banner_arte_02

O SAMBA DO AFRODESCENDENTE DOIDO!

Pela primeira vez, desde Estácio de Sá, o Rio de Janeiro tem um carnaval gospel. Agora que o prefeito da Cidade Maravilhosa é o Bispo Marcelo Crivella, o tríduo momesco virou evangélico de cabo a rabo. Aliás, rabo não que no rabo é pecado.

Na sexta-feira de carnaval, as Mil Trombetas de Jericó, que vieram direto da Terra Santa, tocaram no início das festividades momescas. Mas desta vez Momo não foi coroado. Porque o único Rei é Jesus, que, aliás, foi um grande carnavalesco, pois andou pela Galileia inteira vestindo um abadá. Jesus Cristo desfilava em tudo que era bloco carnavalesco: Palestina é Quase Amor, Toca Sauuuuul, Cacique de Amós, Me Beija Que Eu Sou Fariseu, Ressuscita o Lázaro. E ainda fundou o Meu Suvaco no Jardim Botânico. A escola de samba do coração de Jesus era a G.R.E.S. Império Romano.

No carnaval, o pessoal apelava para Cristo quando acabava a cerveja, pois Jesus era o único que conseguia transformar água em vinho ali, na hora, para desespero dos executivos da Ambev, que patrocinavam o carnaval na Faixa de Gaza. Carnaval bom mesmo era nos tempos bíblicos, conforme nos ensina o Antigo Testamento. Os carnavais de rua de Sodoma e Gomorra deixam qualquer cidade do Brasil no chinelo com a sua caretice e conservadorismo. E tinha os Bailes como As Mil Línguas de Babel, o baile gay O Sacrifício de Isaac e a matinê infantil do Tio Herodes.

Aliás, folheando a Bíblia, o livro sagrado, me ocorreu uma dúvida, que atormenta a minha alma inquieta: será que Deus não está na lista da Odebrecht? Sigam-me o meu raciocínio: Deus é brasileiro e é empreiteiro (construiu o Céu e a Terra), portanto pode muito bem estar envolvido em escândalos de corrupção em obras faraônicas. Senão, vejamos: como ficou a prestação de contas das obras de transposição do Mar Vermelho para os judeus fugirem do Egito? E a Torre de Babel? Até hoje inacabada! E a Arca de Noé? Quem financiou? Os estaleiros da Sete Brasil?

E se Deus realmente estiver na delação premiada, será que Ele vai ter direito a foro privilegiado? Ou só o Moreira Franco? Chega de teologia. Vai começar a Quaresma, época de recolhimento, quando o Tony Ramos não pode fazer anúncio da Friboi.

foto agamenon

No carnaval, o pessoal apelava para Cristo quando acabava a cerveja, pois Jesus era o único que conseguia transformar água em vinho ali, na hora, para desespero dos executivos da Ambev, que patrocinavam o carnaval na Faixa de Gaza.

22_MHG_rio_terra01

Armagedon Mendes Pedreira acha que o carnaval é o fim do mundo.

147
ao todo.
banner_arte_02

CARNAVAL EM VENEZA

Finalmente o ano de 2016 vai começar no Brasil. Quer dizer, a partir de segunda-feira. Só assim eu, Agamenon Mendes Pedreira, poderei dar início às minhas atividades de desempregado ocioso. Já desisti de procurar um serviço. Já procurei emprego em tudo que é lugar: debaixo do sofá, atrás da geladeira, no fundo do armário… mas não encontrei nada. É grave a crase!

Vivendo no maior miserê, passando necessidade e sem nenhum “qualquer” para comprar um pedaço de pão, acabei me instalando na porta do Palazzo Mainardi, à beira do Gran Canale, em Veneza, a Recife italiana. Estamos vivendo de favor, eu e minha patroa, a Isaura, numa gôndola 73, enferrujada, que balança mais que o governo da Dilma.

Mas nem tudo é desespero na vida. Um amigo meu empreiteiro arrumou para mim, assim que voltar de Veneza, um “bico” de segurança na festa de aniversário do PT, o Partido da Tranca. O trabalho de segurança no PT é muito diferente e perigoso. Você tem que ficar vigiando os convidados petistas pra que eles não roubem uns ao outros. E, se você pega alguém com a mão na cumbuca, o partido solta uma nota dizendo que você é da imprensa golpista e punguista.

Este ano a comemoração vai ser animada. Vai todo mundo, quer dizer, o Josef Dirceu, o Delcídio Amoral, o João Vaccalhari Neto e o André Verbas avisaram que não vai dar. Estão presos a outros compromissos. Lula também não vai, preferiu descasar em seu sítio de Atibaia (que não é dele). Mas mandou um vídeo pelo zap. No vídeo, Lula declara pela primeira vez que o PT, Partido do Tríplex, tem telhado de vidro, telhado, aliás, que foi um presente da construtora Odecheque.

Por estar aqui no Palazzo Mainardi em Veneza, a Recife italiana, não pude ver a minha querida Mangueira entrar. Mas, logo que soube que a Verde-e-Rosa ganhou, chorei assim mesmo.

Agamenon Mendes Pedreira é. Mas quem não é?

415
ao todo.
banner_arte_02

CODINOME BEIJA-FLOR

Ontem foi quarta-feira de cinzas, hoje é quinta-feira de cinzas e amanhã será sexta-feira de cinzas. O carnaval não acaba nunca no Brasil. Na verdade, vai durar até 2016: em Brasília foi votada uma lei ampliando a duração do período momesco até, pelo menos, o carnaval do ano que vem. É que a Polícia Federal ficou de anunciar a lista dos políticos envolvidos no petrolão, depois que o Big Brother acabar. Mas se 2015 ainda não acabou, pelo menos, o carnaval já tem um grande vencedor. É o Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis com o enredo “Um Griô Conta a História: um Olhar Sobre a África e o Despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos Sobre a Trilha de Nossa Felicidade”. Como se pode perceber, o enredo é muito maior que a extensão territorial da Guiné Equatorial propriamente dita. Só para fazer a análise sintática do enredo foram gastos mais de 2 milhões de reais! Quem patrocinou a escola, comparecendo com 10 milhões de reais, foi o ditador da Guiné, o ex-centro avante do Flamengo, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, o Negueba e o seu filho, Teodorin Obiang Nguema Mbasogo Jr., o Lulinha. Na verdade foi uma joint-venture entre o conhecido bicheiro, Anysio Abraão e as empreiteiras Queiroz Ladrão, Mentes Junior, Camargo Cadeia, OA$$$$$$ e Odecheque. Estas empresas integram um consórcio que vai fazer a reforma do banheiro do Teodoro Negueba no seu palácio em Malabo, a capital da Guiné. Mais uma obra do PAC (Programa de Aceleração da Corrupção) Equatorial. Segundo a assessoria da presidenta Dilma Roskoff, a reforma do banheiro é mais uma obra do PAC.

Mas o que bombou mesmo na avenida foi o camarote exclusivo da Guiné Equatorial, onde fui convidado a penetrar disfarçado de lagosta. Assim que adentrei o local, tratei logo de tirar a fantasia, antes que algum guienense, guloso e avantajado, comesse a minha cauda. Imediatamente, me misturei naquela multidão VIP de afrodescentes e afroresidentes que apreciavam a evolução da Beija-Flor à base de Don Perignòn, Veuve Clicquot e outros marafos da melhor qualidade. Por falar nisso, antes do desfile, rolou um pequeno estresse entre a PM carioca e a comitiva dos guinéus-equatorienses. Numa demonstração explícita de afropreconceito , a racista polícia militar carioca confundiu os convidados com um arrastão e baixou a porrada na comitiva.

Entre os convidados do camarote VIP( Very Indecent Power ) estavam a Regina Casé e o antropófago Hermano Vianna, que convidaram o ditador para participar do Esquenta. Quem também estava na boca-livre, era a deputada, negra, mulher e favelada Benedita da Silva. Enquanto “habitante de comunidade”, Benesse aproveitou para “armar um barraco” no luxuoso camarote. Explico: é que o ditador Negueba começou a arrastar a asa para a Bené, que por sua vez, de olho na volumosa verba do ditador, resolveu “dar condição” para o soba africano. Enciumado, o esposo da Bené, o avantajado ator Antonio Pitanga, resolveu atacar o ditador com o seu bicho de estimação, a enorme Mamba Negra, a serpente mais venenosa e volumosa da África. Mais de vinte seguranças foram utilizados para segurar a enorme serpente do ator. Para neutralizar a cobra venenosíssima tiveram até que chamar um carnavalesco que, corajosamente, chupou todo o veneno da bicha. No caso, a cobra.

Um Griô Conta a História: um Olhar Sobre a África e o Despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos Sobre a Trilha de Nossa Felicidade”. Como se pode perceber, o enredo é muito maior que a extensão territorial da Guiné Equatorial propriamente dita.

Agamenon Mendes Pedreira é afro transcendente.­

74
ao todo.

banner_arte_02
banner_arte_02
banner_arte_02
banner_arte_02
banner_arte_02