banner_arte_02

NA CANA COM O LULA

Todos tentaram, mas eu, Agamenon Mendes Pedreira, fui o único jornalista que consegui entrar na cela do Lula. Para tanto, lancei mão de um genial estratagema: entrei na cadeia disfarçado de garrafa de cachaça. Depois de sorver um generoso gole direto do meu gargalo (só não me perguntem qual…), o ex-presidente concedeu uma entrevista coletiva exclusiva para a minha pessoa sob os eflúvios do álcool. Ele me garantiu que estava falando com três Agamenons. Simultaneamente.

Lula nos confessou a mim mesmo que está passando muito mal com a boia da cadeia e está sofrendo de incontrolável diarreia. Isso mostra a eficiência dos seus advogados: pelo menos o intestino do Lula está solto.  Lula também reclamou das condições carcerárias em Curitiba. Segundo o ex-presidente e atual presidiário, a cela tem goteira e “pinga ni mim” a noite inteira.

Lula também está com grande dificuldade em usar o famoso “boi”, o buraco sanitário situado no fundo da cela. Lula confidenciou que só sabe fazer merˆ&%$&*da quando está sentado em Brasília.

O ex-presidente também nos confidenciou que não está nem aí para sua prisão, pois, conforme disse em São Bernardo, o Lula não é mais uma pessoa, Lula agora é uma ideia: “Uma Boa Ideia”, para ser mais exato.

A Polícia Federal é muito rigorosa com todos aqueles que desejam visitar o maior “presidentionário” (ou será “presidiodente”?) da nossa História. O deputado Jean Willis, por exemplo, estava querendo marcar uma visita íntima com o Lula para os dois assistirem juntos ao PSOL nascer quadrado.

Enquanto isso, Zé Sarney, Aético Neves, Romero Jabá, Renan Canalheiros, Michê Temer, Dilma Roskoff, Moreira Franco, Eli seu Padilha, Gleisy Rouboffmann e outros políticos não querem visitar o Lula na cadeia de jeito nenhum. Eles desconfiam que, se entrarem numa penitenciária, não saem nunca mais.

No próximo fim de semana, Lula quer fazer um churrasco. No lugar da carne, pretende assar o Palocci ou o Eduardo Cunha, e a lenha vai ser do ex-presidente da OAS (Obrigado Amigo Sindicalista) Léo Dinheiro.

Agamenon Mendes Pedreira é uma cachaça.

 

 

 

banner_arte_02

BRASIL, URGENTE! LULA DELINQUENTE!

O Brasil vive momentos dramáticos. Com prisão decretada, o ex-presidente Luísque Inácio Lula da Silva está trancado no Sindicato dos Cachaceiros de São Bernardo do Campari, que desde ontem está cercado pela GloboNews.  Preocupado, Lula quase  não dormiu, virou a noite  junto com seus advogados tomando várias medidas.  Quando acordou e se viu cercado pela Jandira Feghali, Dilma Roskoff e a deputada Maria do Rosário, achou que era delirium tremens e quase pediu para ser preso.  Enquanto isso, seus advogados entraram com mais um pedido de habeas copus. Se a manobra legal não der certo,  Lula pretende pedir asilo na Embaixada da Escócia.

Felizmente no Brasil nem tudo  acaba em desgraça.  Sempre fica um pouco pior.  Muito antes do Eduardo Suplicy, eu, Agamenon Mendes Pedreira, já havia me oferecido para ficar preso no lugar do Lula. Afinal, os 15 metros quadrados, com  direito a privada, água quente , três refeições por dia e sem o menor risco  de assalto ou arrastão é muito melhor do que ficar na  minha residência de jornalista desempregado, o  Dodge Dart  73, enferrujado, estacionado na Rua da Amargura  s/n.

Só imponho uma condição: não quero tomar o meu banho de sol na companhia de  Eduardo Cunha, Antônio Palloci e outros meliantes de alta periculosidade. Como todo mundo sabe, as prisões brasileiras são verdadeiras universidades do crime, e o indivíduo acaba saindo um bandido muito pior do que entrou por conta das más companhias.

Mas existe uma pergunta que não quer calar: os assessores, seguranças e motoristas do Lula vão ter que acompanhar o chefe  na cadeia? Nesse caso, vão ocupar os mesmos aposentos? E os seguranças? Vão proteger o Lula dos agentes penitenciários? E os motoristas? Vão ter que conduzir o ex-presidente até o refeitório? Ao campo de futebol? Ao banho de sol? E de que forma? Vão conduzir o ex-presidente num carrinho de mão?

No entanto, tenho confiança inabalável na Justiça brasileira. O Lula não vai ficar preso muito tempo. Rapidinho vão arrumar  uma prisão domiciliar para ele.  Lula só ainda não resolveu em que residência pretende cumprir a sua prisão domiciliar: se no tríplex do GoróJá, no sítio de Atibaia ou no Palácio do Planalto. De qualquer maneira, a trajetória de Lulalau é notável: de torneiro mecânico vai passar à tornozeleira eletrônica .

Se quiser cumprir a sua prisão domiciliar no Palácio do Planalto, Lula vai ter que esperar. É que lá só cabe um bandido de cada vez. 

Agamenon Mendes Pedreira é presidiário sem-teto.

banner_arte_02

OBRA DE FACÇÃO

Eis que surge uma luz no fim do túnel! Uma réstia de luz no buraco escuro da desesperança em que estou vivendo! Chega de viver neste miserê sem fim! A solução para os desempregados no Brasil é todo mundo ir para a cadeia! Só assim o cidadão garante 5 mil e oitocentos por mês, sem contar a bolsa presidiário, visita íntima, banho de sol e outros side benefits da atividade prisional. Sempre fui um sujeito empreendedor, adepto da livre iniciativa capitalista e da destruição criadora schumpeteriana, e por isso mesmo já resolvi: vou ser preso e fundar a minha própria facção.

Nada de abrir franquia do Habib’s, inaugurar igreja evangélica, fundar partido político e outras contravenções de “miserinha”. Tem que pensar grande! O negócio mais lucrativo no momento é fundar uma facção na cadeia. E desde já conto com os meus 17 leitores e meio como fiéis seguidores em regime fechado (não se esqueçam do anão, que vai cuidar da filial da FEBEM). Está formado o bonde da CAGADA, Comando dos Amigos Gatunos do Agamenon.

Isaura, a minha patroa, vai ficar encarregada da logística. A incansável criatura é especialista em entrar em presídios de segurança máxima portando objetos dos mais diferentes tamanhos, comprimentos e calibres, devidamente malocados em partes remotas de sua anatomia íntima.

Preocupado com a violência nos presídios, o governo já avisou que vai regulamentar a atividade de facção criminosa no país. Já tem facção demais funcionando e nem todas são capazes de atuar de maneira adequada no ambiente prisional. Já está começando a virar bagunça.

Tem muita facção aí que não sabe nem diferenciar o que é um esquartejamento de um empalamento ou uma degola de uma decapitação. O “presidialismo de coalização” não suporta mais tantas facções de aluguel, que não representam a criminalidade de nossa sociedade. É preciso urgentemente criar uma cláusula de barreira! A partir de agora, as facções vão ter que ter alvará de funcionamento e autorização do Corpo de Bombeiros para botar fogo nos colchões. Os membros das facções vão ter que usar crachá de identificação e pagar o Sindicato do Crime, o SindiCrime, filiado à CUT. Uma vez regularizadas, as facções vão poder ter acesso às verbas públicas, com direito de captar recursos pela Lei Rouanet. A Tramontina das facas e a Taurus dos revólveres já se mostraram interessadas em apoiar projetos nos presídios brasileiros desde que possam descontar do imposto de renda.

As facções legalizadas vão poder se apresentar no Esquenta da Regina Casé e no Caldeirão do Huck como legítimas manifestações culturais brasileiras. O antropólogo do funk, Hermano Vianna, vai escrever um livro e o fotógrafo Sebastião Salgado vai fazer uma exposição na Tate Modern de Londres.

0901 agamenon

O Brasil é o país das oportunidades. É só pintar uma oportunidade que o preso foge da cadeia.

Agamenon Mendes Pedreira é membro esquartejado de uma facção penitenciária.

banner_arte_02

DIÁRIO DE UM DETENTO

Continuo aqui com os meus manos do PT (Partido da Tranca) pagando uma etapa na Papuda. Apesar da comida e da moradia de grátis, tipo 0-800, tenho que aturar as ordens do companheiro Josef Dirceu que insiste em aplicar as técnicas de guerrilha que aprendeu em Cuba. O tirânico Dirceu nos acorda às quatro da manhã e, imediatamente, nos manda para o banho gelado. Lá mesmo, debaixo do chuveiro, o comandante começa um puxado treino de defesa pessoal com o famoso exercício do sabonete no chão. Para escapar das investidas homoeróticas dos gulosos apenados, aprendemos com Dirceu várias técnicas de artes marciais, como a imobilização peniana, o sossega leão no saco e a mais mortal de todas: o estrangulamento reto-furicular.

Exauridos e suados, vamos para o pátio do presídio onde temos direito, como todo prisioneiro, a uma hora de banho de PSOL. Ficamos 60 minutos escutando as arengas revolucionárias de Heloisa Helena, Chico Alencar, Milton Temer, Marcelo Frouxo e outros esquerdistas que correm o risco de extinção.

Depois da doutrinação política, Dirceu, o Guia Genial dos Presos, inicia uma série de treinamentos de guerrilha. A começar pela técnica de camuflagem, já que, na cadeia, devido à falta de mulher crônica, quase todo mundo camufla. Depois vêm os exercício de tiro, seguidos pelo exercício de boto. Tiro e boto, tiro e boto e assim, alternando sucessivamente, até o supremo êxtase final. Após essa prática exaustiva de homossexualismo-leninismo, Josef Dirceu, para relaxar, nos oferece um cigarrinho e tomamos uns drinks como o Dry Martini, o OldFashioned e o meu preferido: o CoquetelMolotov.

Esfaimados com o treinamento intenso chega a hora da bóia onde é servida a quentinha. Cada dia, um preso voluntariamente entrega a sua quentinha para a saciar a fome dos colegas já que estamos em regime semi-aberto, quer dizer, semi-arrombado.

Na parte da tarde, cada um vai pro seu serviço. Zé Dirceu vai para o hotel onde arrumou um emprego público: ganha muito e não faz nada. Genoíno, sempre combalido e com alguma ziquizira, vai pro hospital se submeter aos caprichos de mais uma junta médica.Enquanto isso, Delúbio Soares planeja a construção de um túnel para escaparmos da Papuda. A obra vai ficar a cargo de uma grande empreiteira que vai superfaturar a obra e a grana vai toda pro caixa 2 do PT (Partido da Toupeira).

Esta semana realizei uma das minhas fantasias sexuais : recebi a visita íntima de duas galinhas militantes do PT e fizemos um ménage-a-trois.No final da bagunça, cada uma botou um ovo. E eu, dois.

Assim como Josef Dirceu, o ex-tesoureiro Deroubio Soares também está trabalhando na contabilidade do PT.

 

 PENSAMENTO DO BLOG

O PIB do Brasil está parecendo o bilau do Agamenon: é ridículo.

Isaura Mendes Pedreira

LULU

Agamenon Mendes Pedreira é chavista de cadeia.

banner_arte_02

EM CADEIA NACIONAL

A Justiça farda, mas não talha! Nesta semana o Brasil viveu um momento histérico, quer dizer, histórico! Numa decisão dura e latejante, o STF (Supremo Tribunal de Frango), de goleada, condenou os mensaleiros do PT (Partido Tranca) à cadeia. Eu não sei por que os apenados petistas não querem pagar sua etapa no regime fechado: o que esses caras mais gostam é de regime fechado. Todos foram condenados por corrupção e peculato com exceção de Jacinto Lamas que foi sentenciado por trocadilho inafiançável.

Como sempre quem votou a favor do PT (PartidoTrapaceiro) foram os juízes Ricardo Lewandowski, Um Por Fora e José Dias PToffoli. Só agora é que eu entendi porque o Lula escolheu o ministro Recado Lewandowski pro STF (Somos Todos Famiglia). Ele se confundiu na hora de ler o nome do magistrado e achou que era Levandowhisky, coisa que muito lhe interessa. Lula, sempre bem humorado, em solidariedade aos seus bons companheiros, vai entrar na cana também, mas só durante o feriado.

A verdade é que desde que começou o julgamento do mensalão, o STF (Supremo Tribunal da Fama) está cada vez mais pop. O povão agora está dando palpite sobre os julgamentos como se fossem novelas da Globo ou partidas de futebol. O Ministro Joaquim Ruy Barbosa é considerado um gato e já virou um símbolo sexual. O afro Meritíssimo até já foi convidado para posar nu (mas de toga) para a revista Playbofe. As ministras Rosa Weber e Carmen Lúcia vão lançar uma linha completa de produtos de beleza e o ministro Marco Aurélio Collor de Mello foi sondado por uma fábrica de brinquedos que quer fazer um bonequinho com a sua cara (mas de toga).

Contra tudo e contratados, o Supremo, provou de forma cabal, que no Brasil não é só ladrão de galinha que é condenado. A partir de agora não só os pretos e pobres (ou quem acumule os dois) que vão pra cadeia. Agora o Brasil vai mudar nem que seja pro Equador! Sigam-me o meu raciocínio: com medo da Justiça, agora os políticos desonestos e empreiteiros super faturadores vão ter que pensar duas vezes antes de roubar. Vão continuar roubando mas, pelo menos, vão pensar duas vezes.

O condenado Josef Dirceu, enquanto estiver pagando a sua etapa no Tatuapé, pretende virar evangélico e organizar o PCC, Partido Comunista da Capital.

FIGURAÇA DA SEMANA

Joaquim Barbosa – só uma figura pode acabar com a corrupção no país. Um super herói de capa e mascarado, o magistrado Joaquim Barbosão, o Juiz Morcego. No seu histórico discurso de posse, o herói togado prometeu acabar com o preconceito e prender todos os bandidos que aterrorizem a população, a começar pelo Coringa, o Charada, o Pinguim, o Rei Tut e o Maluf. O Brasil está mudando e ainda bem que não é pra Argentina… Antes de Joaquim Barbosafro, os negros só entravam no STF pra serem condenados ou fazerem a faxina.

 PENSAMENTO DO BLOG

“Agora o José Dirceu vai ver o PSOL nascer quadrado…”

Rouberto Jefferson

Agamenon Mendes Pedreira é casado em regime semi-aberto com Isaura, a sua patroa.

banner_arte_02