banner_arte_02

JÁ ERA, DUNGA!

*atenção, meus 17 leitores e meio (não esqueçam do anão!): só pra vocês não ficarem muito tristinhos, republico agora um artigo que escrevi quando o Brasil foi eliminado pela Holanda na Copa da África do Sul em 2010. Infelizmente por causa dessa inexplicável volta do Dunga para a seleção, o texto continua atual!

Depois da derrota para a Holanda, o Brasil perdeu o patrocínio da Brahma. O novo patrocinador do Brasil é o KY, o lubrificante oficial da Copa.

A Copa do mundo acabou para o Brasil! Os brasileiros, na maior deprê, agora não vão poder mais curtir o esporte nacional: matar o trabalho nos dias de jogos do Brasil. E tudo se deve a um homem, um líder, um ícone do futebol brasileiro. Um homem que não tem vergonha de dizer o que não pensa: Dunga.

Dunga é um homem fechado, reservado, recluso e misantropo. Ninguém sabe nada de sua vida particular e privada tanto que a Copa acabou e até agora nenhum brasileiro sabe o verdadeiro nome do Dunga. Graças ao seu carisma e à sua estratégia derrotosa, Dunga acaba de ser convidado para ser o próximo vice do Serra.

Mas eu não tenho medo de puxar o saco dos outros e afirmo aqui, na frente de todos, que admiro o Dunga ! Ele é o homem mais coerente do Brasil. Do ponto de vista intelectual, inclusive, podemos dizer até que o Dunga é mais coerente que o ator pornô Kid Bengala, outro homem que admiro. Tudo nessa Copa correu como Dunga tinha planejado: só convocou cabeças –de bagre e cabeças –de –área, criou caso com a imprensa desde o início e convocou o perturbado Felipe Melo que, como também estava previsto, foi expulso numa partida decisiva.

Dunga também foi o grande responsável pelo total desequilíbrio do time brasileiro. Trancados 52 dias na concentração sem poder fazer sexo, nossos jogadores ficaram descontrolados, nervosos, subindo pelas paredes. Principalmente o evangélico Kaká que, por ter se casado virgem, não conseguiu tirar o atraso até hoje. Que ironia: o Brasil não podia fazer sexo mas a Holanda acabou f*#!!$***!# odendo com o Brasil.

 

Agamenon Mendes Pedreira só joga enterrado.

banner_arte_02