A BUROCRACIA DE CHUTEIRAS

Empolgado com a campanha do Fogão, decidi entrar em campo. Convoquei a família e os amigos para irmos ao Maraca apoiar nosso time. Mas a tarefa não é assim tão fácil.

Inicialmente a coisa soa tranquila: basta entrar no site futebolcard.com e adquirir seu ingresso. A partir daí, você passa a enfrentar uma zaga fechada. Depois de se cadastrar no site e realizar a compra, resolvo imprimir seu ingresso. Engano meu! Tudo que posso imprimir é um comprovante de compra que, junto com minha identidade e o cartão de crédito utilizado, devo me apresentar ao guichê do estádio para receber o ingresso. Ou seja, fiz a compra online e tenho que enfrentar uma fila no local, cheio de documentos na mão. Mas tudo por amor ao clube!

Vejo , em seguida, que não posso retirar o ingresso na hora do jogo! Tenho que ir ao estádio na véspera entre 10 e 17 horas ou no dia da peleja entre 10 horas e meio dia! Incrível! Um ingresso comprado pela internet me obriga a ir ao Maracanã exclusivamente para pegar o ticket e voltar no dia seguinte ou mais tarde pra ver o jogo. E quem tem que trabalhar, como faz? Pede uma licença ao chefe para enfrentar essa via crúcis? E se o seu chefe não torcer pelo mesmo time que você, permitiria matar o batente?

Bom, tenho uma saída: pedir a um amigo desocupado para retirar o tal ingresso. Nesse caso, preciso lhe dar uma procuração (não há necessidade de autenticá-la em cartório, ufa!). Meu amigo, munido da própria identidade, deve levar a minha identidade original, meu cartão de crédito e o tal comprovante impresso em casa. Como vou com meus filhos e mulher,  multiplique a papelada: somos cinco e um cartão só dá direito a comprar no máximo 3 ingressos, portanto, dois cartões de crédito; dos menores, identidade ou certidão e carteira de estudante. Meu amigo chegará ao guichê com uma documentação equivalente a um inventário encrencado. Talvez seja o caso de contratar um segurança para acompanhá-lo!

Para descobrir tudo isso tive que ler com atenção todas as regras no site, mais complicadas que a lei do impedimento.

Conclusão: ir ao Maraca com a família não é programa para amadores. O curioso é que este imbróglio se justificaria para impedir a ação de cambistas. Mas eles agem com liberdade e simpatia, oferecendo seus serviços em frente às bilheterias. Durante o jogo, você ouve o locutor anunciar o número de “gratuidades”, que foram vendidas por um precinho camarada.

Só vejo uma explicação: o futebol é um esporte recente no país. Uma repentina paixão tomou conta dos brasileiros e as autoridades ainda não aprenderam como comercializar os bilhetes de forma decente e racional. E olha que nem falei dos preços praticados!  Mas acho que até a Copa do Mundo todos esses problemas estarão solucionados. Ou será que estou enganado?

 

15 Comentários

  1. Daniel Thomer   •  

    Como o Procon, que se diz super pró-ativo, ainda não fez nada a respeito? Pra ficar na fila, já existe a opção de comprar na bilheteria. Qual a vantagem da internet mesmo?

  2. gibson jose de santana   •  

    totalmente enganado meu caro helio de la peña. Nao creio que esses problemas serão resolvidos até a copa, acredito sim, que os problemas que encontraremos ao irmos ao estádio ver um jogo, seja da copa, seja de um campeonato nacional ou estadual, serão muito maiores que esse que vc enfrentou. Sem de fato falar dos preços altos tanto do ingresso quanto dos comes e bebes que encontramos nas dependencias de um estadio de futebol. Abraços e força na cabeleira pois só está começando nossos problemas para podermos ir a um jogo de nosso time do coração.

  3. Mariza Leão   •  

    Helio, fui com Sergio num jogo do Botafogo e essa maratona se repetiu! Pior: antes tinha elevador e escada rolante, agora são 3 rampas pra nenhum maratonista reclamar… Pior: fui a um estádio que se chamou Maracanã, mas que não é mais o Maracanã… Resumo: nunca mais volto lá.

  4. Luis   •  

    Helio, da para retirar os ingressos no dia do jogo sim! Pode retirar ate os 45 do 1o tempo! No futebolcard.com fala q nao da! Mas pode sim!

    • Helio de La Peña   •     Author

      poisé, no site diz que não dá. eu é que não arriscaria…então que corrijam isso!

  5. Diogo   •  

    Helio, sou flamenguista e leio sempre a sua coluna. Por incrível que pareça, o cartão de sócio torcedor do Flamengo, hoje, funciona que é uma maravilha. Eu compro o ingresso pela internet, o ingresso é creditado no meu próprio cartão de sócio torcedor que é a única coisa que eu levo no dia do jogo para entrar no estádio… Talvez o programa de sócio torcedor do Botafogo também já funcione assim. Abraços

  6. Andre Fran   •  

    Esqueceu de comentar que apesar de tudo isso voce ainda paga uma taxa de conveniência. Sensacional….

    • Helio de La Peña   •     Author

      ou seria de inconveniência?

  7. Julia   •  

    Lá em São Januário seu cartão é seu ingresso! Muita modernidade! Troca de time! 😉

  8. Danielsson   •  

    É uma vergonha mesmo. E tem empresa sem-vergonha que não oferece a opção de compra em bilheteria e ainda tem a pachorra de cobrar a tal taxa de conveniência, que normalmente chega a 20% do valor total da compra. Fico sem saber pra que serve comprar pela internet se te obrigam a retirar o ingresso em algum local físico. Se até nos cinemas você pode levar o ingresso com um código de barras impresso em casa, porque pra comprar ingresso pra um outro evento não fazem o mesmo? Essa cultura maldita que essas empresas tem de achar que estão prestando um grande favor a você, vagabundo, que em vez de trabalhar ou dormir quer ir ao estádio acompanhar seu time…

  9. Lui Farias   •  

    Esqueceu de falar que depois disso tudo, suando depois de tanto trabalho, voce compra uma cerveja pra relaxar e o Guarda Municipal vem dizer que o entorno do Maraca é área restrita.

  10. Marcelo ARAGÃO   •  

    Pois é e nos EUA nem maquina registradora tem mais…
    Todos os vendedores com tablets leem o código de barras ali na hora e mandam o recibo por email. ..E pensar que Chicago perdeu pro Rio a olimpíada 2016!

  11. Fábio Rosas   •  

    Saudades do Engenhão. Comprava pela internet, passava o cartão de credito na roleta e voila, estava dentro.

  12. bruno   •  

    Galera, sócio torcedor é pra evitar alguns problemas… sei que não é perfeito mas ajuda muito. Helio vc não é sócio torcedor?

    • Helio de La Peña   •     Author

      sou sim! mas queria ir com a família no meio do campo e não atrás do gol. por isso tinha que ser castigado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *