banner_arte_02

O GAGO DA SECRETÁRIA

celulares

 Tem umas coisas que eu não sei e não gosto de fazer. Coisas simples da vida atual, mas que tenho uma tremenda dificuldade. Por exemplo, celular. Fico muito sem jeito, quando preciso ligar para uma pessoa com a qual não tenho muita intimidade. Eu preciso muito falar com a pessoa , mas ligo e ela não atende, o telefone tá desligado ou fora de área. Aí cai naquela caixa postal. Eu não quero deixar recado, tenho a maior dificuldade, então eu penso: a ligação vai ficar marcada, ele vai ver que eu liguei e vai ligar de volta. Mas o cara não liga e como eu sou um cara ansioso, dez minutos depois ligo de novo. Eu sei que vão estar marcadas lá as duas tentativas. Mesmo assim eu ligo mais umas 3 vezes e aparecem lá 5 ligações. Porra, por que você não pode ligar e não deixar isso marcado no telefone do cara? Tipo: depois da primeira, se o cara o atender beleza, se não atender não precisa deixar vestígios? Penso em mandar uma mensagem, começo a escrever e nada me agrada, as mensagens ficam enormes. Então parece que não resta outra alternativa : tenho mesmo que deixar recado na secretária eletrônica. Nem sei se é assim que chamam ainda, nem deve ser. Eu estou falando daquela caixa postal, vocês entenderam. Pois é, ligo de novo pro cara e espero cair na tal da caixa postal: essa é a caixa postal de … fulano e coisa e tal. A minha primeira atitude é desligar para pensar melhor no recado que eu vou dar. E mais uma ligação foi marcada no celular do sujeito, já devem ser 20. Então eu treino: “Oi , quem está falando é o Beto Silva. Gostaria de falar com você. Entre em contato comigo, por favor”. Não, penso, muito formal. Pareço um oficial de justiça que quer deixar uma intimação. Tento um recado mais natural: “Qualé? Beleza? É o Beto. Aí, dá um toque aí, meu irmão!”. Informal demais! Pareço um surfista. Acabo pensando num recado meio-termo. Treino uma , duas, três vezes. Aí eu ligo, espero a caixa postal e… gaguejo. Sempre. Meu recado é sempre uma gaguejada só. O cara na certa vai perguntar: quem é esse gago que deixou recado? Não adianta, eu não sei deixar recado em celular!

43
ao todo.
banner_arte_02

CONVERSA NO CELULAR

0,,12114207,00

Eu estava na fila do caixa eletrônico, quando chegou uma moça falando no celular. E , é claro, ela falava alto. A fila estava lenta e eu fui obrigado a escutar a conversa. Eu e todo mundo que estava na fila. Soubemos que a moça estava chateada com uma amiga porque a tal amiga passou por ela e não a cumprimentou direito. Ela dizia para a interlocutora que a amiga era besta. Depois de uns cinco minutos acompanhando a conversa, resolvi dar o meu pitaco:
– Acho que você está sendo injusta com a sua amiga – falei.
A moça do celular estranhou. Mas continuou sua conversa em altos brados no celular.
Repeti:
– Eu acho que você tá sendo injusta com a sua amiga.
– Você tá falando comigo? – ela me perguntou.
– Tô. Tô dando a minha opinião sobre o assunto.
– Como assim? Por que o senhor acha que pode entrar assim nos meus assuntos particulares?
– Porque eu estou aqui há um tempão escutando a sua conversa e tenho o direito de participar também.
– Não! O senhor não pode participar da minha conversa. É assunto particular.
– Não , se você tá falando alto desse jeito , eu conclui que a sua conversa é pública.
– A minha conversa não é pública, é particular.
– Claro que é pública. Eu já sei que a sua amiga é metida a besta , que ela tá gorda, que não sabe se vestir, sei até que o marido dela é corno.
– Eu não disse isso, eu disse que acho que ele é corno – ela percebeu que estava me dando conversa e voltou a atacar – o senhor não tem nada a ver com isso!
– Eu não tinha nada a ver com isso, mas como a senhora tá aí falando alto tudo isso sobre a sua amiga , eu já me considero íntimo dela, e quero dar o meu palpite. Aliás , eu só não, todo mundo aqui na fila quer participar, não é gente?
– Éééé! – as pessoas da fila responderam fazendo um corinho.
Uma senhora que estava atrás de mim se animou:
– Eu não concordo com ele. – apontou pra mim.
– Tá vendo. – a moça do celular falou – Nem todo mundo é como o senhor! Ela sabe que a minha conversa é particular.
– Não, com isso eu concordo com ele, a gente já tá sabendo de tudo da vida da sua amiga. O que eu não concordo é que eu acho que você está sendo justíssima, amiga besta tem que ser maltratada mesmo!
– Eu não acredito ! – a moça resolveu voltar a falar com a interlocutora no telefone, fingindo que não era com ela – Você acredita que as pessoas aqui da fila querem dar palpite na nossa conversa?
A interlocutora do outro lado falou alguma coisa.
– O que ela acha? – eu perguntei.
– Não interessa! – a moça respondeu ríspida.
– Claro que interessa! Nós queremos participar da conversa também.
– É, a senhora não está sendo democrática, mocinha! – foi a senhora da fila que falou, concordando comigo desta vez.
– É verdade. Coloca a sua amiga no viva-voz senão a gente não consegue participar direito da conversa.- propus.
Todos concordaram comigo e começaram um corinho:
– Viva-voz! Viva-voz! Viva-voz!
Desta vez a moça não respondeu. Nem colocou seu celular no viva-voz para atender aos pedidos do povo da fila. Ela simplesmente desistiu da fila do caixa eletrônico e foi embora. Sem desligar o celular , é claro.

68
ao todo.
banner_arte_02

As tecnologias do futuro

POST_BETO_CELULAR

Depois do advento dos japoneses e dos coreanos, a tecnologia avança mais rápido que taxímetro em engarrafamento ou juros do Bradesco. A cada dia surge uma nova parada que revoluciona qualquer porra e ameaça jogar a última palavra em tecnologia de ponta na lata de lixo. E logo agora que você já estava começando a entender do que se tratava. É uma conspiração mundial pra transformar o seu novo lap-top, que custou três meses do seu salário, em sucata. Os cientistas se especializam cada vez mais, aprofundando seus conhecimentos, só para que nós, os simples mortais, nos sintamos umas bestas quadradas.

Quando falamos em tecnologia, só uma coisa é certa: você nunca vai conseguir comprar o último lançamento , porque na hora que você for comprar, o aparelho já está completamente obsoleto, porque um modelo completamente novo e muito mais caro acaba de ser lançado!

E cada diz eles lançam aparelhos menores, lembram do tamanho  do telefone celular há dez anos? Hoje o treco é mínimo e faz tudo, tem até um telefone que as vezes funciona!

Pois parece que essa á a onda, a miniaturização . Dizem que no futuro tudo vai ser mini, micro, nano, tudo minimamente mínimo. A única coisa que vai continuar grande é o meu dedo, que vai continuar gordo e eu não vou conseguir nunca mais clicar nas teclas dos aparelhos.

Além de ficarem cada vez menores , os aparelhos no futuro vão convergir e vai virar tudo uma coisa só. Uma engenhoca onde você vai ter tudo: tv, internet, celular, mp-3, geladeira, fogão e vaso sanitário. E aí a vida vai ficar muito mais fácil: em vez de ter vários aparelhinhos que eu não sei como funcionam, eu vou ter um só! Um único equipamento que eu não vou ter a mínima idéia nem de como se liga!

E na hora que eu descobrir onde ligar essa maravilha da tecnologia, não vai adiantar nada! Tudo por causa desse meu enorme e atrasado dedo gordo!

2
ao todo.
banner_arte_02