O Seu Creysson nasceu de uma ideia de Reinaldo e Claudio Manoel.

A Origem

“A gente queria um concorrente para as Organizações Tabajara. Bolamos o Grupo Capivara, muito pior que o Tabajara. Ele já estava no ar, mas faltava alguma coisa para explodir”, conta Beto Silva. Foi quando Reinaldo e Claudio criaram o dono do Capivara. Claudio lembra que naquela semana a Transbrasil havia sido vendida por 1 real. “Defendi que um cara chulé, picareta, comprasse o Grupo Capivara”. Reinaldo perguntou: ‘Quem seria?’. E eu falei de cara: ‘O Seu Creysson’.”

Na reunião de pauta todos aprovaram o nome e começou a construção do personagem. “No primeiro texto que foi escrito, por Hélio, Beto e Bussunda, os erros de português já estavam todos lá, de propósito. Quando fui escalado para interpretá-lo, me inspirei num cara que vi durante a Copa de 1998, na França. Ele vivia na rua, com uma peruca que tinha se descolado com o vento e mais parecia uma vela. Em seguida vieram os dentes e a barriga,” José Lavigne, diretor do programa, destaca as dificuldades da pronúncia do Seu Creysson. “A prosódia é tão específica que o Claudio precisa de teleprompter para falar aquela língua ao mesmo tempo maluca e elaborada,” O resultado é tão divertido que todo mundo adora.

 “Ele fala tão absurdamente errado que até as pessoas que falam errado acham graça”, afirma Beto. Durante a campanha eleitoral de 2002, Seu Creysson lançou sua candidatura a “presidêntio”. Seu “xomício”, na semana da eleição, levou mais de 10 mil pessoas à Praça da República, em São Paulo.


(Especial Mundo Estranho)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here