banner_arte_02

 CAINDO NA REAL

Realmente, essa semana só se fala numa coisa: o casamento real entre o príncipe Harry Potter e a atriz americana Meghan Merkel, a filha mais negra de Angela Merkel. A Dilma Rousseff alemã vai comparecer à cerimônia, mas o pai da noiva, que armou um esquema de venda de fotos para doleiros brasileiros, foi preso numa operação cirúrgica da Lava Jato. Pela primeira vez na História Britânica, uma afrodescendente vai se casar com um ruivo-descendente, o que mostra que as coisas estão mudando na encarquilhada monarquia inglesa. O príncipe Harry Potter é o integrante da Família Real mais querido pelas crianças e é famoso no mundo todo pelas suas aventuras. Sua vida parece um conto de fadas, fadas não, bruxas e bruxos, que, aliás, foram escritos pela JK Rowling, a escritora mais rica do mundo depois do sortudo brasileiro Paulo Pé de Coelho.

O príncipe Harry é príncipe consorte. E é a pura verdade: esse rapaz já nasceu com sorte! Nunca vai precisar trabalhar, tem vários palácios pra morar e sua única preocupação na vida como “membro” (com trocadilho, por favor) da Grande Família Real será a de sossegar o facho da sua bela e gatíssima noiva, que estrelou um sitcom nos Estados Unidos e agora vai trabalhar em tempo integral na série The Crown, do Netflix.

Harry também é muito querido por ser filho da mitológica Lady Di, também conhecida como Avadia de Westminster. Lady Di foi uma lufada de ar fresco, quer dizer, uma chupada de ar fresco no anacrônico e careta Reino Unido. Em entrevista coletiva exclusiva a mim, Agamenon Mendes Pedreira, Lady Di confessou que tinha tido vários amantes na aristocrática nobreza britânica. E não é apenas só isso: Lady Di se abriu comigo e disse que o Príncipe Charles, além de ter sido traído, também era corno. Esse escândalo quase derrubou os alicerces da centenária Casa de Windsor.   Afinal, como Charles poderia colocar na cabeça a coroa real, se sua testa já estava totalmente ocupada por um frondoso par de chifres?

Injuriado com a revelação pública da sua cornitude, Charles, angustiado, exilou-se na remota região da Cornualha, onde se encontrou com sua amante, Camila Parker-Bowles, o Monstro de Loch Ness, com quem acabou se casando mais tarde. A Cornualha, pra quem não sabe, é um lugar frequentado por cornos de todo o mundo. Lá não tem túneis, as casas não têm tetos e todos os carros são conversíveis! Mas isso é coisa do passado, como, aliás, é tudo na Inglaterra, inclusive a carcomida Rainha Elisabeth, a coroa britânica.

Infelizmente e injustamente, não fui convidado para a cerimônia nem para a seleção do Tite, mas, mesmo assim, vou assistir na televisão à transmissão da Boda narrada pelo Galvão Bueno. Pode isso, Arnaldo?

O príncipe Harry Potter convidou todos os amiguinhos que estudaram com ele na Escola de Hogwarts para seu casamento real.

Agamenon Mendes Pedreira também é coroa, pena que não seja coroa britânica.

banner_arte_02