JOÃO DEDEI 

Brasileiro acredita em tudo: Preto Velho, Zé Pelintra, Cabocla Jurema, Silas Malafaia, Satanás, macumba, candomblé, médium kardecista… E o que é pior: tudo ao mesmo tempo. Tudo junto e misturado. O brasileiro é tão crédulo, tão ingênuo, que acredita até em político.

O Lula não roubou, ele só “incorporou” o espírito da OAS (Obrigado, Amigo Sindicalista), que, por sua vez, reformou o “triprex” do Guarujá. Ora, se a OAS faz obras, nada mais natural que “incorpore” a construção de um prédio. A reforma de uma chácara, no fundo, é uma forma de kardecismo sindicalista.

Mas agora esse negócio de crendice foi longe demais. Foi até Abadiânia, interior de Goiás, onde o médium espiritualista, João Dedada, produzia “curas milagrosas”. Abadiânia é uma espécie de Disneylândia espiritualista. Todo mundo procurava o médium para resolver seus “pobrema”. Vários ministros do STF se consultaram com o psicoplasma goiano, inclusive Gilmar Mendes, que também é médium, pois vive sendo incorporado pelo “espírito de porco”.

Para o médium João Dedada, todo “pobrema” é de “fundo nervoso” e, por isso mesmo, ele tem que “entrar” no corpo das crentes (mas só das gostosas) para proceder à “cura espiritual” depositando o seu ectoplasma. Pois então, para entrar no corpo de alguém, tem que ser por algum buraco. O ouvido é muito apertado para um espírito poder passar.

Denunciado por assédio espírito-sexual, João Dedeus, explicou ao delegado que não tem nada a ver com o assunto. Como todo médium “da linha branca”, Dedeus é apenas um “cavalo” de uma “entidade”. No caso, um médico nazista, o Dr. Fucks, que, insatisfeito com as maldades que fazia na vida carnal, resolveu continuar praticando do Além.

Aliás, eu não entendo por que esses médiuns só fazem “cirurgia espiritual” usando faca cega, canivete velho, garfo enferrujado, colher torta, tesoura de tosar ovelha… Por que não usam instrumentos cirúrgicos de verdade? Por que não dão anestesia? Por que não aceitam plano de saúde? Não é por falta de dinheiro.

Na verdade, João de Deus, como todo médium, estava incorporando o ectoplasma de um médico, no caso o Doutor Roger Abdelmassih, que ainda não morreu, mas já está “guardado” num centro (espírita) de segurança máxima. Dr. Abdelmassih era especialista na “encarnação” de pacientes por métodos sobrenaturais. É isso: enquanto uns recebem “por fora”, outros recebem “por dentro”.

Agamenon Mendes Pedreira é kardecista da linha branca afrodescendente.

 

banner_arte_02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *