banner_arte_02

O BIGODE

– Deixou o bigode crescer?
– É, gostou?
– Eu te conheço há 30 anos. Tu nunca teve bigode. Por que resolveu ter bigode agora?
– Sei lá… achei legal.
– Não, não vem com essa história. Tu tá tramando alguma coisa.
– Tramando o quê?
– Não sei. Só sei que ninguém deixa o bigode crescer impunemente. Tá se separando?
– Não. O casamento tá firme.
– Alguma jogada no trabalho?
– Que jogada?
– Sei lá. Tu tá armando pra pegar o lugar do teu chefe?
– Não, nada disso!
– Alguma coisa tu tá tramando. Não é possível!
– Não tem nada, eu só tava fazendo a barba, ficou só o bigode , eu achei legal, deixei.
– Não, essa explicação não cola. Ninguém deixa crescer o bigode sem algum plano. Tu tá ganhando alguma grana por fora, tem uma falcatrua por aí, não tem?
– Tu tá me chamando de ladrão?
– Não sei. Tu deixou o bigode, isso é muito estranho. Então é amante. Fala aí, tá comendo por fora?
– Não, nada a ver!
– Então são amantes. Várias. Não, já sei! Tu resolveu ser putanheiro, tá indo todo dia no puteiro. Tá metido num esquema de garotas de programa? Virou bicheiro? Traficante?
– Tudo isso por causa do bigode?
– Quando o cara tem bigode, ele tem desde cedo. Faz parte do cara. Agora deixar crescer o bigode aos cinquenta é estranho pra caralho. Tu tá tramando…
O cara tanto falou do bigode, que o sujeito resolveu raspar. No dia seguinte encontrou o amigo de novo.
– Tirou o bigode?
– É tu falou tanto…
– Te pegaram, não foi?
– Me pegaram ?
– Tua armação dançou , admite.
– Que armação? Não tinha armação nenhuma! Eu só achei legal o bigode.
– Ah, não, tu tava armando que eu sei. Desistiu, mas que tava tramando alguma , tava!
E a partir desse dia, o amigo nunca mais olhou pra ele sem passar a mão em cima da boca e dizer:
– Aquele bigode nunca me enganou!

banner_arte_02