CHUPA, FACEBOOK!

Obrigado a todos pelas manifestações de apoio contra esse atentado à liberdade de expressão que o Facebook cometeu ao retirar uma publicação minha, no caso, uma charge com a Dilma. O Facebook tem as suas “políticas”, mas, ao se submeter à crítica de uma minoria paga pelo contribuinte para fazer propaganda do governo, está agindo como censor e não defensor de qualquer boa causa ou bons costumes. O Facebook deveria rever suas “políticas” e jamais interferir diretamente no conteúdo dos seus associados porque vivemos (ainda) num Estado de Direito onde é livre a expressão de ideias, contrárias ou não ao governo vigente. Em muitos comentários de apoio, as pessoas reclamavam que isso está acontecendo faz tempo, o Facebook, dizem, virou um “Foicebook”. O fato é que o tiro saiu pela culatra: ao censurarem minha charge, o Facebook recebeu de cara uma enxurrada de protestos a meu favor, com milhares de pessoas replicando a charge proibida em outras redes sociais. Um número muito maior que aqueles que me denunciaram, postaram o desenho no Tweeter e no Instagram. Meu vídeo teve ontem mais de 16.000 visualizações. E no próprio Facebook, a charge foi reproduzida milhares de vezes. Chupa Facebook!

15-09 sem cabeça

107
ao todo.

Hubert

Hubert de Carvalho Aranha se descobriu um humorista em 1977, quando entrou para a equipe de redatores do jornal O Pasquim. Este trabalho o impulsionou para mais tarde criar O Planeta Diário, ao lado de Reinaldo e Claudio Paiva, em 1984. Mais tarde os membros do Planeta Diário e seus "concorrentes" da Casseta Popular foram convidados para escrever o programa TV Pirata dando início à parceria que se transformou no grupo Casseta & Planeta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *