banner_arte_02

DUNGAS, TÔ FORA!

A Copa acabou e o país já está voltando ao normal. A violência, a corrupção e a roubalheira, que haviam perdido espaço nos jornais, escondidos atrás das notícias da Copa, voltaram a dar o ar de sua graça. E no futebol , bastou uma rodada do Brasileirão para a gente ver que a luta para se dar um jeito no futebol brasileiro vai ser árdua. E fica ainda mais difícil quando a primeira medida que a diretoria da CBF toma para mudar o nosso futebol é justamente chamar um empresário de jogadores para coordenador geral da seleção.
E pior: leio nos jornais que o próximo técnico da seleção pode ser o… Dunga! Estou pensando seriamente em passar a acompanhar outro esporte: beisebol , bocha ou até o curling!
Pelo jeito, vamos continuar vendo no futebol brasileiro cenas como essa:

No meio do jogo um celular toca. Um dos jogadores tira o seu telefone de dentro do short e atende:
– Alô. Fala rápido que eu tô trabalhando.

– Eu sei que tu é meu empresário e que a ligação é de trabalho. Mas é que eu tô no meio de um jogo.

– Não, pode falar , é jogo de campeonato , mas é o Brasileirão.
Peraí, que a bola tá vindo pra mim…

– Beleza, passei pro lateral, o cara é todo enrolado, vai recuar lá pra defesa, dá tempo da gente falar…

– Tu recebeu proposta de quem? Que time é esse?

– Uzbe o quê? Uzbe Tristão? Pô lugar triste! Eles pagam bem?

– Peraí que a bola tá vindo de novo pra mim. Um minutinho, não desliga não.

– Pronto chutei pra fora. Os caras vão demorar pra bater o tiro de meta. Pode falar.

– Esse tal de Uzbe não sei o que… isso aí é na Europa?

– É perto? De lá eu posso ir pra Europa?

– Beleza então. Topo. Deixa eu simular uma contusão aqui pra sair de campo.

– Pronto , já estou fora. Quando é que eu embarco?

banner_arte_02