro no meio do plenário da Câmara dos Deputados, a cusparada virou o argumento definitivo nas discussões políticas. Por isso mesmo, no fim de semana passado o ator dramático Zé de Abreu exerceu o seu direito de resposta cuspindo num casal em São Paulo.

Por causa de polêmica do Cospe ou Engole, a minha patroa, a Isaura, autoridade em etiqueta em bacanais de família, foi convocada pela GloboNews para esclarecer qual o comportamento adequado numa suruba  em que a política obrigue as  constantes trocas de posição e que acabam colocando na própria boca dos participantes coisas que normalmente não oralizariam.  Segundo a Isaura, a minha patroa, nesse tipo de colóquio erotopolitizado a etiqueta determina que, em nome da boa convivência, o correto é engolir. É melhor engolir do que ficar polemizando.

28-04 bunda

A sabedoria popular diz que não se cospe em prato que já se comeu, a não ser, é claro, no caso de promover a lubrificação.

Agamenon Mendes Pedreira é campeão infantojuvenil de cuspe a distância.

banner_arte_02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *