UM PRESENTE DIFERENTE

Ele é um cara bem sucedido no mercado financeiro, mas na hora de comprar presente pro seu pai, é um tremendo mão de vaca. Este ano, porém, o velho lhe fez um pedido original.

–       Filhão, o dia dos pais tá chegando.

–       É, tô sabendo.

–       Posso te pedir uma coisa?

–       Claro, manda!

–       Esse ano eu não queria ganhar meia e gravata de novo. Quero mudar de vida e preciso da sua ajuda.

–       O que você pedir, pai.

–       Você me paga uma cirurgia?

–       Cirurgia? Nem sabia que você estava doente.

–       Não tô doente. Só quero mudar de sexo.

–       O quê? Isso não é coisa que se peça a um filho, pai. O senhor me deixou sem jeito agora. A mamãe sabe disso?

–       É justamente por isso. Sua mãe não está falando comigo. Não reparou que ela não está morando mais aqui?

–       Pensei que ela tinha viajado a trabalho.

–       No começo era isso. Ela foi a um congresso de dermatologia. Me ligou assumindo que era lésbica e que estava tendo um caso com sua assistente.

–       Agora fiquei sem chão. Minha mãe é lésbica, meu pai quer se operar. Nossa família acabou.

–       Não acabou, só tá mudando um pouco.

–       Para com isso, pai!. Onde já se viu um filho pagar pra botarem uma xoxota no próprio pai?

–       Tem coisa bem pior. Eu podia ser um político corrupto.

–       Sei não. Pelo menos você ia ter grana e não ia precisar me pedir uma coisa dessas.

–       Eu não posso viver sem a sua mãe.

–       Isso não vai resolver nada. Ela gosta de mulher, o senhor é gay…

–       Eu não sou gay. Continuo gostando de mulher. Quero ser lésbico e reconquistar a mulher da minha vida.

–       É muito confuso pra minha cabeça. Nossa família que parecia um comercial de margarina, de uma hora pra outra se transformou num videoclipe da Daniela Mercury!

–       Meu filho, não seja preconceituoso. Eu quero reverter essa situação. E estou disposto a qualquer sacrifício. E não é só por mim, é pela gente, pela nossa família.

–       Como assim?

–       Não quero que você seja mais um filho de pais separados. Você pode ficar traumatizado. Afinal, vai bancar a operação ou não vai?

4 Comentários

  1. Ethel Maribondo   •  

    Meu filho adora caixa de ferramentas; ele até tem uma.

  2. Duda Borges   •  

    Helio, excelente. Mas do jeito q as coisas andam ja ja a vida vai imitar a sua arte
    Abs
    Duda.

  3. Lucio Mota   •  

    Vai trabalhar vagabundo,é isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *