Investigada pela polícia de São Paulo, uma mulher é acusada de matar o marido após uma discussão familiar, quando ele a chamou de gorda. Infelizmente o corpo do marido não foi encontrado. Não por completo. Apenas alguns dedos e tripas que estavam misturadas com ketchup no saco de lixo.  Ao ser chamada para o interrogatório, a mulher se defendeu “xinga a mãe, mas não chama de gorda”.

Representantes do MMA já procuraram a acusada para participar em um UFC. Agora que a luta está se tornando mais popular entre as mulheres, essa terá uma grande vantagem sobre as outras. O difícil vai ser agüentar a ira dela  na hora da pesagem.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here