banner_arte_02

BLOGANDO E ANDANDO

Este é o livro que estou lançando…

BLOGANDO E ANDANDO.

beto_divulgacao_livro-31

São textos, contos, crônicas, diálogos, esquetes, frases, pensamentos, bobeiras, babaquice, tudo com apenas um objetivo: fazer humor!

Não vacile. Vá agora mesmo até uma livraria e peça o seu exemplar! Se o livreiro te der de graça, você se deu bem! Mas talvez ele peça para você pagar algo entre R$25 e R$28 reais, o que nem é tanto assim. Mais barato do que muitos livros que estão por aí fazendo sucesso. Se você ficar na dúvida entre comprar o BLOGANDO E ANDANDO ou algum outro livro, escreva para mim, aqui mesmo nesse blog, e me diga que livro é esse, que eu te conto o final. De graça!

Assim, você poderá adquirir tranquilamente e sem culpa o seu BLOGANDO E ANDANDO.

O que você está esperando?

CLIQUE AQUI PRA COMPRAR

106
ao todo.
banner_arte_02
banner_arte_02
banner_arte_02

AS OLIMPÍADAS DA CRISE

pixuleco-2

O governo está muito preocupado com as Olimpíadas e ensaiou até proibir alguns esportes, para evitar disse-me-disse.

Ciclismo – Pode ter, mas não pode ter pedaladas, senão acabam culpando o governo…

Salto com vara – Tudo bem, desde que a vara não seja a de Curitiba, do juiz Moro.

Futebol – Pode, mas sem impedimento.

Saltos ornamentais – Pode. Mas saltos orçamentais, jamais!

Ciclismo de pista – prova de perseguição individual – Tudo bem , desde a perseguição não seja da presidenta.

E aí de quem sugerir que o mascote das Olimpíadas seja o Pixuleco!

201
ao todo.
banner_arte_02

MULTIPLA ESCOLHA

joaquim-levy_casseta_beto-silva_cpmf

A CPMF original era a “Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras“, essa que querem cobrar agora tem as mesmas letras, CPMF, mas outro significado.

Você sabe qual das opções abaixo é a correta?

(A) – Colaboração Presidencial para Mais uma Facada
(B) – Caixinha Permanente para Mamatas Federais
(C) – Custo Provisório para Maneirar a Falência
(D) – Contribuição para a Permanência do Ministro da Fazenda
(E) – Todas as Tentativas Acima

201
ao todo.
banner_arte_02

DELAÇÃO PREMIADA

fofoca_casseta_betosilva

– Oi, Vanda, tudo bem? É o Osvaldo.
– Tudo bem. Peraí, que eu vou chamar o Jorge.
– Não, não! É com você mesmo que eu quero falar.
– Comigo? Tem certeza?
– Tenho. Você pode até achar um pouco estranho…
– É estranho mesmo. Você mal fala comigo. Às vezes nem dá bom dia…
– É, eu sei. Desculpa por isso. Mas na verdade eu tenho uma proposta pra fazer pra você.
– Proposta? Nossa, tá cada vez mais estranha essa conversa.
– Tudo bem, eu vou explicar. É o seguinte: eu estou devendo uma grana preta para o seu marido… e eu te procurei, para negociar essa dívida contigo.
– Comigo? Mas quem trata dessa parte financeira é o Jorge.
– Eu sei. Mas a proposta que eu tenho é pra você.
– Não estou entendendo.
– Eu queria fazer uma delação premiada.
– Delação premiada?
– É, eu abro o jogo sobre o seu marido e você, em nome do casal, perdoa as minhas dívidas.
– Abre o jogo? Como assim?
– Eu falo tudo que sei sobre o seu marido.
– Tudo?
– É, eu sei muita coisa sobre o Jorge…
– Bom, eu tenho que pensar… e se você vier com um monte de invenções, disse-me-disse? Você tem a maior fama de mentiroso, 171… se você estiver me colocando contra o Jorge só pra se safar da dívida?
– Não, eu vou apresentar as provas. Vai funcionar que nem lá em Brasília. Eu delato, apresento as provas, dou nomes, lugares, você vai lá dá o flagra. E depois que você se separar dele, eu vou delatando todas as contas e negócios que ele tem e você não sabe.
– Ele tem negócios escondido de mim?
– Um monte. Eu vou delatando, você vai pegando o dinheiro dele e me liberando das dívidas.
Vanda pensou um pouco e acabou topando. A operação levou o nome de Flagra-a-jato.

45
ao todo.
banner_arte_02