banner_arte_02

O CRÈME DE LA CRIME

Cara, está cada dia mais perigoso viver na cidade do Rio de Janeiro. É homicídio, é bala perdida, é assalto, é arrastão… quer dizer, isso quando a cidade está num dia sossegado.

Não existe mais lugar seguro na Cidade Calamitosa. Não tem esquina, pracinha, avenida ou travessa que não seja perigosa para o pacato cidadão frequentar sem ser no mínimo assaltado, estuprado e esquartejado, quer dizer, isso se for num dia sossegado.

E não é a Rocinha, a Favela da Maré, o Complexo do Alemão nem a Baixada Fluminense o lugar mais perigoso, campeão de índices de criminalidade. O lugar mais tenebroso do Rio é o Palácio da Guanabara, tugúrio escuro, onde vivem homiziados os governadores cercados por seus capangas, sicários, jagunços e assassinos de aluguel: Serginho Cabral, Garotinho, Rosinha e agora o Presão, todos membros do PCC, Primeiro Comando do Capital.

Vejam só: governador do Estado do Rio de Janeiro não tem nome nem sobrenome, tem apelido de bandido. Depois do Pezão, foi eleito um que tem nome de bife: Wienner Schnnitzel.

O Palácio da Guanabara é tão perigoso que até a polícia tem medo de invadir o local com medo da reação violenta dos meliantes que frequentam o espaço. Nem o BOPE e a SWAT juntos e comandados pelo Wagner Moura, o Capitão Nascimento em pessoa, têm coragem de dar uma incerta no Palácio e enfrentar a moçada.

Os Federais também têm a maior dificuldade em trancafiar os ex-governadores cariocas. Os criminosos comuns, apavorados, têm pavor de dividir a cela com esses criminosos irrecuperáveis, sanguinários e sem escrúpulos, que são capazes de tudo e mais um pouco para satisfazer a sua ganância insaciável pelo dinheiro público. As autoridades estão pensando em construir um novo complexo penitenciário específico de segurança máxima, o Complexo de Édipo de Bangu, para acomodar os fascínoras e suas mãezinhas.

A única coisa que consola o povo carioca é que os governadores estão presos, mas a grana roubada continua livre, curtindo uns juros em algum paraíso fiscal.

Mas o STF, Supremo Tribunal de Frango, não fica atrás, quer dizer, fica. Fica enfiando goela abaixo (e em outros orifícios singulares da anatomia) do povo um peru de natal, quer dizer, o insulto de natal, que vai tirar da cadeia os corruptos de alta periculosidade máxima. É que no Brasil não tem mais lugar na cadeia para tanto bandido. O jeito vai ser guardar quem for honesto na penitenciária e deixar solta a bandidagem, que, pelo visto, é a maioria da população. Bem faz o meu amigo Gilmar Mentes, que dá expediente em Brasília, mas mora em Portugal, que é para não assaltado pelos criminosos que ele mesmo solta.

Empreendedor nato, Pezão montou um esquema próprio. Pezão jura que é inocente: veio de interior com uma mão na frente e uma mala com mais de dez milhões de dólares. É Piraí…

 

 

banner_arte_02

 A FAVELA DA MARÉ NÃO TÁ PRA PEIXE 

O Brasil não é ovo, mas ficou mais uma vez chocado com a violência no Tiro de Janeiro, a Cidade Calamitosa. A execução covarde da vereadora Marielle mostrou que não existe segurança na cidade, só na porta das boates. Sorte tem o Serginho Cobral e o Jorge Picciani, que estão seguros atrás das grades e não têm que conviver diariamente com balas e oportunidades perdidas.

O interventor federal General Brega Netto e a Polícia Onde Já Civil precisam descobrir logo quem foi o irresponsável pela matança ou vão acabar mais desmoralizados que o “governador” Pezão Frio, que está rondando Piraí e não diz nem faz nada. Além do assassinato covarde, o que mais me revolta é a galera das redes antissociais dizendo que “vereador bom é vereador morto”, “quem mandou defender os direitos dos manos” e outras boçalidades dignas do candidato Jair Bolsonazi. A verdade é que estamos entregue às baratas e o pior: as baratas que não pertencem ao PCC (Primeira Cascuda da Capital) estão nas mãos dos milicianos e traficantes de drogas e influência. Não necessariamente nessa ordem, quer dizer, desordem.

O problema é que o Estado não tem grana para bancar a intervenção federal. Tentaram fazer uma vaquinha, mas ladrões roubaram o bovino para atolar no brejo. Os carros da Polícia estão todos desmontados. Ainda bem. Se estivessem funcionando, não teria verba para gasolina. Para fazer as suas diligências, os meganhas têm que chamar um táxi de uber pool (que é mais barato) ou pegar uma van (que é da Milícia) para chegar nas “comunidades”.

Devido de que a falta de munição, os policiais têm que amarrar um barbante em cada bala para poder reutilizar o projétil depois de disparado. Isso sem falar nos salários atrasados de todo o funcionalismo público. Sem receber, os funcionários não têm como ser assaltados, e os bandidos não têm nem o que roubar, prejudicando a atividade econômica na cidade.

Mas nem tudo é calamidade pública, tem confusão no Judiciário também. A ministra Carmen Lúcifer está pensando em transferir os julgamentos do STF para sábado de madrugada, na mesma hora do MMA. Assim, os brasileiros podem assistir aos combates singulares entre o ministro Gilmar Mentes, o Psicopata Monstruoso e o Luís Roberto Horroroso, o Sobrancelha Paraguaia.

 

Por falta de grana, a intervenção militar teve que pedir dinheiro ao PCC (Partido Capitalizado da Capital) para combater o crime organizado e a sociedade desorganizada.

Agamenon Mendes Pedreira é contra a bala perdida, vindo da esquerda ou da direita.

banner_arte_02

TREPAS NA RUA

A situação no Rio de Janeiro vai de Mal a Pior, mas, no meio do caminho, deu uma parada na Catástrofe para encher o tanque, tomar um café e fazer xixi. Por isso mesmo, o governador Luiz Furtando Pezão Frio passou o Carnaval Piraí. Já o prefeito Evangello Crivella não estava nem aí: com medo da violência, se mandou pra Suécia. Também, quem é maluco de ficar no Rio de Janeiro numa hora dessas? Até o malucos do Pinel preferem ficar trancados no manicômio à base de tranquilizantes. O único consolo do carioca é saber que a situação hoje está melhor do que amanhã.

Os arrastões de rua, os blocos de assaltantes mascarados e os milicianos da LIESA (Liga das Escolas de Saque) tomaram conta da cidade no Carnaval trazendo de volta o caos, a desordem e o medo generalizado, coisa que existe por aqui há mais ou menos uns 500 anos. Num gesto de esperteza política, o presidente Michê Temer se aproveitou do vácuo no poder para decretar a intervenção militar no Rio de Janeiro a cargo do general Walter Prega Netto. Mas não adiantou nada: os bandidos assaltaram também o general, que voltou correndo pra Brasília.

Imediatamente, os militares anunciaram as medidas intervencionistas para acabar com a falta de segurança na cidade: o Cristo Redentor vai ter que bater continência e cantar o hino nacional todo dia assim que amanhecer, os militares vão pintar de branco até a metade todos os troncos das árvores da cidade, a Marinha, com seus navios, vai subir os morros para perseguir os marginais, e a Esquadrilha da Fumaça vai assumir pessoalmente a venda de maconha na Cidade Calamitosa.

Os otimistas, sempre ingênuos, acham que essas medidas não vão adiantar nada. Já os pessimistas se mudaram para Lisboa há muito tempo. Mas também não adiantou nada, a bandidagem, assustada com a criminalidade, também se mandou pra Portugal, onde já está tocando o terror. E eu que pensava que, com a prisão do Sérgio Cabral Filho (não me pergunte de quem) e do Picciani, o problema da criminalidade no Rio de Janeiro iria melhorar. Mas não deu certo: os dois já fundaram mais uma facção na cadeia, o PCC – Primeiro Comando do Caviar.

Mas o crime organizado é a única coisa organizada na cidade que funciona. Agora, os milicianos, os traficantes, as facções e a bunda podre da polícia se uniram numa estratégia para extorquir, assaltar, sequestrar e barbarizar ainda mais o pobre cidadão carioca. Ainda bem que sou um desempregado crônico e, caso bata de frente com um assaltante na rua, talvez o criminoso, compadecido com a minha penúria, me dê até um troco pra inteirar a passagem. Desta pra melhor.

Uma blitz da PM carioca quase apreendeu os blindados do Exército que estavam com o IPVA atrasado. Com medo dos tanques serem depenados no depósito de DETRAN, o comandante da tropa pagou uma “cervejinha” pros canas.

Uma blitz da PM carioca quase apreendeu os blindados do Exército que estavam com o IPVA atrasado. Com medo dos tanques serem depenados no depósito de DETRAN, o comandante da tropa pagou uma “cervejinha” pros canas.

Agamenon Mendes Pedreira quer ir pra cadeia pra não ser assaltado.

 

 

banner_arte_02

DIGA AO POVO QUE BENFICO!

A que estado chegamos! O Estado do Rio, é claro! O presídio de Benfica agora tem entre seus hóspedes o ex-governador Sérgio Cobrou Filho, Jorge Puccilânime (presidente da ALERJ – Assembleia dos Ladrões do Rio de Janeiro), Carlos Rouberto Nuzman, a “adevogada” Ladriana Ancelmo e até a ex-governadora Rosquinha Garotinho. Seu marido Bandidanthony Garotinho, depois de muito chorar, espernear e fazer birra, foi transferido para a FEBEM.

Nesse presídio muito também estão na tranca $ecretário$, a$$e$$ores e autoridade$ que transformaram o Rio de Janeiro em Rios de Dinheiro, desviando-os diretamente para seus bolsos, que rapidamente eram esvaziados para extravagâncias dinheirísticas dignas de marajás e membros da família real saudita como o Sheik Especial, que torrava sua grana sem limites.

Indignados com a presença desses bandidos de colarinho sujo, os marginais, homicidas, meliantes, batedores de carteira e ladrões de galinha que também estão presos em Benfica resolveram entregar um abaixo-assinado ao diretor daquela unidade penitencial porque não toleram conviver com gente desse nível lado a lado. Além do mais, os pobres apenados começam a Temer pela própria vida e consideram a ida dessa quadrilha para Benfica a maior carceragem!

Num flagrante claro de desaforo privilegiado, os guardas do presídio descobriram uma enorme Smart TV na cela de Sérgio Cobrou Filho, na qual o ex-governador passava o dia assistindo a fitas pornôs, que, na verdade, eram vídeos de segurança do seu gabinete, onde rolavam as sacanagens mais escabrosas. E, como se não fosse bastante, os políticos, em vez de comerem o pão que o diabo amassou (servido diariamente na cadeia), se regalam com iguarias caríssimas como caviar, foie gras e presunto de Parma, presunto que foi desovado ali por um miliciano amigo da galera.

 

Sem ter mais o que roubar, os quadrilheiros de Benfica passam o dia inteiro jogando xadrez, que é de onde se espera que eles não saiam tão cedo.

Sem ter mais o que roubar, os quadrilheiros de Benfica passam o dia inteiro jogando xadrez, que é de onde se espera que eles não saiam tão cedo.

 

Agamenon Mendes Pedreira quer ser preso logo e ir para Benfica usufruir as mordomias do ex-governador Sérgio Cobrou.

 

banner_arte_02

BOPE IN RIO

O Rio de Janeiro precisa de um pouco de tranquilidade para que a atmosfera de violência sem limites e o caos descontrolado voltem a reinar na cidade.

O que está acontecendo na Cidade Calamitosa deixa até o sanguinário ditador norte-coreano, King Kong-un preocupado. Ele acha que os seus mísseis nucleares intercontinentais não são capazes de enfrentar as facções que estão em guerra na Rocinha. O ISIS, braço terrorista do Estado Islâmico, deu ordens expressas para que seus homens-bomba fiquem longe da favela, quer dizer, “comunidade” por motivo de segurança.

O território da Rocinha, a maior favela do mundo, hoje começa mais ou menos ali por Angra dos Reis, vem vindo por Santa Cruz, Campo Grande, Bonsucesso, Jacarepaguá, passa pelo Leblon, Ipanema, Copacabana, vai pelo Santo Cristo adentro, Gamboa, segue pelo Alemão, Baixada, Caxias, Nova Iguaçu e sobe a serra de Petrópolis na direção de Juiz de Fora. O mar vai virar sertão e o sertão já virou Rocinha. Este é o destino do Brasil, quer dizer, o Brasil só vai conseguir virar uma Rocinha se tudo der muito certo.

A chapa está tão quente que o governador do estado, o Pezão (isso não é nome, é apelido de marginal) fugiu no bonde dos bandidos que, apavorados com a violência, resolveram se mandar da cidade. Até mesmo o prefeito Amarello Crivella, evangélico de carteirinha, se disfarçou de freira e viajou para o Afeganistão em busca de paz e segurança. Por falar nisso, os refugiados sírios, que fugiram da guerra civil para vender esfirra no Rio de Janeiro estão pedindo pelo amor de Allah para voltar para sua terrinha. O povo carioca correndo risco de extinção foi pedir proteção ao IBAMA já que as Forças Armadas não conseguem acabar com a bandidagem.

O único que está em segurança, sem correr risco de ser assaltado ou levar uma bala perdida, é o ex-governador Sérgio Criminal, trancado na penitenciária de Benfica. Aliás a ex-primeira mulher dama, Adriana Anselmo, só não pede para voltar para a cadeia porque o Antiquárius não faz delivery na Zona Norte.

O carioca conhecido outrora pelo seu bom humor, sua picardia, pelo bronzeado da praia hoje é reconhecido em qualquer porque está todo furado de bala.

Mas de uma coisa ninguém pode reclamar. Pelo menos uma coisa funciona nesta cidade: a Vigilância Sanitária. Depois de destruir os queijos e a linguiça artesanal da Roberta Sudbrak, os fiscais subiram o morro e confiscaram todos os “presuntos” por já estarem em estado avançado de decomposição, fora do prazo de validade.

Não tem jeito, pessoal! No Brasil, a criminalidade é a única atividade econômica que dá certo e funciona de forma organizada. Que futebol que nada! Do Oiapoque à Marilena Chauí somos bons mesmo é na roubalheira. Roubalheira que vem de cima, vem de baixo, vem dos lados. Não tem como o cidadão se esconder. Nem do Imposto de Renda.

Mas nem tudo é desespero na cidade. Teve o Rock in Rio que trouxe atrações nacionais e internacionais da maior qualidade como o Guns and No Roses, o Primeiro Comando da Capital Inicial, o Theu Ruim, Ney Chumbo Grosso e a Nação Zumbi.

Nas escolas, sem aula por causa do tiroteio, as crianças passam o tempo brincado de Morto-Vivo.

Nas escolas, sem aula por causa do tiroteio, as crianças passam o tempo brincado de Morto-Vivo.

Agamenon Mendes Pedreira é a favor do crime desorganizado.

banner_arte_02

SÓ DÓI QUANDO EU RIO

Ainda bem que vivo no Brasil, um país onde o que está ruim sempre pode piorar. Isso é o que me dá forças para seguir em frente, mesmo porque logo atrás vem um traficante com um fuzil e, atrás dele, uma galera a fim de fazer um arrastão na minha pessoa.
Agora no Rio de Janeiro é assim: o bandido para assaltar tem que chegar cedo, pegar a senha e entrar na fila. Os cidadãos não estão dando conta da demanda. E depois ainda dizem que a Economia está em recessão. Só fica desempregado no Brasil quem é vagabundo. Se o cara quiser entrar no ramo da bandidagem no Rio de Janeiro, o que não falta é vaga. O Rio ainda é uma Petrobras antes do PT: ainda tem muito para se roubar.
Mas eis que o carioca acorda e descobre que a cidade está dominada pelo Exército. Militares ocupam pontos estratégicos da paisagem zelando pela segurança geral. Na verdade, a invasão dos milicos foi para atender a um pedido da bandidagem. A criminalidade no Rio estava demais. Já tinha bandido roubando assaltante, estuprador sodomizando sequestrador, estelionatário assassinando traficante. Uma bagunça generalizada, uma falta de respeito com o meliante. Afinal, tradicionalmente, no Rio de Janeiro o crime sempre foi muito organizado. Quando o governador era o Sérgio Cabral, o crime funcionava feito um relógio. Mas o relógio era Rolex, e acabaram roubando
também.
Com o Exército nas ruas, tudo voltou ao normal. Graças a Deus! É bonito de ver os traficantes confraternizando com os soldados, tirando selfie e comparando para ver quem tem o fuzil mais bacana. A mulherada também fica louca com a rapaziada fardada. Agora, além da Maria Chuteira, tem a Maria Cartucheira.
Mas as autoridades vão mais longe! Vão lançar mais um programa de inclusão social, um programa para acabar com o problema da Bala Perdida. Vamos acabar com as balas perdidas. Toda vez que alguém encontrar uma Bala Perdida, deverá encaminhá-la à Casa da Bala Perdida, onde ficará guardada até ser encontrado um alvo que a abrigue.

Star-Wars-Darth-Vader-Wallpaper

O ministro Raul Junglemann avisou que, se o Exército não der jeito na violência do Rio, vai ter que chamar o Lucas Skywalker para enfrentar o Lado Afro Descente da Força.

Agamenon Mendes Pedreira é foragido da Injustiça.

banner_arte_02

EU SOU TRAMBIQUEIRO!! COM MUITO ORGULHOOOO!!! COMO MUITO AMOOOOOORRR!!!!

Cheias de esperança no coração, milhões de crianças no mundo inteiro colocaram seus sapatinhos na janela na noite de Natal. Mas foi tudo em vão. O Papai Noel não apareceu. Na manhã seguinte, os pequeninos calçados infantis estavam mais vazios que os cofres do Rio de Janeiro.

Na mesa posta, o tradicional peru de Natal virou um esquálido galeto da Etiópia. As árvores de Natal desapareceram com o desmatamento alucinado e sem controle. Deu ruim.

Papai Noel não apareceu. As renas entraram em greve. No lugar do Bom Velhinho, quem deu as caras foi a Polícia Federal. Aliás, não foi só a PF, não. Também veio a CIA, o FBI, o Mossad e até a KGB para investigar o maior escândalo de corrupção da História da Humanidade. Nem as Pirâmides do Egito nem o Farol de Alexandria nem a Arca de Noé foram tão superfaturadas. A Arca, pelo menos, ficou pronta antes do Dilúvio. Dilúvio Soares!

Papai Noel foi preso na Operação Lapônia, a 34ª etapa da Operação Lava Jato. Investigações revelaram que o Bom Velhote lavava dinheiro dos políticos brasileiros com a fabricação e distribuição de brinquedos chineses superfaturados. E sem dar nota fiscal. Centenas de duendes e renas homoafetivas também foram levados na “coercitiva” para prestar depoimento em Brasília. Um trenó importado foi apreendido.

O Bom Velhinho, que de bom não tem nada, contratou o advogado Kakay e já avisou que vai fazer delação premiada. Segundo o Coroa do Natal, os presentes foram comprados com a doação do Caixa Dois das empreiteiras.

Finalmente descobriu-se por que o Papai Noel só se veste de vermelho: é filiado à CUT, é membro da Executiva Nacional do PT e militante do MST – Movimento dos Sem Trenó. Chico Buarque, Wagner Moura e Gregório Duvivier já divulgaram um manifesto contra a prisão arbitrária do Papai Noel e botam a culpa de tudo na globalização e no governo neoliberal assassino de Fernando Henrique Pomposo.

O Bom Velhinho e o Velhinho Escroto, Emílio Odebrecht, são acusados de comandar um esquema bilionário com o objetivo de tirar o Lula da cana e colocá-lo no regime de 12 anos.

Pelo menos nisso o Brasil se superou: é campeão de roubalheira de fama internacional. Ninguém segura este país! Agora entendo por que o Lula queria se candidatar a secretário geral da ONU. Além do foro privilegiado mundial, Lula iria promover obras da Odebrecht, da OAS, da Mendes Jr., da Engevix, da Camargo Corrêa e da Queiroz Galvão em todo o planeta! Empreiteiras que subornaram do Oiapoque a Marilena Chaui controlariam o mundo inteiro na base da propina! Do Polo Sul ao Polo Norte, da China a Portugal, da Groelândia aos confins da África!!!

agamenon natal

Mais do que a feijoada, o futebol, o samba e as mulatas com tudo de fora, é a corrupção desvairada, a corrupção moleque, a corrupção de raiz que faz a fama do Brasil no mundo. Não tem pra ninguém! (mesmo porque eles roubaram tudo…)

Agamenon Mendes Pedreira é o Bom Velhaco.

banner_arte_02

JOGOS OLYMPIKUS

A que estado (do Rio) nós chegamos! O Estado está mais falido do que eu, e olha que é difícil alguém ou alguma coisa estar mais quebrado que a minha pessoa! O governador Francisco Dóinelles já admitiu que não tem grana para pagar o funcionalismo, os policiais, nem os bandidos! Não tem grana, não adianta! Nem se entrar a grana dos empreiteiros que construíram os estádios olímpicos inacabados. Os “empresteiros” estão reclamando que assim como está fica difícil participar de negociatas superfaturadas! Sem pagar o funcionalismo, como é que vamos assaltar as pessoas, resmunga a bandidagem. Desse jeito, os assaltantes desempregados vão ter que acabar dirigindo Hubert, quer dizer, Uber! O prefeito diz que o problema é estadual, o governador diz que é municipal, mas a verdade é que a cagada é federal! Pra piorar a situação, a França revelou que o Estado Islâmico pretende fazer um atentado durante as Olimpíadas. Segundo o Serviço Secreto francês, os terroristas pretendem destruir a ciclovia da Niemeyer, criar o caos e impedir a mobilidade urbana. Mas nossas autoridades, sempre prevenidas, já se anteciparam e fizeram tudo isso antes.

E o prefeito Eduardo Paes & Amor? O alcaide carioca está mais perdido do que bala da PM. Uma hora diz que a culpa das obras não ficarem prontas a tempo é da imprensa, depois vem com o papo que o brasileiro tem complexo de vira-lata. Mas como é que faz pra gente não ter complexo de vira-lata se os políticos no Brasil só fazem cachorrada?

Mas eu, Agamenon Mendes Pedreira, sou guerreiro e prometo que vou fazer tudo para trazer o ouro pro Brasil! O ouro que eu pretendo roubar dos turistas otários, que não conhecem a principal modalidade olímpica praticada na cidade: o assalto com vara. Também pretendo alugar a minha residência, o Dodge Dart 73, enferrujado, para os visitantes que estão chegando de fora. E com direito a três refeições por dia, sendo uma delas, é claro, a Isaura, a minha patroa.

1407_aga

Ex-atleta sexual, Agamenon Mendes Pedreira vai participar das Olimpíadas chefiando a equipe brasileira de bocha, quer dizer, brocha.

 

 

 

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista paralímpico.

banner_arte_02

Só dói quando eu Rio!

Eu achava que o problema da violência urbana crônica do Rio de Janeiro tinha sido resolvido quando o governador Sérgio Cobal Jr. criou as UPPs, Unidades Pacificadoras de Pobre. Mas não! Agora o pessoal da BAND, Bandidagem, que não pode mais exercer o seu comércio ilegal nas favelas, está redirecionando as suas atividades ilícitas para outras esferas da criminalidade, como a caxanga, o assalto e o esfaqueamento generalizado.
Mas a responsabilidade não é apenas do atual governador, que começou o seu mandato com o Pezão frio. O prefeito Eduardo RaPaes também tem culpa no cartório, afinal de contas foi ele que criou essas ciclovias todas só para incentivar o assassinato de bikers na Cidade Calamitosa. E o que é pior: esses crimes hediondos estão sendo praticados à luz do dia em cartões bostais da cidade, como a Lagoa Jazíguo de Freitas, a Avenida Niemorre e o Assalto da Boa Vista.
Eu mesmo, Agamenon Mendes Pedreira, idoso, combalido e desempregado, fui vítima de um pivete assassino que me ameaçou com uma faca afiada. E olha que eu estava na rua tentando honestamente defender algum qualquer aplicando o golpe do paco em velhinhas inocentes. Ao ver minha carteira vazia, onde o dinheiro não aparece há muito tempo, o facínora mirim se apiedou da minha penúria, me deu uma nota de 10 reais e ainda fez questão que eu o esfaqueasse.
Como diria o deputado Jair Boçalnauro, a culpa de tudo é da maioridade penal. Os bandidos, sempre à frente do seu tempo, estão preocupados com a aprovação da lei que diminui a idade dos criminosos infantis e, assim como o Barcelona e o Real Madrid, já começaram a recrutar seus novos delinquentes nas maternidades da cidade. Já existem casos de bebês assassinos que estão utilizando perigosos alfinetes de fralda para roubar a chupeta dos seus coleguinhas de berçário. A que estado do Rio nós chegamos…

21-05

Para os turistas que chegaram há pouco de fora se acostumarem com o clima de violência no Rio de Janeiro, os hotéis da cidade já estão colocando cadáveres nas piscinas.

Agamenon Mendes Pedreira é a favor da “melhor idade” penal.

banner_arte_02

EGITO ANTES DE USAR!

O povão, que torce pelo “Framengo” e não tem “inducassão”não quer saber de plebiscito! O povão quer mesmo é um “prebiscito” para decidir se quer fazer uma reforma ortográfica na política brasileira! Como diria o Boris Casoy: “É preciso passar o Brasil na cara!” Pra quê fazer uma consulta dessas se nem o ex-atual presidente Lula consegue pronunciar a palavra plebiscito direito? Por que a presidente Dilmarketing Roussef e o marqueteiro João Sacanna não aproveitam a onda de protestos e cometem um plesbicídio? O que nenhum analista da Globonews conseguiu responder até agora é o seguinte: o que querem as massas? Molho à bolonhesa? Mais parmesão? Quatro queijos? Apesar de desempregado, cumpro meu dever cívico de colaborar com o país que aí está e publico o meu plebiscito para que a população vá treinando e possa até usar de cola na hora em que for votar.

PERGUNTAS:

Você acha que adianta alguma coisa a Dilma gastar tanto dinheiro em maquiagem?

( ) SIM ( ) NÃO ( ) FODA-SE

Você é a favor do voto distrital misto (com queijo e presunto)?

( ) FRIO ( ) QUENTE

Você acha que o Felipão tem que deixar a bunda do Hulk de fora na seleção?

( ) PODE SER ( ) DEPENDE

O avião do presidente da Bolívia deve carregar o quê?

( ) COCAÍNA ( ) TUBAÍNA

Quem manda no Brasil?

( ) A FIFA ( ) A FOFA

O deputado Henrico Eduardo Alves só pode pegar o avião da FAB para ir…

( ) À MERDA ( ) À PUTA QUE O PARIU

 

OS CARTAZES REVOLTADOS DE AGAMENON MENDES PEDREIRA!



[divide]
FIGURAÇA DA SEMANA

Nike Batista – já foi o homem mais rico do Brasil, hoje é o mais “mico” do Brasil. Até agora ninguém conseguiu resolver o X da questão e a verdade é que Sheik Batista está na maior M… mas MX, porque ele é muito supersticioso !!! Pobre Eike, quer dizer, bilionário Eike… Desesperado com a queda das suas ações, o empresário colocou a máscara do V de Vingança e foi às ruas pedir mais verbas para a saúde. A saúde de suas empresas, é claro. O BNDES (Banco Nacional do Enriquecimento dos Sócios) garantiu que vai emprestar mais 20 bilhões para o empresário que prometeu dar a sua peruca como garantia. Sempre empreendedor e em busca de boas oportunidades de negócio, Eike Batista já entrou no Bolsa Família e pediu um cartão Minha Casa Melhor pra Regina Casé.

[divide]

Para resolver o “pobrema” da saúde, o governo vai importar milhares de médicos falsificados da China.

Agamenon Mendes Pedreira é Anonymous.

[divide style=”2″]
banner_arte_02