banner_arte_02

PARADA DURA

O Brasil está pegando fogo, quer dizer, só não está pegando fogo porque não tem mais gasolina. Nem pneu pros caminhoneiros incendiarem tem mais. Está faltando tudo: combustível, comida, remédio e, principalmente, vergonha na cara. Por conta dessa greve, podemos dizer que o governo do presidente Michê Temer morreu por falta de gás e oxigênio. Michê Temer começou sua carreira política em filmes B de terror, sempre no papel de mordomo ou vampiro. Graças a esse currículo horripilante, Temer faz um governo B e, agora, realizou seu sonho: tacou terror na já assustada e ansiolítica população brasileira.

Apavorados, os brasileiros correram pros supermercados pra estocar alimentos, água e, principalmente, papel higiênico para limpar mais uma c*#!*!agada dos nossos líderes políticos. Mas não adiantou nada. Está faltando tudo e até os ovos acabaram, o que é não é nenhum problema, mesmo porque ninguém tem mais saco pra tanta incompetência.

Em mais um “golpe de mestre”, o “presidente” chamou mais uma vez as “Forças Armadas”, mas os militares não conseguem encher o tanque dos tanques e, assim, acabar com essa bagunça baderneira. Os caminhoneiros, criaturas românticas imortalizadas em canções da Sula Miranda e do Roberto Carlos, hoje são vistos como vilões pela maioria da população. Na verdade, os líderes caminhonistas querem que o povo brasileiro fique igual aos políticos em Brasília, que não precisam ir todo dia ao trabalho.

O Brasil, em apenas uma semana, acabou virando a Venezuela, e o que é pior: não dá pra gente fugir pra Roraima – o Brasil não cabe todo lá dentro. O problema disso tudo é que o país é muito dependente do sistema automotivo-gasolinístico. Se pegássemos nossas autoridades, sindicalistas, políticos e, numa volta ao passado rural, colocássemos essa galera toda para puxar carroças na condição de cavalgaduras que são, nada disso estaria acontecendo agora.

Eu, se fosse o presidente Michê Temer, seguiria o exemplo do grande Getúlio Vargas e cometeria o subsídio. Aliás, subsídio é o que ele mais faz.

O governo de Michê Temer foi à lona depois de um nocaute, quer dizer, locaute.

Agamenon Mendes Pedreira não precisa abastecer o Dodge Dart 73 enferrujado, onde vive com Isaura, sua patroa, mesmo porque a viatura não anda, é um imóvel.

 

 

 

 

banner_arte_02