DUNGAS, TÔ FORA!

A Copa acabou e o país já está voltando ao normal. A violência, a corrupção e a roubalheira, que haviam perdido espaço nos jornais, escondidos atrás das notícias da Copa, voltaram a dar o ar de sua graça. E no futebol , bastou uma rodada do Brasileirão para a gente ver que a luta para se dar um jeito no futebol brasileiro vai ser árdua. E fica ainda mais difícil quando a primeira medida que a diretoria da CBF toma para mudar o nosso futebol é justamente chamar um empresário de jogadores para coordenador geral da seleção.
E pior: leio nos jornais que o próximo técnico da seleção pode ser o… Dunga! Estou pensando seriamente em passar a acompanhar outro esporte: beisebol , bocha ou até o curling!
Pelo jeito, vamos continuar vendo no futebol brasileiro cenas como essa:

No meio do jogo um celular toca. Um dos jogadores tira o seu telefone de dentro do short e atende:
– Alô. Fala rápido que eu tô trabalhando.

– Eu sei que tu é meu empresário e que a ligação é de trabalho. Mas é que eu tô no meio de um jogo.

– Não, pode falar , é jogo de campeonato , mas é o Brasileirão.
Peraí, que a bola tá vindo pra mim…

– Beleza, passei pro lateral, o cara é todo enrolado, vai recuar lá pra defesa, dá tempo da gente falar…

– Tu recebeu proposta de quem? Que time é esse?

– Uzbe o quê? Uzbe Tristão? Pô lugar triste! Eles pagam bem?

– Peraí que a bola tá vindo de novo pra mim. Um minutinho, não desliga não.

– Pronto chutei pra fora. Os caras vão demorar pra bater o tiro de meta. Pode falar.

– Esse tal de Uzbe não sei o que… isso aí é na Europa?

– É perto? De lá eu posso ir pra Europa?

– Beleza então. Topo. Deixa eu simular uma contusão aqui pra sair de campo.

– Pronto , já estou fora. Quando é que eu embarco?

banner_arte_02

4 Comentários

  1. hehehehe…é isso aí, seu Casseta! Vou deixar minha sugestão maluca que deixei para alguns camaradas da imprensa (sem querer te ofender te chamando de imprensa). Mas uma solução, não fácil, mas que envolve menos política e complexidades, é criar uma confederação alternativa. Uma ABF (Associação Brasileira de Futebol). Eu sugeriria pessoas como Leonardo, Zico e Falcão para encabeçá-las. Eles têm experiência tanto como jogadores, técnicos e dirigentes. Uma visão bem ampla, convenhamos. Seria um pouco como o basquete fez, liderado pelo Oscar (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/esporte/fk1703200510.htm), e acho que nos estados unidos foi feito isso tb nos anos 70. Os presidentes de bem (há?) seguiriam para lá. O bom seria planejar tudo agora para dar início ao fim do Brasileireco deste ano. O Brasil tem público e futebol suficiente para peitar a CBF e a FIFA. Basta se mobilizar.

  2. Alessandra   •  

    Em meio a tamanha crise no futebol brasileiro, chego a conclusão q no mundo da bola ,tudo pode piorar!! Nunca acreditei nessa ladainha de Tecnico estrangeiro…cheguei a brincar no face q seria papai Joel.#ôboca #naoduvidodemaisnada

  3. DouglasNLO   •  

    É, amigos. Estou para adotar uma seleção estrangeira para torcer nas próximas copas do mundo, porque a brasileira está me deixando a ver navios.

  4. Beto,

    Espero que o Dunga não entre em esquema de convocar por causa de patrocinador e empresário, porque ele foi muito sério como jogador, e venceu tudo como treinador até a copa quando saiu injustiçado.

    abraço
    Marcos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *