banner_arte_02

E NA COZINHA? NÃO VAI NADA?

Mulher tem mania de reforma. Mulher não pode ver nada em pé que não resolva botar abaixo para depois fazer a mesma coisa, tudo de novo. E isso não é só no sexo como na put&*¨%$#@aria também. E agora, já que a casa caiu, a presidenta Dilma Youssef resolveu reformar o banheiro, a cozinha e o seu ministério. Desesperado, o ministro Joaquim Levey, já avisou que não tem como pagar mais essa despesa e que a conta do Brasil, que já estava no vermelho, estourou o limite do cheque especial no Bradesco. Injuriada, Dilma ameaçou o ministro de demissão. Demissão do Bradesco, é claro.

Mas para a presidenta-gerenta não existe tempo ruim. Na impossibilidade de convidar a Odebrecheque, a Queiroz Ladrão ou a Embargo Correa para superfaturar a obra, acabou chamando um simples operário de São Bernardo do Campo para realizar a reforma ministerial: o mestre de obras prontas, Luisque Inácio Lula da Silva, o ex-presidente em exercício.

Para iniciar “os serviço”, além de pedir um adiantamento para comprar o material e uns deputados, Lula já mandou tirar todo o piso de porcelanato dos ministérios para trocar tudo por madeira de “folha corrida”. No caso, o pau-mandado do Eduardo Cunha, o deputado Celso Pansera, que será o novo ministro da Ciência e Tecnologia. Na minha opinião se o ministério de roubar fosse uma tecnologia, seria melhor colocar alguém do PT. Mas Celso Pansera tem um ótimo currículo para a pasta: ele é o proprietário do restaurante Barganha e já avisou que vai implementar a mesma política que utiliza na sua vida parlamento-gastronômica em seu novo ministério. Outro indiciado, quer dizer, indicado para o ministério reformado é o carioca Jacques Wagner, o novo ministro chefe (quer dizer o chefe mesmo é o Lula) da Casa Servil. Wagner é pessoa de inteira desconfiança da presidente da república. Para o Ministério da Defesa quem vai é o Aldo Rabeta mas, com as complicações da Operação Lava-jato, o Lula preferia mesmo o adevogado Kakay. Para a defesa deste governo só serve o Kakay confessou (na Polícia Federal) o ex-atual preseidente.

Mas continuando as obras do governo: E a oposição ainda fica dizendo que na reforma ministerial o Lula aproveitou para colocar todos os seus amigos no núcleo duro do governo. E desde quando que o Lula tem amigo duro?

02-10 AGA

O deputado Eduardo Pulha foi contratado para dar um “tapa” na parte de fora do ministério Lulodilmista. Pulha tem cinco empresas de fachada. Como todas nelas ficam na Suiça vai custar uma fortuna.

 Agamenon Mendes Pedreira é jornalista de fachada.

 

banner_arte_02