banner_arte_02

PRÉ-COPA É AQUELA FALTA DE ASSUNTO…

Os jornalistas acompanham o treino da seleção , ávidos por uma notícia.
Um repórter passa correndo, chamando a atenção de dois outros que estão sentados na beira do campo.
– Aconteceu alguma coisa? Por que você está correndo?
– Parece que o Julio Cesar espirrou.
– Caraca, será que ele tá gripado?
– Não sei, mas eu estou indo averiguar.
– Nós vamos também!
Os três seguem correndo em direção ao vestiário, cruzam com outro que vem correndo na direção contrária.
– Por que vocês estão correndo pra lá?
– Parece que o Julio Cesar tá gripadão, pode ser cortado.
– Não, não tá não. Eu já averiguei. Ele não espirrou, só coçou o nariz. Mas dizem que o doutor Runco tem uma novidade lá no departamento médico!
Os quatro seguem correndo em busca da tal novidade do médico da seleção. Cruzam com dois outros jornalistas saindo do departamento médico.
– Qual é a novidade do Doutor Runco?
– Ele só cortou o cabelo.
– O cabelo do doutor Runco é notícia?
– Depende. Se for moicano ou algo parecido, acho que dá notícia.
– os jornalistas começam a especular sobre o corte de cabelo do dr Runco, quando aparece o correspondente japonês.
– Dotô Runco corotô o cabero!
– Já sabemos. Você viu? Ficou bom?
– Vi, Ficô Noromal. Davi Luis também corotô.
– O Davi Luis? Será que ele cortou aquele cabelão? – os jornalistas se animam. Enfim, uma notícia!
– Calma, gente – outro jornalista vai chegando – o Davi Luis não cortou o cabelo, cortou as unhas.
– Davi Luis cortando as unhas é notícia? – os jornalista discutem o assunto numa rodinha.
– Depende. Se ele tirar um bifão e sangrar pode ser notícia. Vamos ver!
Eles já estão partindo , quando um outro repórter chega esbaforido:
– Galera! Parece que o Neymar soltou um arrotão depois do almoço!
– Caramba! Será que ele comeu demais?
– Foi só um arroto? Ou teve mais coisas?
– Será que ele está com gases?
– Não sei. Mas é melhor a gente ver!
Os jornalistas saem correndo esbaforidos em busca dessa notícia, seguidos por uma multidão de cinegrafistas e fotógrafos.

banner_arte_02

QUASE COMPLETEI O ÁLBUM DA COPA

Eu estou quase completando o álbum da Copa. Faltam umas vinte figurinhas. Agora já posso dar uma de esperto: colar uma figurinhas repetidas nos lugares das figurinhas que não tenho e torcer para ninguém reparar. Mas não: qual uma obra de estádio, prometo completar até a Copa!
O álbum de figurinhas da Copa nos ensina várias lições. Aprendemos que todo mundo tem os seus problemas.Não adianta ser adulto e ter dinheiro para comprar milhares de pacotes , se você não tem com quem trocar figurinhas.Não adianta ter muitos amigos para trocar figurinhas, se você não tem duplicatas, porque seu pai não te dá dinheiro pra comprar figurinhas. O álbum, como a vida, pode te trazer surpresas, você pode estar feliz, cheio de duplicatas e de repente perder tudo num bafo infeliz. Colecionando figurinhas aprendemos bastante sobre nós mesmos, experimentamos os sete pecados capitais. Olha só:
IRA , quando você compra 20 pacotes de figurinhas e só vem repetidas.
INVEJA, quando vê no álbum do amigo a figurinha que você precisa pra completar uma página.
PREGUIÇA , quando faltam duas figurinhas para completar o álbum e você não tem mais saco de procurar nas repetidas dos outros.
LUXÚRIA , seu amigo que já está completando o segundo álbum, lhe mostra um bolo de repetidas de um metro de altura cheio de figurinhas brilhantes.
GULA, a vontade insaciável de comprar mais e mais pacotes de figurinhas.
VAIDADE, quando você fica desfilando por aí com o seu álbum faltando apenas 10 figurinhas , mostrando pros manés que ainda estão com o álbum vazio!
AVAREZA, dos pais dos colecionadores mais jovens que não liberam mais que 5 reais por semana pra comprar figurinhas.
Muita gente já completou o álbum. Outros , vão fazer como a Dilma disse sobre os aeroportos: vão deixar seus álbuns encaminhados.

banner_arte_02