À busca…

a-busca_cmanoel_casseta

À busca de um ser que acredito raríssimo, ou mesmo inexistente, lanço uma pesquisa altamente científica:

– Alguém conhece, já viu, ou já ouviu falar de algum desempregado que grite: “Fora, Temer”?

OBS: não vale “desocupado”, ou o famoso “vagabundo”.

3
ao todo.

Meus caros (aliás, carí$$imos)…

recado-carissimo-militonto_cmanoel_casseta

Caro (aliás, carí$$imo) “militonto”,

Você só discute a existência ou não de crimes praticados por essa infeliz, porque o Cunha (antiquíssimo aliado, lembra?) fez o favor de aceitar o único pedido de impeachment que deixava de fora a Lava Jato e todas as outras (fora as “pedaladas”) irresponsabilidades e delinquências eleitoreiras (mal disfarçadas de política econômica) perpetradas pela “criatura”. Só crentes fiéis ou cúmplices acreditam (ou fingem acreditar) na balela que “ela não cometeu crime nenhum”.

O “governo” da madame foi criminoso como um todo: da “nova matriz” e da “contabilidade criativa” (que quebraram o país, famílias, empresas e empregos), passando pela farra das empreiteiras, pelo populismo tarifário, pelos marqueteiros e vários tesoureiros em cana até muito, muito mais. Essa senhora não deveria ter sofrido impeachment, essa senhora deveria estar na cadeia!

Quem diz que Dilma não cometeu crimes ou é cego, ou é tolo, ou é mal intencionado.

Dilma é mentirosa, fraudulenta, arrogante, aética, bandidaça e incompetente.

Nos livramos dela tarde.

No mais, vá chorar na cama que é lugar quentinho.

13
ao todo.

Xô! Se manda! Passa fora!

vida-publica-cmanoel_casseta

Manter a habilitação de Dilma para exercer cargos/empregos públicos, mesmo depois de cassada, sob o argumento que seria punição demais “impedi-la de trabalhar” (falaram até de “morte profissional”), além de ser uma decisão absurda por ser discricionária (Collor ficou inelegível e inabilitado por 8 anos) e suspeita, por manter aberta a possibilidade de refúgio em foros privilegiados, também confirma a total incapacidade da ex-gerentona de conseguir ganhar a vida ou descolar qualquer coisa na “vida real”, fora da tal “esfera pública”.

A bizarrice também serve como mais um exemplo das enormes diferenças entre os “dois mundos”: o privado e o público. Aqui, quem for incapaz ou medíocre o suficiente pra não encontrar nada fora do Estado, tem garantida a vaga estatal para continuar vivendo às custas do suor alheio.

Pra finalizar, as declarações de aliados de que seria cruel “ela” ficar impossibilitada “até de dar aulas numa universidade pública”, diz mais sobre o baixo nível das mesmas do que qualquer crítica mais contundente.

173
ao todo.

O lado fofo do julgamento do Impeachment

lewanessa

Pra não pensarem que sou apenas ódio, que só quero sangue, abro espaço para um momento só love.

Sinceramente, acho que está rolando um clima de romance no ar, uma certa atmosfera erótica-afetiva, um tipo de dança do acasalamento entre a tal da Vanessa Grazziotin e o Lewandowski.

Pode ser que seja só uma manifestação do meu lado fofo, que enxerga amorzinho em tudo, ou o faro aguçado para detectar a presença do instinto animalesco, mas sinto a presença do tesão recíproco.

Que é uma coisa que respeito… e muito!

1
ao todo.

Podcast – Instituto Mises Brasil | Crítica à Cultura Estatal

Publico alguns pensamentos contra a Cultura do Estado e diversas outras coisas relativas (ou não) a isso no meu facebook e fui convidado pra participar do podcast do Instituto Mises Brasil, num bate-papo com Bruno Garschagen.

Foi uma conversa bastante interessante onde acabei falando, também, de meus projetos. Incluindo a série nova do Casseta & Planeta.

“Contribuinte” é o caraio, somos “pagadores de impostos”

impostos_cmanoel_casseta

Aqui na Brazucolândia, onde o eufemismo campeia, quem é tungado, diuturnamente, pelo Estado é chamado de… CONTRIBUINTE, como se fosse algo opcional, tipo contribui quem quer.

In english a coisa é mais na lata e, por isso, mais didática, o nome dado aos bois é TAXPAYER, ou seja, “pagador de imposto”. Investir em educação é isso aí.

Imposto tem que ser exposto! Discriminado, explicitado, sem disfarce. Para todos saberem quanto pagam. Afinal, quem paga, manda! Ou deveria mandar!

Para todo “pagador de imposto” (“contribuinte” é o caraio!) brazuca tomar conhecimento, que todo santo dia é triplamente lesado: primeiro, quando paga os inúmeros e acumulativos tributos, depois quando não recebe puerra nenhuma em troca (afinal, aqui no patropi, qualquer coisa que tenha a palavra “pública(o)” ou é uma bosta, ou é corrupta, ou vergonhosa, ou inexistente, ou tudo isso junto) e ainda tendo de pagar de novo pra ter tudo que não foi entregue (saúde, segurança, ordem, educação, transporte, saneamento, etc).

 

499
ao todo.

O Medo da Sobrevivência

o-medo-da-sobrevivencia_cmanoel_casseta

Pedir trabalho. Precisar trabalhar. Usar todos os meios disponíveis para conseguir se reinserir no mercado de trabalho pode ser muito triste, pode doer demais, mas não é nenhuma vergonha, nem nenhuma novidade. Ainda mais num país numa baita crise econômica com (muito) mais de uma dezena de milhões de desempregados.

O desemprego, a falta de perspectiva para seguir adiante, o medo da sobrevivência é uma dor intensa e imensa. Ter que suplicar uma oportunidade é desesperador pra qualquer um que tenha tamanha necessidade, independente da profissão, ou da função que ocupe ou tenha ocupado.

O horror econômico (causado pelo somatório de mentiras + ladroagens + incompetências) trouxe para cada família brasileira (a própria, de parentes e/ou amigos) a proximidade amedrontadora da questão de como conseguir ganhar o pão. Não existem desempregos crônicos piores ou melhores que outros.

A dor e o desespero não são menores para os que ocupam trabalhos menos “glamurosos”. A dor e o desespero atingem por igual desempregados anônimos e famosos.

59
ao todo.

MAIS UM ESCLARECIMENTO DAS ORGANIZAÇÕES TABAJARA

organizacoes-tabajara_cmanoel_casseta

Após essa declaração…

operaca-tabajara_cmanoel_casseta_1

O esclarecimento…

As ORGANIZAÇÕES TABAJARA vêm a público, mais uma vez, repudiar a infeliz associação entre nossa marca, sinônimo de qualidade e confiança, há décadas, para todo o povo brasileiro com as baixarias perpetradas por essa gentalha de quinta categoria.
Tomaremos todas as medidas cabíveis para preservar a imagem das nossas ilibadas e queridas ORGANIZAÇÕES, sempre perseguindo, diuturnamente, nosso ideal mais elevado: “Dominar o Mundo e Escravizar as Raças Inferiores”.
No mais, queremos relembrar aos nossos amigos, clientes e fornecedores que podem continuar contando com nossa dedicação e excelência, porque todos sabem que com as ORGANIZAÇÕES TABAJARA… SEUS PROBLEMAS ACABARAM!!!

230
ao todo.