banner_arte_02

SÃO PAULO, CIDADE QUE ME SEDUZ: DE DIA FALTA ÁGUA E DE NOITE FALTA TAMBÉM!

A falta de água e dos recursos hídricos está assustando o povo brasileiro menos o Lula, é claro. Luísque Inácio Lula da Silva, o ex-presidente em exercício, só vai ficar preocupado quando começar a faltar água que passarinho não bebe. Lá em casa a seca está braba há muito tempo. Isaura, a minha patroa, vive reclamando que só usa o volume morto na nossa vida sexual. Tive até que chamar o rapaz do caminhão-pipa que, com sua mangueira indomável, vive enchendo a cisterna da Isaura, a minha patroa. Só assim, ele consegue acabar com a seca da sedenta criatura. Faça sol ou faça sol porque chuva que é bom, não vem mesmo.

A situação mais crítica é no desértico Estado de São Paulo, o Saara brasileiro, que está pensando em implantar o rodízio de camelos. Muitos políticos resolveram dar o exemplo e pararam de tomar banho e o candidato Aético Neves do PSDB (Partido sem Ducha Brasileiro) já começou a cheirar.

A penúria hídrica atinge todas as classes, sem distinção de raça, cor ou preconceito. A tradicional Parada Gay de São Paulo está ameaçada porque os manifestantes homo afetivos não vão ter água pra jogar fora da bacia.

E que é pior, a hidro escassez já está começando a atrapalhar a maior atividade econômica do Brasil : a corrupção. Por conta da falta de chuva e das investigações da Polícia Federal, as empreiteiras não estão tendo como molhar a mão dos político ligados à base criminal do governo.

agamenon 16-10

Por causa da falta de água, nem a vaca consegue mais ir pro brejo: o brejo secou!

 Agamenon Mendes Pedreira é jornalista até de baixo d’água. Só que a água acabou.

banner_arte_02
banner_arte_02