VOCÊ É PETRALHA OU COXINHA? FAÇA O TESTE CASSETA E DESCUBRA.

quiz-casseta_coxinha-petralha_casseta-1

Fora Dilma? Não vai ter golpe? Impeachment já? Ou daqui a pouco? E o Cunha? E o Temer? E o Aécio? E o… E se nesse Fla x Flu da política, você torcer pelo América?

Com tanta discussão na internet, na tv, no boteco, você precisa saber quem você é.  Se está em dúvida, faça agora o teste Casseta e descubra.

CLIQUE AQUI E FAÇA O TESTE

 

 

 

701
ao todo.

O BRASIL E OS NÚMEROS

Captura de Tela 2015-04-12 às 19.56.10

Brasileiro é mesmo ruim de número. Pra todo lado que olhamos, só tem problemas. As contas públicas são um desastre. É uma questão de receita menos gastos, mas o governo não sabe fazer conta de subtrair. Sabe subtrair, mas não sabe fazer conta.

O povo também não domina a matemática. A mostra disso é a quantidade de negativados no país. A maioria não acredita que sua dívida seja a soma das suas despesas. E fazê-las caber no orçamento doméstico é como comprar um sapato 36 para um pé número 45.

Mas a coisa pega quando se trata de manifestações. Ao contrário da polícia, os números nunca batem. (Tá, tá! Eu sei que os protestos foram pacíficos, sem violência, só não consegui evitar o jogo de palavras).

O protesto de 12 de abril na Av. Paulista reuniu 250 mil pessoas, segundo a PM. De acordo com o Datafolha, foram 100 mil pessoas. Já os organizadores afirmam que 800 mil manifestantes estiveram presentes. Independente de quem tenha razão, foi muita gente. Mas as diferenças de avaliação são gritantes. Acredito que só vamos saber o número exato de pessoas numa passeata no dia em que botarem uma roleta na entrada da avenida. Ou quem sabe uma lista de presença. Talvez, passeata com caderneta, que deve ser entregue na chegada e será distribuída no final do encontro.

Outra solução: os organizadores contratam um estagiário e lhe dão uma caneta Pilot. O sujeito percorre a passeata contando as pessoas e marcando um “x” na mão do manifestante para evitar erros.

Enfim, existem meios de evitar esse disse-me-disse pós-protestos. Assim, ao invés de passarmos a semana discutindo quantas pessoas efetivamente foram às ruas, teremos tempo para debater as propostas e reivindicações apresentadas. Fica a dica.

342
ao todo.

A DÚVIDA DOS INDECISOS

Antigamente as pessoas seguras e convictas eram as mais procuradas para expor seus pontos de vista. No segundo turno desta eleição, a coisa está diferente. Com tudo tão embolado nas últimas pesquisas, ninguém está nem aí pra quem já decidiu seu voto. A moda agora é ouvir a voz dos indecisos.

Mas eles são muito inseguros, falam baixo, pra dentro. Ninguém sabe o que querem os indecisos, nem eles.

No próximo debate, terão a chance de tirar suas dúvidas. Mas os candidatos discutem seriamente com seus assessores se devem ou não responder às perguntas deste tipo de eleitor. Afinal, um candidato cheio de certeza pode conquistar o voto dos indecisos?

Vejam as 10 perguntas dos indecisos que vazaram e já estão em todos os sites de fofoca:

1-    Açúcar ou adoçante?

2-    Álcool ou gasolina?

3-    Débito ou crédito?

4-    Par ou ímpar?

5-    Clítoris ou clitóris?

6-    No seu governo, quem vai ser atendido primeiro no SUS: as vítimas da seca ou as vítimas da enchente?

7-    O candidato (ou candidata) é a favor do aborto ou da pena de morte para homofóbicos que nascerem sem cérebro?

8-    Candidata Dilma, é verdade que a senhora pretende criar o Ministério dos Indecisos?

9-    Candidato Aécio, se o senhor for eleito, quais os seus planos para acabar com os indecisos do país?

10-Esta pergunta vai pro Aécio. Quer dizer, pra Dilma. Não, pro Aécio mesmo….ou pra Dilma? Vocês podem esperar um pouquinho?

 

E você, já decidiu qual das perguntas acima merece ser respondida ou também está em dúvida?

 

 

 

56
ao todo.