O VEXAME DA SELECINHA

Eu não fiquei surpreso com a eliminação da selecinha do Dunga da Copa América. Fiquei surpreso mesmo quando vi que teve gente que ficou surpreso com a eliminação do Brasil.
Mas será que a nossa derrota na Copa América foi um vexame? Bom, a única vantagem de levar de 7×1 numa semifinal de Copa do Mundo diante de sua própria torcida, é que, depois disso, nada mais é vexame.
Imagina uma situação: um sujeito era o convidado principal de uma festa, onde faria um discurso. Mas, assim que ele chega ao local do evento, bate aquela dor de barriga, ele sai correndo em direção ao banheiro, mas não dá tempo de chegar e ele se borra todo. Nesse exato instante ele é chamado pra fazer o seu discurso. Ele vai do jeito que está. Quando está no meio de seu discurso, a coisa já cheirando bem mal, fedendo à vera, as calças do sujeito não resistem e caem. O cara fica nu e todo cagado diante de todos os convidados da festa. Vexame total, certo?
Então, se depois disso, ele solta sem querer um peidinho na frente da anfitriã, isso nem é mais considerado mico. Passa a ser uma coisa normal.
Pois é, do jeito que está a nossa seleção, a derrota para o Paraguai e eliminação da Copa América foi apenas um peidinho.

banner_arte_02

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *