O QUE VI NO SUPER BOWL

Domingo não era dia de gol, era dia de touchdown, dia de Superbowl, a final do campeonato de futebol americano.
Olhaí um ideia legal pra gente copiar dos americanos: final de campeonato. Dá super certo!
Quem ganharia? O Denver Broncos, o melhor ataque do campeonato? O Seattle Seahawks, a melhor defesa?
E a grande expectativa: Será que rolaria o primeiro beijo gay num super bowl?
O jogo começou , mesmo sem o Denver entrar em campo. Isso porque logo logo o Seahaws já estava ganhando de 15 a 0. Sacanagem, acho mais legal quando o jogo é entre 2 times.
O primeiro-tempo acabou 22 a zero. E aí rolou aquela coisa sensacional do superbowl: o showzaço do intervalo. Incrível, os caras montam um palco no campo em cinco minutos! E o mais incrível: sem superfaturamento!
Show com Bruno Mars e Red Hot Chilli Peppers . Red Hot é foda!
Já pensou final do brasileirão com show da Claudia Leitte e do Daniel no intervalo? Não, pensando bem, é melhor deixar pra lá.
Depois do show os caras desmontam o palco e o gramado continua legal, um tapete. Aqui o gramado já é uma merda antes de montarem um palco em cima dele.
O Seahawks começa o segundo-tempo fazendo mais um touchdown! Jogo praticamente encerrado. Que vacilo, o Denver não apareceu no estádio nem pra ver o show do Red Hot!
O Seahawks agora estava ganhando de lavada. Como é que é goleada no futebol americano? touchdownzada?
O jogo foi 43 x 8, uma touchdownzada do Seattle , campeão da NFL pela primeira vez.
E o Denver foi vice-campeão pela quinta vez. Já está sendo conhecido como o Denver da Gama.

banner_arte_02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *