banner_arte_02

“Rouba, Brasil” na Veja

A Revista Veja publicou uma nota sobre o meu novo livro, “Rouba Brasil”. Compartilho com vocês, apenas fazendo uma ressalva: Marcelo e Madureira e Hubert são impostores. Eu sou o verdadeiro  e único Agamenon Mendes Pedreira!

***

Aviso aos incautos: embora seja apontado como autor até na ficha catalográfica do livro, Agamenon Mendes Pedreira não existe.  Quando os humoristas Marcelo Madureira e Hubert, do Casseta & Planeta, estrearam a coluna do fictício jornalista no diário carioca O Globo, em 1988, a sátira cáustica do personagem já se evidenciava em sua biografia: Agamenon, casado com uma certa dona Isaura, declarava como residência um Dodge Dart 73. O desbocado articulista emite opiniões sobre assuntos prementes da nação com desastrada sinceridade – mas por vias tortuosas, acerta caneladas bem dadas em políticos demagogos, celebridades e estrelas de escândalos políticos em Brasília. Na nova seleção de suas crônicas, Agamenon não perdoa o vexame da derrota por 7×1 para a Alemanha na Copa. Mas volta-se sobretudo para os malfeitos petistas, do mensalão, ao petrolão, passando pelas trombada do governo “Dilma Mocreff”. Uma palha de sua verve está na legenda da foto de alguém que lembra um ex-presidente barbudo banhando-se no rio: “O Juiz Sérgio Moro vai passar o próximo feriado pescando corruptos do PT porque sabe que ali tem peixe grande”

 

22
ao todo.
banner_arte_02

Agamenon Urgente

19-09 agamenon urgente

A Contratação do problemático Jobson (que jogava no Dependientes da Argentina e no depois no Boca de Fumo no lugar certo. Juniors) pelo Botafogo é o homem certo no lugar certo. O Botafogo está mesmo uma droga e vai lançar uma campanha: Diga Não ao Jobson!

A Teoria da Conspiração continua comendo solta! O que se comenta nas redes antissociais é que a saída de Patrícia Poeta do Jornal Nacional foi uma exigência do PTbrás que queria colocar a presidenta Desgraça Foster na bancada do JN.

Depois de uma temporada de pesquisas bicudas, os tucanos acreditam que agora a candidatura de Aécio vai decolar. Bom, pelo menos a pista da fazenda dele em Claudio já está pronta.

71
ao todo.
banner_arte_02

O PETRÓLEO É DELES!

Você me conhece! Eu sou o jornalista Agamenon Mendes Pedreira! Ao contrário da seleção brasileira, que pagou o maior mico, eu saí vitorioso da Copa e hoje estou de volta à Veja para alegria do gerente do banco e dos meus 17 leitores e meio (não esqueçam do anão!). Como diria o ERei Roberto Carlos, o maior censor romântico do Brasil: “Eu voltei, voltei para ficar!”. Por algum tempo, eu e a Isaura, a minha patroa, estávamos na Pindaíba, morando de favor na Rua da Amargura, fundos. Mas agora que fui recontratado a peso de ouro por este combativo órgão da mídia golpista, resolvi estacionar de vez a minha residência, o Dodge Dart 73, enferrujado em São Paulo. Bem na frente do prédio da Abril, na Rua do Sumidouro que fica na Marginal Pitta, quer dizer, Marginal Maluf, quer dizer, Marginal Quércia… ah, sei lá. São Paulo tem muito Marginal.

Caio de paraquedas no meio da corrida presidencial onde a coisa está feia. Aliás, muito feia, medonha, afinal de contas a disputa é entre a presidenta Dilma Mocreff e a senadora Magrina Selva. É só a gente olhar bem as duas candidatas pra perceber que ainda não vai ser dessa vez que o Brasil vai ter uma mulher na presidência. Mas elas querem é poder e passam o dia inteiro se xingando. Daqui a pouco o debate na TV vai ser substituído pela luta de candidatas na lama, daquelas com muita baixaria, unhada e puxão de cabelo! Na sua propaganda política, Dilma acusou Marina de ser igual ao Collor. Na verdade, a candidata do PSB se parece muito mais com o ET do Spielberg. Por sua vez, Marina não deixou o insulto barato e disse que a Dilma,na verdade, é o cartunista transformista Laerte fantasiado de homem.

E não é só na campanha presidencial que a coisa está feia! A Petrobrás parece um filme de horror estrelado por Dilma Karloff, DesGraça Foster e o pavoroso Nosferatu Cerveró. Hollywood já está de olho nessas três monstruosas criaturas porque nunca houve uma atuação tão arrasadora em toda a história do cinema e da indústria petrolífera. Se a Petrobrás está perdendo dinheiro no ramo petroquímico, ela pode recuperar o seu valor de mercado realizando produções cinematográficas milionárias: Eu Sei o Que Vocês Fizeram no Governo Passado, Aperte o Cinto, o Seu Dinheiro Sumiu, A Refinaria Fantasma da Ópera, Se a Minha Diretoria Falasse, Um Dilma de Cão e O Poderoso Checão.

“É só a gente olhar bem as duas candidatas pra perceber que

ainda não vai ser dessa vez que

o Brasil vai ter uma mulher na presidência.”

Graça Fofoster continua apavorando investidores e acionistas da empresa e já prometeu que vai fazer uma plástica para acalmar o mercado. Para melhorar a sua imagem, “Graça” Foster, também pretende ir na Ana Maria Braga ensinar receitas de poções mágicas em seu caldeirão. Em sua defesa, “Graça ” disse que faz questão de ir todo dia de vassoura pro trabalho e, assim, dar exemplo de economia de combustível.

E na semana passada a situação ficou ainda mais horripilante! Quem também está tirando o sono da diretoria da PTbrás é o ex-diretor Paulo Roberto Gosta. Em troca da deduração premiada, o X-9, com seu dedo nervoso, prometeu que agora vai dar nome aos Fribois. Paulo Rouberto revelou que era da diretoria de Abastecimento porque abastecia com muitos bilhões a conta de políticos da base criminal do governo. Num depoimento à PF, este sinistro personagem confessou os seus malfeitos: estava envolvido na compra da refinaria de Passagrana, pagou o milionário implante capilar do Renan Calheiros e também superfaturou a tintura de cabelo do ministro Lobão, autor de Vida Bandida.

 

A Petrobrás, líder mundial em negociatas profundas, anunciou que acaba de descobrir uma gigantesca jazida de mar de lama na camada do pré- sal.

A Petrobrás, líder mundial em negociatas profundas, anunciou que acaba de descobrir uma gigantesca jazida de mar de lama na camada do pré- sal.

 

 

 

387
ao todo.

banner_arte_02

A Segunda Copa Mundial (1939-1945)

Sexta-feira vamos assistir a um jogo emocionante na Copa, o clássico França e Alemanha. E não é a primeira vez que as duas potências do futebol se enfrentam.  Na Segunda Copa Mundial, a Alemanha passou por cima da França e só o zagueirão De Gaulle mostrou alguma resistência. Resistência Francesa, é claro! Les bleus amarelam diante do escrete nazista, que atacou com Panzer, Wermacht, Ribbentrop e Von Braun, além do volante Volkswagen.

Esse sangrento campeonato mundial só não foi para a prorrogação porque acabou nos 45. Do segundo tempo. A partida final foi entre a seleção dos  EUA (que, ao contrário desta Copa, não tinha sido eliminada) e o time japonês. E, mesmo assim, só terminou quando o ataque americano mandou uma bomba que fez tremer as redes do goleiro Hiroito, o Imperador, na Arena Hiroshima.

Eu cobri essa Copa ao lado de Rubem Braga, Joel Silveira e João Saldanha. O Saldanha, na verdade, não foi, mas mentiu pra todo mundo dizendo que tinha ido. Quem também participou dessa cobertura histórica foram o Juca Kfouri e o Tostão, que ainda não tinham nascido.

Comunista de carteirinha, João Saldanha tinha sido técnico do Dínamo de Moscou, além de introduzir o futebol na China por ordem de Mao Tsé Tung Jr., o Neymao. Segundo o comentário de João Saldanha, as seleções aliadas só chegaram à vitória por causa de Stalin, técnico da seleção soviética. O “professor” Stalin governou com mão de ferro o escrete vermelhinho. Seguindo o exemplo do técnico alemão, Adolf Hitler, Stalin implantou a concentração no futebol russo. Antes, durante e depois dos jogos.

Neste 4 de julho, mais uma página da História do Futebol será escrita com sangue, suor e lágrimas. O Brasil enfrenta a Colômbia que, mesmo desfalcada do seu crack Pablo Escobar, tem o jogador Quadrado, o único careta da equipe. A Colômbia deposita suas esperanças no jovem James Rodríguez, o artilheiro da Copa. Já o Brasil também tem o seu Rodrigues, o Nelson, o escritor mais citado do Mundial. O craque Nelson Rodrigues, que só jogava pela direita, já atingiu a marca invejável de 1 milhão de citações, ultrapassando Pelé, Maradona, Ronaldo Fenômeno e Paulo Coelho.

Veja Online 11

A SEGUNDA Copa Mundial não foi televisionada e tinha que ser acompanhada pelo radinho

veja online 11 o2

DEPOIS DA SEGUNDA Copa Mundial, a Fifa proibiu o uso de foguetes nos estádios

Agamenon Mendes Pedreira é o Churchill do jornalismo brasileiro

114
ao todo.
banner_arte_02

Quem Comary por último, Comary melhor

Tarde da noite. Todos dormem na Granja Comary. Menos o sr. e a sra. Felipão.
O técnico gaúcho e seu inseparável Murtosa não conseguem pregar o olho e, apavorados, temem pela campanha.
A campanha da Sadia, é claro. Se a seleção não melhorar, os dois garotos-propaganda vão perder todos os anúncios de frango assado, perus, linguiças e outros alimentos de duplo sentido que fizeram na Copa. Técnico disciplinador, Felipão todas as noites faz a ronda na granja e dá uma geral no  quarto dos jogadores pra ver se nossos craques estão exagerando nos malabarismos sexuais. Sempre que vê algo que não se encaixa no esquema 4-3-de 4, Felipão  intervém no lance e orienta o lepo-lepo entre as quatro linhas do quarto, aos berros:
— Aperta! Aperta!
— Posição irregular!
— Cuidado com o homem que vem de trás!
— Mão na bola! É pênalti!
— Não vai nessa não que é sobra do Neymar!
Outra noite mesmo, eu estava aqui no galinheiro da granja tomando uma canja com uma torcedora que namora um jogador da seleção quando chegaram o Felipão e o Murtosa. Ao me ver atracado com a maria-chuteira, a dupla dinâmica da seleção me tirou de campo por mau desempenho e colocou o Ramires no meu lugar!
Mas a Copa do Mundo não pode parar! A Espanha está de fora após levar uma chinelada dos chilenos, ou melhor, uma “chilenada dos chinelos”. Abalado com a derrota, o goleiro Casillas, depois de tantos frangos, vai fazer um retiro espiritual na Granja Comary. O técnico da ex-Espanha, Vicente del Bosque, por sua vez, anunciou que está abandonando o futebol para virar personagem do Game of Thrones.

agamenon-coluna-truta-size-598

Diante da roubalheira generalizada dos juízes na Copa, o chefe da comissão de arbitragem garantiu à imprensa que não vai ter truta neste Mundial

Agamenon Mendes Pedreira acha que a comissão técnica deveria ser de 20%

55
ao todo.
banner_arte_02

BRAZUCA BRASIL!

O dia de jogo do Brasil é sempre estressante e cansativo. Acordei cedo e fui de metrô pra porta do Itaquerão vender os ingressos que eu passei a noite falsificando. Em seguida, encontrei-me com o ex-presidente em exercício Luísque Inácio Lula da Silva e o ex-presidente do Corinthians para tentar acabar as obras do estádio antes do jogo começar. Viramos concreto, batemos prego, serramos tábuas mas não conseguimos entregar o Itaquerão a tempo. Resolvemos parar o serviço no meio porque o Lula arrumou umas verbas com alguns empreiteiros e nós fomos pro boteco gastar tudo com cachaça. Apesar da obra não ter ficado pronta, Lula aprovou o gramado do estádio. Pelo menos como tira-gosto.

Como já expliquei aos meus 17 leitores e meio (não esqueçam do anão), pretendo continuar sem assistir nenhum jogo da Copa do Mundo para não influenciar as minhas análise críticas, isentas e imparciais. Assim como os dirigentes de futebol , não quero saber de nada que acontece dentro do gramado: só me interessam as jogadas cabulosas. Como diz o ditado , o futebol é uma caixa- forte de surpresas. De preferência, numa conta secreta da Suíça. Antigamente no futebol , quem roubava era só o juiz. Mas o esporte evoluiu e a roubalheira agora é generalizada. Do gandula ao Blatter , do vendedor de cachorro quente ao empreiteiro, da mais humilde Maria Chuteira ao presidente do Barcelona, todo mundo quer ganhar a sua bolada.

Mas eu levo fé na seleção! O caneco vai ser nosso, é ruim de não ser! Nós temos tradição: já derretemos a Jules Rimet e agora vamos derreter essa taça nova também! Ninguém segura o Brasil! Nem o Bradesco , nem a Sul América , nem a Porto Seguro, nem a Allianz e nem a Met Life! Todas se recusaram a segurar o Brasil.

Está provado: o Itaquerão e Roma não foram feitos em um dia.

Está provado: o Itaquerão e Roma não foram feitos em um dia.

Agamenon Mendes Pedreira é gandula recuado.

3
ao todo.
banner_arte_02

É granja! É granja! É granja de galinha!

E eu continuo aqui na Granja Comary, aviário-sede da CBF, Confederação Brasileira de Frango. Como todos os meus dezessete leitores e meio (não esqueçam do anão!) estão cansados de saber, fui contratado a peso de ouro por VEJA para cobrir a Copa mesmo sem entender nada de futebol. Esse glorioso órgão da imprensa golpista sabe que eu, Agamenon Mendes Pedreira, sou o jornalista que mais cobriu Copas do Brasil, desde a primeira delas, a Copa da Grécia, ainda no tempo de Aristóteles, Sócrates e Raí.

A Fifa (Federação Internacional de Falcatruas Arrojadas) generosamente me hospedou no galinheiro da granja onde vivem as penosas que são a base da alimentação de nossos craques aqui em Teresópolis. O galinheiro é patrocinado pela Sadia e, às vezes, quem aparece por aqui são o Felipão e o Murtosa pra gravar mais um comercial. Na verdade, a presença de galinhas e outros animais em Copas do Mundo é bastante comum. Veados, burros, toupeiras e antas costumam frequentar Mundiais em diferentes funções, como jogador, técnico, jornalista, cartola e cronista especializado.

Agora que Felipão liberou o sexo na concentração, ninguém mais dorme na pacata e bucólica Granja Comary. As frias noites da serra agora são palco de tórridos treinamentos coletivos e individuais, com e sem bola! Perto das safadezas que estão rolando na concentração, a construção dos estádios no Brasil é pinto. E, por falar em pinto, um famoso jogador botou na rede uma selfie em que exibe orgulhoso as dimensões avantajadas do seu futebol.

Meus colegas de jornalismo achavam que eu tinha morrido e que não estaria presente nesta Copa do Brasil. Vocês precisavam ver a cara de espanto e decepção dos jornalistas desportivos quando me viram adentrando o gramado, exibindo orgulhoso o meu lustroso crachá falsificado. A cada Copa do Mundo aumenta a quantidade de ex-jogadores de futebol que se tornaram comentaristas e jornalistas de imprensa. A vida é injusta: o jogador de futebol, quando fica velho, vira jornalista, mas o jornalista, quando envelhece, coitado, não pode virar jogador de futebol.

Preocupado com as críticas da imprensa, o goleiro Júlio César reuniu os amigos e parentes na Granja Comary para servir o seu famoso frango antes do jogo com a Croácia.

Preocupado com as críticas da imprensa, o goleiro Júlio César reuniu os amigos e parentes na Granja Comary para servir o seu famoso frango antes do jogo com a Croácia.

Agamenon Mendes Pedreira é ponta esquerda da direita golpista.

100
ao todo.
banner_arte_02