REAÇÃO EM CADEIA

 

Nem tudo vai mal no Brasil. O Rio de Janeiro, por exemplo, vai de mal a pior. O único consolo do carioca é que hoje está melhor do que amanhã! Para economizar, o povo já está pensando em transformar a ALERJ (Associação dos Ladrões do Estado do Rio de Janeiro) numa cadeia. É só botar as grades, mas o Rio está quebrado, não tem verba para essa obra. A ALERJ está uma bagunça. Na semana passada, proibiram o povo de assistir à votação da “desprisão” do Jorge Picciani. Segundos os seguranças, só pode entrar no recinto quem tem ficha na polícia e atestado de maus antecedentes criminais.

No Rio de Janeiro está todo mundo em cana. Só falta prenderem o Pezão para transferir a sede do governo para a penitenciária de Benfica. Até os membros do TFC (Tribunal de Faz de Contas) estão recolhidos “aos costumes”, como se dizia nos tempo em que se amarrava corrupto com propina. Por enquanto, o xerife da cadeia é o ex-governador Serginho Marginal Filho, mas agora, com a prisão do Garotinho, já se comenta que os dois podem disputar a eleição em 2018 para ver quem vai governar a penitenciária. A Polícia Federal anda muito cabreira: depois da prisão do Picciani, estão achando que vai ter guerra de facção em Benfica. Por falar em Jorge Picciani, a Associação Protetora dos Animais protestou contra a prisão do sócio-atleta.

O entra e sai da cadeia carioca é frenético e incessante e não é por conta das visitas íntimas, mas das ordens desencontradas da Justiça, que manda prender, e da Alerj, que manda soltar. Para facilitar a circulação, os Federais queriam instalar uma roleta na porta da cadeia, já que o governador Pézão Frio quer instituir o jogo para arrecadar mais recursos para roubar.

As cadeias cariocas estão virando um “point”, uma nova atração turística da cidade. Quem acaba de dar entrada na instituição penal é o Casal Vinte, 20%, é claro. Anthony e Rosinha Garotinho também foram recolhidos ao xilindró. Antes de ser trancafiado, Garotinho foi levado até o IML para exame de corpo de delito. O problema é que os peritos, examinando o ex-governador, não conseguiam separar o que é corpo do que é delito. Na dúvida, mandaram prender tudo junto. Garotinho, com medo de assédio sexual, já pediu para ser transferido para a Febem.

 

 

A Cidade Maisdesastrosa está entregue às baratas. No caso, a Famiglia Barata, que controla os transportes, inclusive o transporte de propina.

A Cidade Maisdesastrosa está entregue às baratas. No caso, a Famiglia Barata, que controla os transportes, inclusive o transporte de propina.

 

20
ao todo.
banner_arte_02

1 Comentário

  1. Glauber   •  

    “…não conseguiam separar o que é corpo do que é delito.” kkkkkkkkk de onde vocês tiram essas idéias? kkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *