ENFIM, A ESTREIA!

BOTA 2 x 2 INTER

O Botafogo finalmente deu as caras no Maraca. Não ganhou, mas dessa vez entrou em campo de verdade.

Não foi o que se viu no primeiro tempo. Tomando um gol logo aos 9 minutos e indo pro intervalo com 2 a 0 nas costas, o torcedor anteviu o pesadelo de mais uma goleada, desta vez dentro de casa. Na tevê, a câmera flagrou um botafoguense dormindo de roncar e o pessoal começou a me zoar. Não era eu, cochilava no meu sofá…

Captura de Tela 2014-04-27 às 19.30.44

O momento é pedreira. Um fiasco na Libertadores, uma pífia participação no Carioca, salários atrasados… O cenário de terra arrasada afastou o torcedor das arquibancadas. Estivemos lá em peso contra o Union Española e saímos decepcionados. Um micaço. Até semana passada, contabilizamos 7 gols contra em 3 jogos. A gestão do inexperiente Húngaro foi desastrosa. Não chegou a ser surpresa. O único húngaro que entendia de futebol era o Puskas, nos anos 50… Mas a  culpa não foi só do treinador. A equipe foi inexplicavelmente desmontada às vésperas de uma competição pela qual esperamos 17 anos! Por que não tomaram providências antes da Libertadores? Quem souber, me explica.

No segundo tempo, vimos que o Botafogo estava diferente. Pelo menos o uniforme era outro. Talvez tenham mudado para branco pro Sheik se relembrar do Corinthians. Não era só isso. A atitude mudou, mais garra, mais personalidade. O Inter se intimidou e o ataque estreante Sheik-Zeballos deixou sua marca. Os dois fizeram o que esperamos deles – gols. Macini acertou ao mudar as peças. El Tanque Ferreyra e Wallyson foram pro banco. Wallyson nunca mais pos a bola na rede, depois de uma fulminante aparição – assim como Hyuri, saudado como o novo Vitinho… Quanto a El Tanque, preferia Máquina de Lavar…El Tanque faz gols mas, convenhamos, não é uma Brastemp…

Agora é torcer. Torcer pra que paguem os salários, torcer pra que o time realmente se ajeite e volte a vencer. E torcer pra que tenhamos o que comemorar na última rodada do campeonato.

Chutando o racismo pra escanteio

Captura de Tela 2014-04-27 às 20.27.36

Muito boa a resposta do Daniel Alves, no jogo do Barça deste domingo. Comeu a banana que lançaram contra ele. Isso mesmo, somos todos macacos! Já dizia o meu amigo Celso Athayde.