BRASIL ELIMINADO NO BBB!

A agência internacional Estandarte de Pobre deu uma espiadinha no Brasil e mandou nossa economia pro paredão. Com nota vermelha em várias disciplinas, o governo vai ter que contratar um explicador pra dar aulas de reforço pro Guido Manteiga, o menisco da economia. Rebaixados de BBB pra BBB-, o país teve que deixar a casa do Bial e agora se candidata a uma vaga na Fazenda de Brito Jr. As gostosas siliconadas estão fora dos planos da Playboy e ficaram desesperadas ao saber que, às vésperas da Copa, os investidores estrangeiros não estão muito interessados em investir nos seus fundos.

E mais uma vez, a prova do líder foi vencida pelos Estados Unidos.

UM PAPO SOBRE O PAPA NO RIO

 O Rio de Janeiro parou por uma semana pra ver o Papa passar rezando coisas de amor. O carioca aproveitou o mega feriadão para curtir os engarrafamentos que contagiaram a cidade. Todo mundo queria ver de perto o Papa Chico, que operou seu primeiro milagre: fazer o brasileiro gostar de um argentino. E arrebatou a galera com sua simpatia e simplicidade. Passeou de carro 1.0, se misturou ao povão, tomou café na laje e lamentou a falta de tempo pra feijoada da tia Surica e gravação do “Esquenta!”. Depois de um papa rabugento como o alemão Ratzinger, a Igreja Católica estava precisando de um líder carismático e popular para conquistar multidões.

 A imprensa, em ritmo de “imagina na Copa”, criticou as falhas de infraestrutura da cidade para receber um evento deste porte. Prova de que os jornalistas não entendem nada de Jornada Mundial da Juventude. Os peregrinos, ao contrário dos turistas comuns, não vieram em busca de conforto. Milhares deles se dispuseram a ficar acampados na praia, abrindo mão das mordomias do Copacabana Palace, ocupado por convidados do casamento da dona Baratinha que ainda morriam de medo de manifestantes.

 Desta vez os problemas da cidade tiveram um papel importante. A JMJ é um evento de provação e sacrifício, daí o Rio ter sido eleito como sede. Aqui os fiéis tiveram que enfrentar a falta de ônibus, a falta de metrô, a falta de banheiros e a falta de vergonha na cara dos nossos governantes.

 O palco da cerimônia não pôde ser montado no pântano de Guaratiba, o que seria  mais um tortuoso obstáculo a ser superado. Em compensação, na praia de Copacabana, os peregrinos tiveram que evitar as tentações para conservar o voto de castidade. Mostraram força espiritual não cedendo aos encantos das gostosas seminuas que se espalhavam pelas areias da praia. E à noite resistiram ao impulso de ir queimar nas pistas dos inferninhos do bairro, onde mensageiras do Demo ofereciam seus corpos propondo descontos para grupos.

 Papa Chico desceu do pedestal e mostrou que é gente como a gente. Por isso também se submeteu a provações como o beija mão de políticos corruptos, os discursos da Dilma e o show do Luan Santana. Apesar de seu discurso a favor do diálogo e do estado laico, muita gente foi às ruas protestar. Militantes da Marcha das Mocréias arrastaram seus peitos pelas areias de Copa, clamando pelo direito ao aborto e  pela descriminalização da camisinha. Manifestantes suplicaram pela extrema unção dos mandatos de Dilma e Cabral. Como de praxe, tiveram que oferecer a outra face ao Batalhão de Choque, que lançava spray de pimenta e jatos de água benta nos jovens pagãos.

 Os milhões de católicos que vieram à cidade tiveram todas as condições para provar a sua fé. Definitivamente quem enfrentou tanto perrengue para ver o Papa já garantiu o seu lugar no Paraíso.

REPAGINA, BRASIL!

Depois da tumultuada sequência de protestos e manifestações por todo o país, a presidente Dilma resolveu correr atrás do prejuízo. Segundo o DataTrolha, os índices de popularidade da presidente vem caindo mais do que ações das empresas do Eike. Para evitar que Lula entre em campo e a coloque no banco, Dilmandona convocou uma ampla reunião hoje em Brasília com publicitários, mágicos e ilusionistas para dar um jeito na situação o quanto antes.

A Globo suspendeu a gravação de novelas e seriados para ceder seus melhores maquiadores em regime de urgência ao Poder Executivo. Eles vão trabalhar para dar um tapa na imagem do país, que ficou muito desfigurada depois de tanto levar porrada da polícia nos últimos dias.

Técnicos em efeitos especiais estão vindo de Hollywood, assim como cenógrafos que criarão as bases do programa “Minha Fachada, Minha Vida”. Para discutir o transporte gratuito, Dilma se reuniu com Pelé, que foi o primeiro a propor a lei do Passe Livre, que beneficiou os jogadores de futebol e melhorou a vida de milhões de Marias-Chuteiras.

Quanto à ideia de importar médicos cubanos, por enquanto apenas os cirurgiões plásticos embarcaram. Em breve estarão aplicando botox nos rincões mais distantes e murchos do nosso país. O programa “Muda de Cara, Brasil” prevê também  o preenchimento na lábia da bancada governista.