ENGOLE O CHORO!

Não tenho nenhum problema com choro. Mesmo choro de criança em avião. Ou de jogador em hora de decisão. Nenhum problema. Fiquei emocionado com o surto de descarga emocional que nosso escrete sofreu. Não tem mais essa de que homem não chora, isso é bobagem. Desde que não dure muito. Tô cansado de ouvir um choro que começou no sábado e não parou até agora.

Em todos os jornais só lemos: Como anda o lado emocional dos jogadores? Chorar é bom? Chorar demonstra fraqueza? Fico preocupado quando a pessoa mais procurada na concentração é a psicóloga da seleção. Jogador concentrado costuma procurar a camareira! Cheguei a ficar em dúvida se a tevê estava ligada no Sportv ou eu estava assistindo “Em Terapia”, com Felipão dirigido por Selton Mello.

A Copa do Mundo tá comendo solto e a gente mais uma vez voltado para o próprio umbigo, precisando resolver questões existenciais antes de entrar em campo. Bato três vezes na madeira ao lembrar que esse episódio me remete à convulsão do Ronaldo. O piripaque em 98 foi na final, agora ainda estamos indo para as quartas!

Para estimular a equipe, passaram videos de crianças  carentes que precisavam do hexa pra compensar a falta de saneamento básico e de uma família estruturada. A seleção não chorou só em campo. Ela começou a chorar na Granja Comari! Por que não passam Rambo? Nessas horas, é muito mais educativo! Os caras iam sair do refeitório dando cabeçada na parede, prontos pra qualquer pressão. Estão se sentindo pressionados? Façam uma rodinha e gritem em alto e bom som: FODA-SE!!! Pronto, vão se sentir mais leves. E dispensem o divã do Felipão.

Vamos focar nas quartas. Quero saber é quem vai substituir o Luís Gustavo. Quem vai comandar o meio campo. Como vamos anular o James Rodriguez. A seleção está preparada pra jogar a prorrogação, está treinando pênaltis? Todo mundo?

Não adianta, a seleção de 82 não vai ressuscitar e nos trazer o hexa. A seleção é essa, é por essa que vou torcer. Podem chorar, podem depilar a sobrancelha, podem gastar seus milhões como quiserem, basta jogar com vontade. E sem essa de que o caneco é obrigação. Como assim? Quem garante? Como diria Garrincha, “já combinaram com os russos?”.

Acontece que as outras seleções têm seus motivos pra querer ganhar o Mundial. E o melhor dessa história é que o futebol não obedece necessariamente à lógica. A Copa do Mundo não é necessariamente justa. É a surpresa que nos leva a sentar no sofá às 13 e só levantar depois da última resenha. Ver a Costa Rica nas quartas e a Itália em Roma não tem preço. Só não quero ver nosso capitão Thiago Silva entrando em campo de mãos dadas com a mamãe.

Tá na hora de engolir o choro, procurar uma pia e lavar o rosto.

E vamos jogar bola, porra!chupeta

2 Comentários

  1. helmi Borges   •  

    O vídeo motivacional foi a gota d’água.

  2. Alan   •  

    Os caras estão nervosos demais! Tem q ser estilo Copa das Confederações, Sangue nus zoio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *