banner_arte_02

Ô LOUCO, MEU! 

O Brasil ficou maluco! O maior país do mundo da América do Sul surtou! Entrou em parafuso! Ficou totalmente sem noção! Doidão de maconha, o Brasil parece que tomou um ácido!

O Brasil está vivendo uma realidade virtual, um sonho concreto no meio de uma realidade abstrata. Estamos condenados a uma “bad trip” interminável. O Brasil é um país cracudo onde os “noia” vagam feito uns zumbis pelo Executivo, pelo Legislativo e pelo Judiciário. Para conseguir viver algumas horas “no mundo real”, o brasileiro tem que fazer fila no cinema e assistir a Os Vingadores.

Se o Michê Temer é um vampiro da Transilvânia, o que seria o Gilmar Mendes? O Curupira? O Caboclo Tranca Rua? O Boi da Cara Preta? o Tutu Marabá? A Mula Sem Cabeça é que não é. A Mula Sem Cabeça é a Dilma Roskoff.

Nem criança acredita mais no Supremo Terminal Foderal. O STF virou uma lenda mitológica e já faz parte do folclore nacional. Só mesmo um Câmara, muito Cascudo, para explicar para o povo o que é o STF.

O ambiente é de pura violência no STF, Supremo Tribunal da Favela. Duas facções lutam para controlar o tráfico de drogas e influência (não necessariamente nesta ordem) no Judiciário. A mais famosa é a “Jardim do Éden” (também conhecida como Amiga dos Amigos), que é formada pelos perigosos magistrados Dias PToffoli, Gilmar Mentes, Enricado Ladrowovski e o Nem da Rocinha.

As duas facções vivem em guerra pelo controle das bocas de foro privilegiado, onde traficam liminares, ADFs, habeas corpus, medidas cautelares, mandados de segurança e outras sentenças que ninguém entende. O STF é tão perigoso, tão mal frequentado, que até os militares têm medo de subir lá.

A ministra Cármen Lúcia, que não é de facção nenhuma (muito pelo contrário), vai acabar fundando uma milícia só pra ela. Uma milícia no STF cobrando “proteção”, taxa do gás e fazendo “gatonet”. Era só o que faltava! Mas os ministros também faltam muito. Afinal, sempre eles têm outros compromissos mais importantes no exterior.

Muito doido, o senador Underbergh Farinhas parece que anda cheirando maconha.

Agamenon Mendes Pedreira tomou um Ácido Ascetil Salicílico.

 

 

banner_arte_02

BRASIL, URGENTE! LULA DELINQUENTE!

O Brasil vive momentos dramáticos. Com prisão decretada, o ex-presidente Luísque Inácio Lula da Silva está trancado no Sindicato dos Cachaceiros de São Bernardo do Campari, que desde ontem está cercado pela GloboNews.  Preocupado, Lula quase  não dormiu, virou a noite  junto com seus advogados tomando várias medidas.  Quando acordou e se viu cercado pela Jandira Feghali, Dilma Roskoff e a deputada Maria do Rosário, achou que era delirium tremens e quase pediu para ser preso.  Enquanto isso, seus advogados entraram com mais um pedido de habeas copus. Se a manobra legal não der certo,  Lula pretende pedir asilo na Embaixada da Escócia.

Felizmente no Brasil nem tudo  acaba em desgraça.  Sempre fica um pouco pior.  Muito antes do Eduardo Suplicy, eu, Agamenon Mendes Pedreira, já havia me oferecido para ficar preso no lugar do Lula. Afinal, os 15 metros quadrados, com  direito a privada, água quente , três refeições por dia e sem o menor risco  de assalto ou arrastão é muito melhor do que ficar na  minha residência de jornalista desempregado, o  Dodge Dart  73, enferrujado, estacionado na Rua da Amargura  s/n.

Só imponho uma condição: não quero tomar o meu banho de sol na companhia de  Eduardo Cunha, Antônio Palloci e outros meliantes de alta periculosidade. Como todo mundo sabe, as prisões brasileiras são verdadeiras universidades do crime, e o indivíduo acaba saindo um bandido muito pior do que entrou por conta das más companhias.

Mas existe uma pergunta que não quer calar: os assessores, seguranças e motoristas do Lula vão ter que acompanhar o chefe  na cadeia? Nesse caso, vão ocupar os mesmos aposentos? E os seguranças? Vão proteger o Lula dos agentes penitenciários? E os motoristas? Vão ter que conduzir o ex-presidente até o refeitório? Ao campo de futebol? Ao banho de sol? E de que forma? Vão conduzir o ex-presidente num carrinho de mão?

No entanto, tenho confiança inabalável na Justiça brasileira. O Lula não vai ficar preso muito tempo. Rapidinho vão arrumar  uma prisão domiciliar para ele.  Lula só ainda não resolveu em que residência pretende cumprir a sua prisão domiciliar: se no tríplex do GoróJá, no sítio de Atibaia ou no Palácio do Planalto. De qualquer maneira, a trajetória de Lulalau é notável: de torneiro mecânico vai passar à tornozeleira eletrônica .

Se quiser cumprir a sua prisão domiciliar no Palácio do Planalto, Lula vai ter que esperar. É que lá só cabe um bandido de cada vez. 

Agamenon Mendes Pedreira é presidiário sem-teto.

banner_arte_02

TEORI DA CONSPIRAÇÃO

O ano de 2017 nem bem começou direito e o Brasil já está zicado. Zicado, dengado, chicungunhado e febre amarelado.

Só tem desgraça: é matança nos presídios, falência dos estados, axé music no carnaval do Rio e até avião caindo com ministro dentro. Para arrematar, depois dessa bronca generalizada, o Pato Donald Trump tomou posse na Casa Branca dizendo que os Marines vão invadir a Barra da Tijuca, que, segundo o novo, quer dizer, velho presidente, é território americano. America first!!!!!

Por conta de tantos perrengues, até mesmo a internet já está cheia de teorias da corrupção, quer dizer, teorias da conspiração. Tudo obra de facção, quer dizer, obra de ficção.

A minha é a seguinte: o avião do ministro foi derrubado por um mosquito da febre amarela que entrou na turbina. O mosquito foi contratado pelo PT e pela Odebrecht para atrasar a Operação Lava Jato. Um detalhe: o mosquito era membro do PCC, Primeiro Comando dos Coleópteros. É, meus 17 seguidores e meio, se o ânus de 2017 já está começando mal, imagina só como vai ficar no final…

2301-agamenon

Agamenon Mendes Pedreira está cotado para uma vaga no STF. No estacionamento.

Agamenon Mendes Pedreira é jornalista membro do PCC, Primeiro Comando da Corrupção.

banner_arte_02

INFRIN GENTE

Joaquim Barbosafro – por falar em arbitragem, quem está fora da Copa é o presidente do Supremo Tribunal de Futebol, o juiz Joaquim Barbosafro, que vai se aposentar. Assustado com os disparos da tropa de elite dos advogados mensaleiros, Barbosa resolveu pedir pra sair. Sair da relatoria do caso. No seu histórico (e histérico) mandato, o juiz mostrou ao país que a Justiça farda mas não talha e, de goleada, condenou os mensaleiros do PT (Partido da Tranca) à cadeia. Eu não sei porque os apenados petistas não querem pagar sua etapa no regime fechado: o que esses caras mais gostam é de regime fechado. Eles não adoram Cuba, Venezuela, Bolívia, Irã e a Coréia do Norte? Além do mais, todos foram condenados por corrupção e peculato, com exceção de Jacinto Lamas que foi sentenciado por trocadilho inafiançável. Com a saída de Joaquim Barbosa, o STF, Supremo Tribunal de Forno, volta a colocar a pizza na fornalha. A pizza vai ficar no lugar da batata dos mensaleiros que estava assando no mesmo forno. Agora Josef Dirceu (e sua turma muito louca que se meteu em muitas trapalhadas) vai ter um novo julgamento e o juiz vai ser aquele japonês que roubou o pênalti pro Brasil. No fundo, no fundo, eu admiro o espião cubano Josef Dirceu, um homem corajoso e destemido que trocou de sexo para poder penetrar disfarçado no Brasil em plena ditadura. Ditadura brasileira, que acabou, e também da ditadura cubana que está em cartaz até hoje. Segundo o novo relator, o ministro Luis Roberto Pastoso, o grande Josef Dirceu é um “ponto fora da Cuba”.

banner_arte_02