banner_arte_02

“Rouba, Brasil” na Veja

A Revista Veja publicou uma nota sobre o meu novo livro, “Rouba Brasil”. Compartilho com vocês, apenas fazendo uma ressalva: Marcelo e Madureira e Hubert são impostores. Eu sou o verdadeiro  e único Agamenon Mendes Pedreira!

***

Aviso aos incautos: embora seja apontado como autor até na ficha catalográfica do livro, Agamenon Mendes Pedreira não existe.  Quando os humoristas Marcelo Madureira e Hubert, do Casseta & Planeta, estrearam a coluna do fictício jornalista no diário carioca O Globo, em 1988, a sátira cáustica do personagem já se evidenciava em sua biografia: Agamenon, casado com uma certa dona Isaura, declarava como residência um Dodge Dart 73. O desbocado articulista emite opiniões sobre assuntos prementes da nação com desastrada sinceridade – mas por vias tortuosas, acerta caneladas bem dadas em políticos demagogos, celebridades e estrelas de escândalos políticos em Brasília. Na nova seleção de suas crônicas, Agamenon não perdoa o vexame da derrota por 7×1 para a Alemanha na Copa. Mas volta-se sobretudo para os malfeitos petistas, do mensalão, ao petrolão, passando pelas trombada do governo “Dilma Mocreff”. Uma palha de sua verve está na legenda da foto de alguém que lembra um ex-presidente barbudo banhando-se no rio: “O Juiz Sérgio Moro vai passar o próximo feriado pescando corruptos do PT porque sabe que ali tem peixe grande”

 

8
ao todo.
banner_arte_02
banner_arte_02
banner_arte_02

AGORA FUDILMA!

Mesmo não trabalhando mais na grande imprensa golpista e neoliberal, eu aplaudo o início do processo de impeachment da presidanta Dilma Youssef. Podem me chamar de coxinha, mas é melhor ser coxinha do que pastel. O Brasil não aguenta mais ser governado por uma presidenta cross-dresser de esquerda. Para os otimistas, o Brasil está virando uma Venezuela. Caracas! E o que é pior: os pessimistas acham que a Venezuela já virou o Brasil.
Mas, na verdade, eu sou contra o impeachment da Dilma! Impeachment é muito pouco pra essa mocreia! Sigam-me o meu raciocínio: a “presidenta-gerenta”, em sua “administração”, aumentou a inflação, encolheu o PIB, fez o dólar subir, faliu o setor energético e quebrou a Petrobras. O que é que está faltando pra darem uma dura na Dilma? A Operação Lava Jato descobrir que ela influenciou o Aedes aegypt a transmitir o zika vírus e a microcefalia?
Nunca antes na História deste país um governo foi tão ruim e incompetente. E olha que a concorrência é grande! Para salvar a Dilma da degola, o PT resolveu declarar guerra e reuniu seus dirigentes para bolar uma estratégia urgente. Infelizmente, ninguém compareceu porque todo mundo estava preso. Em outro compromisso.
Mas nessa briga de bandido não tem mocinho nem mocinha. Esse Eduardo Pulha eu manjo há muito tempo. Mesmo tendo depositado uma vultosa quantia em sua conta na Suíça, Dedurado Cunha proibiu o lançamento do meu novo livro, Rouba, Brasil, na Câmara dos Deputados. Revanchista e vingativo, não ficou satisfeito com as centenas de citações do seu nome no meu livro. Guloso, Eduardo queria roubar a cena e ser o único personagem desta obra-prima imortal da Literatura Político-Criminalística Brasileira. Assim como o deputado, o meu livro já está à venda nas melhores livrarias do ramo.

Apesar de Eduardo Cunha ter proibido o lançamento do meu livro Rouba, Brasil na Câmara dos Deputados, arrumei um lugar muito mais liberal e democrático: o Hotel Clube Bahamas em São Paulo, Rua dos Chanés, 571, Moema, São Paulo, dia 14 de dezembro às 20 horas. Quero ver todos os meus 17 leitores e meio lá! Os políticos, empresários e doleiros citados no livro não vão comparecer, mas suas mães já confirmaram presença.

Agamenon Mendes Pedreira tem mais de 1 milhão de inimigos no Facebook.

333
ao todo.
banner_arte_02
banner_arte_02