CIRURGIA PLÁSTICA: UMA VIAGEM SEM VOLTA

labios-angelina

A mulher começa tirando uma ruguinha. Em seguida, quer reduzir a barriga sem frequentar academia ou usar aqueles aparelhos miraculosos da Polishop. Depois, afina o nariz, diminui a orelha, elimina a papada, estica, puxa, alisa e pronto, temos um novo inimigo do Batman na praça!

Algumas sonham em ter os lábios carnudos da Angelina Jolie, os olhos da Megan Fox, o queixo da Gisele Büdchen, o nariz da Sharon Stone, a bochecha da Halle Berry, os peitos da Pamela Anderson, a bunda da Juliana Paes. Como se pudessem reunir num só corpo as partes convocadas por um Felipão da beleza. Isso não dá certo nem no photoshop, mas é uma ideia cada vez mais perseguida.

Por falar em perseguida, esta é a mais nova mania – a plástica da xoxota. Não é uma xoxota de plástico, mas é quase. São mulheres que acham a sua comissão de frente repugnante. Sabemos que a fêmea gasta fortunas em vestidos pra matar as amigas de inveja. Não acredito que seja o caso da repaginada dos países baixos. Certamente são moças com vida sexual pouco movimentada e que acham que o problema está ali. Será?

Tudo bem quando contratam um Burle Marx para um paisagismo na região. Dá uma graça, às vezes com toque de originalidade. Algumas reforçam suas posições ideológicas adotando o bigodinho de Hitler. Outras, considerando que macho se amarra numa pelada, promovem uma completa devastação para desespero dos ambientalistas. Agora, daí para uma cirurgia vai uma grande distância. Nunca nenhum dos meus amigos desistiu de pegar uma criatura porque achou que ela tinha uma vagina horrível. Aliás, chamar periquita de vagina sem ser ginecologista já dá pra desconfiar.

Imagine a situação: o casal no quarto, Marvin Gaye no ipod (ou Naldo, vai saber…), champanhota gelada no balde, aos beijos começam a se despir. Quando a calcinha de renda vai ao chão, o sujeito dá um ataque:

– Nossa! Que coisa horrorosa! Eu nunca vi nada igual! Deus me livre! Que xoxota mocreia! Eu é que não ponho meu pau aí dentro nem que me paguem. Fui!- e bate em retirada sem olhar pra trás.

Você acha mesmo que o problema é dela? Na boa, esse sujeito forçou a barra pra chegar até ali por medo de enfrentar o preconceito da sociedade e do Marco Feliciano.

Vamos deixar de bobagem, meninas. Macho que é macho não repara nem quando vocês cortam o cabelo! Ele não está esperando encontrar ali os lábios da Angelina Jolie. E aprecia sem moderação.

22 Comentários

  1. Maria Alice   •  

    Muito bom esse texto. Bem escrito e divertido. Morri de rir!!!!

  2. Lucia Helena Torres   •  

    Hilário o texto mas muito dentro da realidade. Vaidade é uma coisa,exagero e doença mental outra.Acho que tem muitas loucas soltas por aí disfarçadas de mulheres que se cuidam.Também sou mulher, me considero vaidosa,estou sempre limpa, cheirosa e com unhas feitas, uma roupa normal e o principal:tenho uma boa conversa pra embalar momentos perfeitos de lazer. Acho que o que falta nessas mulheres que querem mudar tudo e se transformar por completo é uma boa autoestima, é conseguir ter a convicção de que serão aceitas, desejadas ou amadas pelo conjunto da obra, por aquilo que tem a oferecer, a receber, a compartilhar. Ri muito com o texto, triste realidade que está na cara( e em outras partes) de muitas.

  3. Márcia Sanchez Luz   •  

    Hehe! É por aí mesmo, Helio…fiquei pensando naqueles carinhas que vão à academia (contanto que tenha espelho por todos os lados), fazem pose de Mister Maravilha e ainda se atrevem a mandar beijinhos pra si mesmos…
    Márcia Sanchez Luz

  4. Cássia Fernandes   •  

    Genial!

  5. Helio de la Peña   •  

    Trouxe do facebook um comentário do meu amigo Joaquim Leão pra este texto. É um canto gregoriano. Pré-requisito: latim. Não se preocupem, também não entendi nada…

    Joaquim Leão – Tão inspirador que encontrei um canto gregoriano para representar minha admiração: labia tuus aperies: et os meum annuntiabit laudem tuam.

    Só troquei o labia mea por labia tuus… http://www.youtube.com/watch?v=zC0o723hb0M

    • solange carboneiro   •  

      muito bom esse assunto eu ainda prefiro gostar de mim assim do jeito k sou original com algumas tatoo e só

  6. O pessoal fala que isso é influencia dos filmes pornos que o povo anda vendo… todas querem a xoxota perfeita. :/

  7. manoel claudio vieira   •  

    Helio…vc poderia dar uma retocada nesse texto quando chega neste ponto:
    .
    “Nossa! Que coisa horrorosa! Eu nunca vi nada igual! Deus me livre! Que xoxota mocreia! Eu é que não ponho meu pau aí dentro nem que me paguem. Fui!- e bate em retirada sem olhar pra trás.”
    .
    Do começo ao fim do texto a ideia é sensacional porém essa parte deixou o texto vulgar.

    • Helio de La Peña   •     Author

      valeu o toque, manoel! gostei da tua leitura atenta. vou deixar o deslize e propósito, apesar de concordar com a vulgaridade do texto. abraço

      • joão spacca   •  

        “Nossa! Que coisa horrorosa! Essa parte deixou o texto vulgar…”
        Você acha mesmo que o problema é o texto?
        hahahaha

        Parabéns, Hélio, o texto tá jóia.
        abs, spacca

  8. PedrinhoFE   •  

    Engraçado! nunca perguntei para “Ele” se achava que se “Ela” fosse feia… não entraria labios adentro… pelo contrário… sempre que chega perto, enrijesse-se e reluta para não ocorrer de voltar antes de ir… kkk kkkk kkkk

  9. Maury   •  

    Valeu Helio; Macho que é macho mesmo, se por acaso estiver lendo algum livro que tenha algum detalhe físico da dita Xota, ele passa batido; não lê, nem olha, ate porque, isso só interessa mesmo, ao Ginecologista.O negócio do Homem, e cumprir sua parte Amorosa com a Mulher, com bom desempenho Sexual e ponto final!

  10. Zaki   •  

    Esse texto foi muito bom para mulheres que pensam em mudar por conta de homens e esse choque de realidade era necessario, eu concordo com o trecho “Macho que é macho não repara nem quando vocês cortam o cabelo!” creio eu que homens gostam da velha Dona Maria dentro de casa que é mulher de verdade e não dessas barbies cheias de plasticas, tudo bem ser vaidosa é algo bom, mas sem exagerar. Parabens Helio o texto é maravilhoso.

  11. Wall Wieira   •  

    kkkkkkkkkkk muito bom! Valeu Helio!

  12. Fátima Augusta   •  

    Morro de medo de qualquer tipo de cirurgia e nunca fiz nenhuma. Até o parto foi normal.
    Mas confesso que, às vezes, me pego olhando minha barriguinha e pergunto: “onde foi parar minha barriga tanquinho (vazio, é claro!)?” Mas logo surge algo a fazer e a pergunta permanece sem resposta.
    Gostei do texto. Um grande abraço!

  13. Beatriz   •  

    Eu não acho a minha bonita, por isso desço o cassete nela kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Claudia   •  

      Muito espirituosa, amei kkkkk

  14. Rosangela   •  

    Mandou bem, cara

  15. Vanessa   •  

    Somos lindas do jeitinho que Deus nos fez, nossas flores sào lindas e nào merecem ser mutiladas por causa de moda …Viva a gente, nossas flores e nossas copulinas…

Deixe uma resposta para solange carboneiro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *