“Contribuinte” é o caraio, somos “pagadores de impostos”

impostos_cmanoel_casseta

Aqui na Brazucolândia, onde o eufemismo campeia, quem é tungado, diuturnamente, pelo Estado é chamado de… CONTRIBUINTE, como se fosse algo opcional, tipo contribui quem quer.

In english a coisa é mais na lata e, por isso, mais didática, o nome dado aos bois é TAXPAYER, ou seja, “pagador de imposto”. Investir em educação é isso aí.

Imposto tem que ser exposto! Discriminado, explicitado, sem disfarce. Para todos saberem quanto pagam. Afinal, quem paga, manda! Ou deveria mandar!

Para todo “pagador de imposto” (“contribuinte” é o caraio!) brazuca tomar conhecimento, que todo santo dia é triplamente lesado: primeiro, quando paga os inúmeros e acumulativos tributos, depois quando não recebe puerra nenhuma em troca (afinal, aqui no patropi, qualquer coisa que tenha a palavra “pública(o)” ou é uma bosta, ou é corrupta, ou vergonhosa, ou inexistente, ou tudo isso junto) e ainda tendo de pagar de novo pra ter tudo que não foi entregue (saúde, segurança, ordem, educação, transporte, saneamento, etc).

 

501
ao todo.

E lá se vão 10 anos!

claudio-bussunda

Amanhã, dia 17, faz uma década que meu grande amigo e irmão Bussunda se foi. Vi e vivi seus últimos momentos e graças ao tempo, a imensa dor daquele dia se diluiu e consigo agora lembrar dele só com alegria.

É isso aí, brother… sua ausência é imensa, mas as lembranças e o afeto eterno ajudam a tapar o buraco, a preencher o vácuo, a cicatrizar a parte amputada.

Abração, sempre!

447
ao todo.

NÃO EXISTE (OU NÃO DEVIA EXISTIR) HOMICÍDIO MENOR!

criminalização

Se descobrirem que os facínoras que esfaquearam e mataram o cardiologista-ciclista(*) são “dimenor”, quantos que clamam por justiça desaparecerão (um tempinho) do Facebook (ou similares)?
E quantos “justiceiros” facebookianos usarão isso como argumento para pedir a redução da maioridade penal? A questão não é quem mata, é quem morre! Enquanto focarmos mais no agressor, no criminoso, do que nas vítimas, matar vai sair barato.
Nossa vergonha maior (entre inúmeras) é a banalização do homicídio, a vagabundização da morte. Por isso, morrem dezenas de milhares no trânsito e dezenas de milhares por bala ou faca. Discutir onde foi o crime, se foi em cartão-postal ou não, se o assassinato é “carioca”, a(s) idade(s) de quem perpetrou ou qualquer coisa que não seja a vida tirada abruptamente, é mais que perda de tempo, é mais que “errar o foco”: é zombar da dor dos que perdem de forma violenta seus entes queridos, é perpetuar a selva, é viver para sempre afogado em estatísticas aterrorizantes. Somos todos cegos perdidos em tiroteios (ou facadas).
Chega de “remissões de penas”, benefícios para homicidas, de sociologia de botequim, de legislar para assassinos (exemplo: se o cara mata 1 ou 100, não “pode” ser condenado a mais que 30 anos). A VIDA é o que tem que valer!!!
PELA CRIMINALIZAÇÃO DO HOMICÍDIO. O resto é baboseira, o resto é desrespeito e só!

(*) Jaime Gold, esfaqueado e assassinado no dia 20 de maio de 2015, aos 56 anos, enquanto andava de bicicleta na Lagoa Rodrigo de Freitas – Zona Sul do Rio.

285
ao todo.

Você sabia?

Senado-federal

Você sabia que, hoje, 25% do Senado é composto por… suplentes?!

Ou seja, um quarto da parada é de sujeitos que não receberam um voto sequer. Você sabe quem é o suplente do senador que você escolheu? Você viu a cara dos cabras na urna quando votou? Já tinha ouvido falar deles? Reparou neles? Lembra dos nomes deles?

Pois é, essa é a delegação de poder mais caô da nossa protodemocracia e ninguém dá um pio (até os partidos que se dizem “diferentes” – rsrsrsrsrsrsrs – coadunam com essa picaretagem). Nem no tal plebiscito/golpe que a gerentona propôs (alguém lembra?) pra tal reforma política, o assunto foi sequer mencionado.
Que tal acordarmos para tentar dar um fim a essa putaria?

Suplente é o cacete! Se o Senado com todos os titulares já é uma bosta, imagine invadido por esse bando de ninguém. Se algum senador precisar ser substituído, que o seja pelo mais votado imediatamente abaixo.

CHEGA DE SUPLENTE! SUPLENTE É INDECENTE! #suplenteindecente

 

 

85
ao todo.