Se depender da Comissão dos Direitos Humanos, é melhor cada um cuidar de si porque o negócio ta brabo.

Antes mesmo da primeira sessão começar, sob a presidência do deputado amado por todos  Marco Alegriano,  Bossalnaro já começou a bater boca com os manifestantes da Comissão da Verdade e, em voz alta, disse que deveria haver uma comissão da “verdade verdadeira”.   Intrigados, os manifestantes questionaram: “O que o senhor quer de verdade?” Foi então que ele levantou uma folha de papel, como mostra na imagem.

Quem não gostou foi o deputado Marco Alegriano, que já declarou ser contra o relacionamento homoafetivo, mas queimar a rosca para fins recreativos está liberado, afinal o que não falta em Brasília é chapa esquentando e forno pra tanta pizza.

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here