banner_arte_02

TÁ INTRANQUILO! TÁ DESFAVORÁVEL!

O Big Brother Brasil acabou, mas o Big Bosta Brasil continua e, ao contrário do reality do Boninho, parece que não vai terminar nunca! Nunca antes na História deste país se falou tanto “Nunca antes na História deste país!”. O Brasil está dividido: uns odeiam o governo da presidanta Zika Rousseff enquanto outros simplesmente detestam. Por conta da excessiva polarização política, amizades foram desfeitas, casamentos chegaram ao fim, até os cegos não olham um pros outros e os manetas nem se cumprimentam mais. Mesmo os apolíticos lutadores de MMA e a equipe olímpica de judô ameaçaram: “Não vai ter golpe!”.

Quem acha que sabe o que vai acontecer ou está mal informado ou acabou de receber um pão com mortadela para fazer passeatas a favor do governo morto-vivo de Walking Dilma Rousseff. Eu sonho com o dia em que o Brasil vai ser governado por uma mulher! Porque essa Dilma Mocreff não passa de um presidente cross-dresser, uma espécie de Laerte macho.

A que ponto nós chegamos: até o Maluf está enojado com tanta roubalheira e disse que vai votar a favor do impeachment! Patrimonialista “old school”, Maluf é do tempo do “Rouba mas faz”. Já Luísque Inácio Lula da Silva e Dilma Roskoff são adeptos do “Rouba mas faz m#*$*!**erda”. Por falar em dejetos humanos, o fisiologismo está comendo solto em Brasília e o que é pior: com essa inflação alta, os políticos ficaram muito mais caros!

Isso pode, Arnaldo?

07-04 Imagem Agamenon

Já está tudo preparado para a Guerra Civil que vai eclodir a qualquer momento no Brasil. A Globo já avisou que Galvão Bueno vai narrar o conflito e Arnaldo Cezar Coelho vai comentar os erros de arbitragem dos juízes do STF.

Agamenon Mendes Pedreira tem Moro privilegiado.

908
ao todo.
banner_arte_02

QUEM É JOSEF DIRCEU?

*Atenção, meus 17 seguidores e meio (não esqueçam do anão): hoje resolvi postar um artigo publicado no Globo em 2005 pra vocês terem ideia de como o Brasil mudou. Mudou de mal a pior! Mas, pelo menos, a Operação Lava Rato prendeu o Zé Dirceu de novo… Como diz o ditado: “O bom filho da puta a casa torna”. Além do mensalão e do petrolão, Zé Perdeu também está sendo acusado de enriquecimento ilícito. Segundo a Polícia Foderal, José Marília de Dirceu está botando dinheiro pelo ladrão. E o ladrão, no caso, é ele.

(O Globo – 04/12/2005)

Ao contrário do meu bilau e da taxa de juros, que nunca caem, Josef Dirceu caiu! O ex-todo-foderoso homem de Lula agora amarga um doloroso ostracismo político. Mas a pergunta que não quer calar é: quem é Josef Dirceu, o homem, o líder, o minto?

Josef Vassarianovitch Djugashvili Dirceu nasceu em Passa-de-Quatro, cidade típica mineira, onde já era conhecido como Menino Maluquinho. Politizado desde a mais tenra infância, ainda criança já se indignava com a desigualdade social na escola: enquanto os meninos ricos levavam pão de queijo para a merenda, o pequeno Dirceuzinho tinha apenas uma mísera paçoca para comer no recreio. E a mesma paçoca tinha que durar o ano inteiro. Nas peladas de rua, só jogava na ponta esquerda.

Indignado com os zeros que carregava no boletim, criou o seu primeiro grupo esquerdista, a VPR, Vanguarda Pré-Primária Revolucionária, que sequestrou a professora e expropriou os doces da cantina da escola. Zé Dirceu acabou expulso da cidade por conta das suas travessuras e do seu sotaque carregado.

Em São Paulo, Dirceu resolveu estudar Direito, que logo trocou pelo Esquerdo. Para não ter que estudar, virou líder estudantil e, com seus discursos inflamados e coquetéis Molotov, incendiava as massas. Com o enrijecimento da ditadura, Dirceu teve que entrar na clandestinidade. Entrou na Clandestinidade e em várias outras companheiras de militância, inclusive, acreditem, na ministra Dilma Roskoff, que naquela época ainda gostava de poder.
Dirceu também organizou o Congresso secretíssimo da UNE em Ibiúna, no sítio do Fernando Henrique Cardoso, o que é considerado a primeira invasão do MST da História. O Congresso só não deu certo porque, no primeiro dia, Zé foi na padaria comprar 3.000 sanduíches de mortadela, o que despertou o apetite e a curiosidade das gulosas forças da repressão. Anos mais tarde, essa piada foi roubada pelo humorista imperialista norte-americano Woody Allen, que a colocou, na mão grande, no seu filme Bananas.

Preso pela ditadura, José Perdeu acabou sendo trocado pelo embaixador americano Ronald Macdonald e um boneco Mug que pertencia ao Chico Buraque de Hollanda. Foi o deputado Fumando Gabeira quem resgatou Zé Dirceu das garras dos militares. Juntos, os dois fugiram para a Jamaica, onde deram início à reforma agrária na terra de Bob Marley fumando milhares de hectares de maconha. Um dia, Zé Dirceu resolveu ir pra Cuba comprar seda para apertar um baseado e nunca mais voltou.

Em Cuba, Zé conheceu o seu ídolo máximo: Fidel Mastro. Rapidamente ficaram amigos inseparáveis: Fidel era o cumandante e Dirceu era o pau-mandado. Formado em guerrilha na Universidade de Havana, Dirceu criou um novo grupo revolucionário, o Buena Bosta Social Club. Em seguida, para voltar ao Brasil clandestino, fez uma operação plástica e uma lipoaspiração. A lipo ele só fez porque estava se achando muito gordo. Com a sua nova identidade de Sylmara, Dirceu se escondeu numa pequena cidade do interior do Paraná. Para não despertar suspeitas naquela pequena e conservadora comunidade interiorana, assumiu um relacionamento lésbico e gravou um disco como cantora eclética de MPB.
Com o final da ditadura, Sylmara, quer dizer, Zé Dirceu, exausto de fazer sexo sem usar o seu bilau, revelou para a patroa sua identidade secreta e voltou para a política, onde arrumou um emprego de presidente do PT. Foi aí que o Zé Dirceu cometeu o seu maior erro político: pagou com um cheque sem fundos do Delúbio Soares a renovação da assinatura de VEJA. A partir daí, a revista semanal passou a persegui-lo implacavelmente, levando o Zé Dirceu à cassação pelo SPC e pelo SERASA.

E ainda dizem que não tem justiça no Brasil! Pelo menos agora, Zé Dirceu, o Chico Bento do PT, vai ver o PSOL nascer quadrado.

E ainda dizem que não tem justiça no Brasil! Pelo menos agora, Zé Dirceu, o Chico Bento do PT, vai ver o PSOL nascer quadrado.


Agamenon Mendes Pedreira é
autobiógrafo não autorizado de Josef Dirceu.

2.4mil
ao todo.
banner_arte_02

PT, FRAUDAÇÕES!

O PT (Partido da Tranca) acaba de ter mais um de seus tesoureiros presos. Depois do mensaleiro Deroubio Soares, chegou a vez do roubalheiro João Vaggari Neto. Como praticamente toda a “diretoria” do partido está encarcerada, o presidente Rui Desfalcão está pensando em nomear o chefe do PCC, Marcola, como novo tesoureiro do PT (Papuda dos Trabalhadores). Mas é pouco provável que um criminoso comum como Marcola aceite trabalhar com a perigosa bandidagem partidária. Agora é que eu entendi por que tem tanto sindicalista no PT: todos são filiados ao Sindicato do Crime. O ex-atual presidente em exercício, Luísque Inácio Lula da Silva, apesar de achar a prisão do tesoureiro a maior carceragem, disse que é solidário ao companheiro apenado e também vai entrar em cana. Direto! Onde é que está a ANVISA que ainda não fechou e lacrou o PT por não cumprir com as mínimas exigências sanitárias?

Pelo menos essa onda de prisões tem algo de bom: de olho no futuro, os dirigentes petistas finalmente resolveram dar “um tapa” nas penitenciárias brasileiras. Milhares de celas estão sendo reformadas para hospedar a nova população de apenados do PT. Ar condicionado, hidromassagem, frigobar, sauna, internet e TV a cabo vão equipar os cárceres destinados a abrigar os futuros condenados. A presidente Dilma Roskoff, inclusive, já lançou o programa social Minha Cela Minha Vida para beneficiar a população petisto-carcerária que não para de crescer.

E como não poderia deixar de ser, as empreiteiras Queiróz Ladrão e Odecheque estão disputando uma concorrência superfaturada para realizar este programa assistencialista milionário. Quem também está na jogada é a Petrobras, líder mundial em negociatas profundas, que foi contratada para furar uns buracos que vão facilitar a evasão de divisas e petistas da cadeia.

Agamenon 16-04

O juiz Sérgio Moro vai passar o próximo feriadão pescando corruptos no PT porque sabe que ali tem truta.

Agamenon Mendes Pedreira é afundador do PT.

383
ao todo.
banner_arte_02

A CULPA É DO FHC!

A presidenta -gerente Dilma Roskoff, em entrevista coletiva, disse que a culpa da roubalheira na Petrobras é do Fernando Henrique Cardoso, o THC. Segundo a Dilma, se os tucanos tivessem roubado tudo durante governo FHC não teria sobrado nenhum dinheiro pro PT roubar agora. E a inflação também subiu por causa do FHC: se os tucanos não tivessem acabado com a inflação no Plano Real ninguém ia perceber que ela subiu agora. Tudo é culpa do FHC: o Dilúvio, o super faturamento da Arca de Noé, o Incêndio de Roma, a crucificação de Cristo pela imprensa golpista, a Peste Negra, a Gripe Espanhola, a AIDS, o Ebola… é tudo culpa do peessedebista tucano neo liberal!

O Brasil está na beirola de uma guerra civil. Num ato de solidariedade às maracutaias na Petrobras, o PT (Partido da Tranca) promoveu uma manifestação na ABI (Açociassão Brazilera de Inguinorantes). Enquanto os petistas comemoravam mais uma queda nas ações da Petrobras, na rua o pau comia feio. E o pau só comeu graças a ação do Fome Zero e outras políticas sociais de combate à inanição. Militantes do sexo feminino usavam suas Bolsas Família para agredir os manifestantes reacionários neoliberais de direita que são contra o petróleo. Mas quem mais apanhou foi o ministro Joaquim Levy que, assim como o orçamento que ele propôs, acabou cheio de cortes.

Enquanto a pancadaria comia solta, Luísque Inácio Lula da Silva, fazia mais um de seus discursos chavistas. Para defender a Petrobras, o ex-atual presidente em exercício ameaçou colocar o exército do João Pedro Stédile na rua. Mas que armas tem esse Exército do MST? Só se for a foice e a picareta. Principalmente picareta. Pensando bem, eles até que têm um canhão: a presidenta Dilma Mocreff.

26-02

Em visita às ruínas da cidade de Pompéia, a presidenta Dilma Roskoff constatou que a destruição de seu governo foi muito maior que a devastação causada pelo vulcão neoliberal Vesúvio.

 Agamenon Mendes Pedreira é neoliberal de esquerda.

231
ao todo.
banner_arte_02

SOMOS TODOS BANANAS!

A banana está na boca do povo! Depois que o craque Daniel Alves, o Dani Bananinha, comeu a banana que um torcedor racista tacou nele, a avantajada fruta tropical se tornou uma mania nacional. A febre começou nas redes sociais e logo se espalhou pelas redes antissociais também. Celebridades famosas imediatamente viram uma oportunidade pra ficar bem na foto e, imediatamente, começaram a postar “selfies” empunhando o saboroso fruto de duplo sentido. Angélica e Huck colocaram uma foto no Instagrana segurando uma banana maior que o nariz do apresentador. Até o Lula fez uma foto mandando uma banana pra Dilma. A presidente-gerenta está escorregando nas pesquisas o que deixa a eleição cada vez mais embananada. Para protestar contra o racismo, muitos tarados exibicionistas postaram “selfies” com a banana na mão e em outros lugares remotos de suas anatomias. Eu só queria saber uma coisa: se o torcedor, ao invés de praticar um ato racista, fizesse uma manifestação de preconceito homofóbico? O que o jogador Richarlyson deveria ter feito com a banana?

Já os macacos, revoltados por serem comparados aos seres humanos, contrataram uma agência de publicidade, a África de Nizan Guanaes, e resolveram iniciar uma nova campanha publicitária. Os primatas querem distância da espécie humana e já tem até um jingle: “Ah, eu sou macaaaaco! Do ser humaaaaano tenho horroooooor!”

Todos os meus 17 seguidores e meio sabem que sempre lutei contra qualquer tipo de preconceito, seja ele de cor, religião, opção sexual ou futebolística. E quem sempre me apoiou nessa luta foi Isaura, a minha patroa, que não tem preconceito contra qualquer tipo de banana.

E a principal culpada pela inflação alta é a banana que, depois de tanta badalação, deixou de ser uma fruta do povão e se tornou uma fruta cara e metida à besta

E a principal culpada pela inflação alta é a banana que, depois de tanta badalação, deixou de ser uma fruta do povão e se tornou uma fruta cara e metida à besta

Agamenon Mendes Pedreira é descendente do macaco mas está esperando pra receber a herança genética até hoje.

 

381
ao todo.
banner_arte_02

PATRÃO FIFA!

Se você acha que os novos estádios da Copa vão ficar prontos logo, é melhor esperar sentado. Mas como é que a gente vai sentar se os assentos não foram entregues até agora? Nessa semana, o poderoso chefão da FIFA (Falcatrua Internacional de Futebol Arrogante), Tecôme Valcke, visitou alguns estádios inacabados e concluiu otimista que a bandalheira, a bagunça e a falta de planejamento brasileiros são Padrão FIFA.

O Itaquenão Fica Pronto está atrasado, a Arena Pantamal não ficou pronta, o Maracanunca continua inacabado e as obras do Pastelão em Belo Horizonte são uma piada. Por falar em piada, o próprio nome do mascote da Copa, o Furreco, já dizia tudo. E os aeroporcos brasileiros? Fala sério! E o que é pior: nem Deus, que é brasileiro, conseguiu comprar um ingresso pros jogos da Copa até agora! Os pessimistas acham que vai “dar ruim” durante o Mundial. Já os otimistas, sempre positivos, acham que só vai dar m*#!**erda mesmo.

O governo federal aproveitou a Semana Santa para dar uma de Pilatos (criador do famoso método de alongamento que foi utilizado na crucificação de Cristo) e resolveu lavar a s mãos. O problema é que não tem mais água nos reservatórios o que impediu a nossa presidenta-gerenta de realizar uma correta assepsia manual. Para tentar desviar a atenção do Mico que pode se tornar a Copa do Mundo no Brasil, os marqueteiros do Planalto, como sempre, resolveram inventar uma cortina de fumaça e lançaram o escândalo da Petrobrás.

A compra hiperfaturada da refinaria de Passagrana (com seus personagens horripilantes) criou um clima de terror no país mas isso durou pouco tempo. Os traficantes, marginais e vândalos entraram no clima da Copa e já estão promovendo um verdadeiro “Esquenta” tacando fogo em ônibus e quebrando tudo que vêm pela frente.

A única pessoa que está curtindo essa situação é o Felipão que está fazendo mais comerciais que o Fábio Porchat, o Luciano Huck e o Neymar juntos. Incapacitado de atender todos os convites publicitários que vem recebendo, o Felipão foi obrigado a passar alguns comercias para o seu assistente, o Murtosa que, verdade, é o Baixinho da Kaiser.

24-04 Agamenon

A presidenta-gerenta Dilma Roskoff, com medo dos quebra-quebras durante a Copa do Mundo, resolveu se antecipar e quebrou a Petrobrás antes.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista Padrão FIFA.

350
ao todo.

banner_arte_02

A DITADURA AMOLECIDA

Recentemente, todos os grandes jornalistas do país  relembraram o que estavam fazendo no dia 31 de março de 64 e eu, Agamenon Mendes Pedreira, enquanto velho e caquético homem de imprensa, também tenho o dever de recordar esta data fatídica e cabulosa. Naquela  madrugada de 64 eu estava fazendo um 69, o que prova que eu era homem à frente do meu tempo. E atrás também. Assim que escutei o roncar dos tanques do General Mourão, corri para a redação do Correio da Manhã que ficava no prédio da Última Hora. Imediatamente, ditei  um editorial furioso  para o Cony que gostou tanto que resolveu assiná-lo pessoalmente com o codinome de Adolfo Bloch. Enquanto isso, num canto da redação, o Zuenir Ventura, o Paulo Francis e o Samuel Wainer acompanhavam num radinho de pilha a movimentação das tropas com narração do Jorge Cury e comentários do João Saldanha.

Em seguida fui até o Lamas onde, indignado com a violência dos militares, rachei um Filé Chateaubriand (que era dono dos Diários Associados) com o Otto Maria Carpeaux e o Cabo Anselmo Góes. Depois da sobremesa, peguei um bonde e embiquei para o Ministério do Exército onde procurei o General Costa e Silva para entregar a lista  dos meus amigos comunistas. Naquela época eu era muito ligado à esquerda que era onde se podia comer mais gente de graça. Enquanto eu contava a grana da deduragem junto com o Davi Nasser, o Jean Manzon e o Amaral Neto, percebi que havia um clima de tensão no QG do Exército. Um grave problema institucional impedia o General Castelo Branco de tomar posse: Castelo não tinha pescoço e, portanto, não tinha como pendurar a faixa presidencial.

Na volta, passei pelo prédio da UNE que ardia em chamas.  No meio das labaredas flamejantes, Arnaldo Jabor escrevia uma crônica demolidora contra o regime milico-ditatorial que só seria publicada 40 anos depois no Globo. Logo depois, Jabor entrou para a clandestinidade: foi fazer  cinema brasileiro. Ao perceber que o governo do Jango estava pela bola sete, não tive outra alternativa: me mandei correndo para o Aeroporto do Galeão onde me encontrei com o Brizola disfarçado de freira, o Darcy Ribeiro disfarçado de tirolês e o Ferreira Gullar disfarçado de cowboy. Com a minha roupa de odalisca, me juntei ao grupo e pegamos um avião para um baile à fantasia no Uruguai.

03-04 img 01

Perseguido pela Ditadura Militar por causa de seus cheques sem fundo, o combativo jornalista Agamenon Mendes Pedreira acha que, depois do golpe de 64, a vaca foi pro brejo. E ficou lá por 21 anos.

03-04 img 02

O governo está fazendo de tudo para evitar a CPI da Petrobrás porque o buraco é mais em baixo. Embaixo do pré-sal.

Agamenon Mendes Pedreira foi contra o regime militar. Preferia a Dieta do Dr. Atkinson.

2
ao todo.
banner_arte_02