TÁ RUIM, MAS VAI PIORAR!

Agora entendo por que se comemora o Dia do Trabalho. No Brasil, quando alguém consegue arrumar um, tem mais é que comemorar mesmo. Por outro lado, acho que nesta crise em que estamos, em vez do Dia do Trabalho, deveria ser o Dia do Desemprego. Afinal, com 14 milhões de desempregados sem carteira, daqui a pouco vai ter mais desempregado do que empregado no olho da rua.

Pensando bem, não. Esqueçam tudo. O dia do desempregado é todo dia. Sei do que estou falado. Todo dia, diariamente e noturnamente, saio por aí, de Seca a Meca, de déu em déu, batendo em tudo que é porta, procurando um serviço, um biscate para defender algum qualquer para garantir a janta. Mas tá difícil. Até para bandido tá difícil no Brasil porque a concorrência é grande.

Cada vez tem “menas” serviço. Agora é tudo feito por robô. Já tem até mulher da vida robô para fazer concorrência desleal à Isaura, a minha patroa, há mais de 50 anos na atividade do lenocínio. As “robustas” estão cobrando “50 real a compreta” contra os 100 reais regulamentares. E mais! Dão o @#$%ˆ&*?!!!, chupam o %$#@&*@!!!! e ainda fazem coisarada… Assim não vale!

Já tem robô pra tudo. O banco robô, a empreiteira robô, a prefeitura robô, a farmácia robô. Em Brasília, já é tudo robô há muito tempo. Tem em tudo que é parte, é robô até dizer chega. Esse é o problema! Não sobrou nada pra ninguém. E o brasileiro é um povo rústico e primitivo: vive da caça, da pesca e da coleta de furtos silvestres.

Mas voltando aos robôs. O Brasil é um país tão maluco, tão corporativista, que é o único lugar do mundo que tem sindicato de robô (filiado à CUT – Central Única Tecnológica). Tem até duas centrais sindicais: uma de Corrente Contínua, outra de Corrente Alternada. 110 e 220. Os robôs se reúnem em assembleia, combinam greve e fazem piquete na frente da tomada.

Pois é, por isso tudo, fico triste e abatido. Felizmente, quando estou assim, a patroa, a Isaura, sempre tem algum consolo para mim. Da sua coleção particular. Então, de alma renovada, o que me dá esperanças, é que aquilo que está ruim sempre pode piorar! Por exemplo: acabaram com o imposto sindical obrigatório. Logo agora que eu ia fundar o Sindicato dos Desempregados do Brasil (filiado à CUT – Central Única dos Trambiqueiros). Tinha até pauta reivindicatória:

GREVE GERAL DOS DESEMPREGADOS! Ou o governo aumenta os desempregados ou paramos o Brasil!

DIMINUIÇÃO DA JORNADA DE DESEMPREGO!

ADICIONAL POR DESEMPREGO INSALUBRE!

ADICIONAL POR TEMPO SEM SERVIÇO!

HORA EXTRA DE DESEMPREGO PAGA EM DOBRO!

FÉRIAS, DÉCIMO TERCEIRO, FUNDO DE GARANTIA, QUINQUÊNIO, BIÊNIO E LICENÇA-PRÊMIO PARA TODOS OS SEM EMPREGO!

E mais! Com 25 anos de desemprego na carteira, o desempregado vai poder se aposentar pelo INSS com direito à cesta básica, vale-transporte e um apartamento em Miami

E mais! Com 25 anos de desemprego na carteira, o desempregado vai poder se aposentar pelo INSS com direito à cesta básica, vale-transporte e um apartamento em Miami

Agamenon Mendes Pedreira é sindicalista do crime.

17
ao todo.
banner_arte_02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *