A CPI DO LAVA TOBA

As queimadas deixaram de ser assunto, mas em compensação a chapa continua quente em Brasília, a capital foderal.  Continuam as frituras de ministros que podem causar incêndios, queimaduras, fraturas e escoriações generalizadas no governo, e não necessariamente nessa ordem.

Acontece que o verão se aproxima, e as temperaturas estão cada vez mais elevadas no Planalto Central! Felizmente o bolsonarismo radical não acredita no aquecimento global, pois isso é coisa de coooomunista.

Mesmo assim as queimadas continuam devastando o país, e o foco do incêndio fica na Brasilha da Fantasia, onde a fogueira das vaidades não para de crescer. E olha que São João foi há três meses!

Que o Brasil é um inferno todo mundo já sabia. O que ninguém sabe é que até o Capeta, Belzebu em pessoa, tirou passaporte e já se mudou para Portugal em busca de uma vida e temperaturas mais amenas.

As labaredas infernais já atingiram até mesmo o deputado Porquinho Maia, que nas planilhas da Odecheque é conhecido como Botafogo. E bota fogo nisso!

No Detrito Federal, os habitantes vivem numa bolha. Bolha no caso é você, que paga para sustentar um bando de gente que não trabalha mas ganha. E ganha uma nota preta, quer dizer, uma nota afrodescendente! Ao contrário de mim, Agamenon Mendes Pedreira, que trabalho pra caramba e não ganho nada .

Outra dia mesmo supliquei ao Diogo Mainardi e ao Mário Sabino, no meu italiano macarrônico, que pagassem algum qualquer pelas minhas colaborações não premiadas.

Chorando lágrimas de crocodilo, pedi aos meus editores que depositassem  algum “cascaglio”, “una buffunfa” ou  até mesmo um singelo “capiletti” na minha conta bancária. Mas qual!  Don Mainardi e Don Sabino, homens (sic) íntegros e coerentes na sua linha editorial, são totalmente antagonistas a essa minha ideia remuneratória. Mas “tutto bene”, “andiamo via”, “siamo di corsa”.

Enquanto isso, os três Poderes estão em pé de guerra, principalmente o Judiciário, que em delúbio, quer dizer, conluio, com o Executivo está fazendo todo tipo de maracutaia para livrar a cara de pau do filho do presidente, o senador Flávio Bolsolavo. Imaginem que até o Índio da Costa foi preso! Todos sabem que os indígenas são inimputáveis, embora eu e a família Bolsossauro não sabemos o que essa palavra signifique. Aras bolas…

E por falar em Famiglia Bolsosacco, eu sei por que o filho 02  tirou uma foto com um trabuco na cintura ao lado do Jair Se Operando. Foi  um recado para os médicos. Sabe como é, esses doutores de São Paulo, depois de meter o bisturi no paciente, aproveitam e também metem a mão na grana do paciente. Nem precisa ficar bom. Aliás, bom o Bolsossauro não vai ficar nunca, no máximo vai ficar entre regular e péssimo. É só conferir na pesquisa DataFolha.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista de primeira instância.

banner_arte_02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *