O Medo da Sobrevivência

o-medo-da-sobrevivencia_cmanoel_casseta

Pedir trabalho. Precisar trabalhar. Usar todos os meios disponíveis para conseguir se reinserir no mercado de trabalho pode ser muito triste, pode doer demais, mas não é nenhuma vergonha, nem nenhuma novidade. Ainda mais num país numa baita crise econômica com (muito) mais de uma dezena de milhões de desempregados.

O desemprego, a falta de perspectiva para seguir adiante, o medo da sobrevivência é uma dor intensa e imensa. Ter que suplicar uma oportunidade é desesperador pra qualquer um que tenha tamanha necessidade, independente da profissão, ou da função que ocupe ou tenha ocupado.

O horror econômico (causado pelo somatório de mentiras + ladroagens + incompetências) trouxe para cada família brasileira (a própria, de parentes e/ou amigos) a proximidade amedrontadora da questão de como conseguir ganhar o pão. Não existem desempregos crônicos piores ou melhores que outros.

A dor e o desespero não são menores para os que ocupam trabalhos menos “glamurosos”. A dor e o desespero atingem por igual desempregados anônimos e famosos.

59
ao todo.

Deixe uma resposta