A JAMAICA DO MERCOSUL

O Uruguai está prestes a legalizar o cultivo e a comercialização da maconha em seu território. Atitude pioneira e intimorata. Maconheiros do mundo voltam seus olhos avermelhados para a antiga Província Cisplatina babando de inveja dos uruguaios que, logo, logo, vão poder ir até o botequim da esquina para comprar o seus maço de Lennon´s, Odara, Da Lata, Baú do Raul e muitas outras marcas que os marqueteiros geniais vão inventar. O que vai ter de uruguaio sumindo de casa vai ser uma barbaridade. O sujeito avisa a patroa que vai até a esquina comprar cigarro… de maconha. Aí acende um baurete, fica doidão e acaba esquecendo o endereço. E não é só isso! A população uruguaia, totalmente emaconhada, refém do vício nefando da marofa, vai invadir o Brasil! Hordas de uruguaios vão entrar pelo Rio Grande do Sul à dentro, devorando tudo de doce que estiver pela frente! Esse episódio vai entrar para a história como a Invasão da Larica.

Mas o Brasil não vai deixar barato! Comandados por Fernando Gabeira,  uma tropa de maconheiros voluntários vai revidar e invadir o Uruguai pelo Chuí. Assim, a antiga província será novamente incorporada à Federação Brasileira. E é lógico que algumas leis e costumes cisplatinos poderão ser adotados pela nossa legislação. Uma vez que  Uruguai e Brasil  são a mesma coisa, a maconha fica automaticamente  liberada até o Oiapoque.

E não é só isso! Com a fusão dos dois países, vários problemas ficam resolvidos. O Brasil passa a Septa Campeão Mundial de Futebol. É somar o nosso penta com o bi que eles têm lá. E mais! O  Brasil vai ser o único país do mundo que foi, ao mesmo tempo, campeão e vice na mesma Copa! Só assim o eterno Trauma do Maracanazzo de 1950 será, de uma vez por todas, varrido da nossa memória. E já que vai ser assim, gostaria de sugerir a capital desta imensa nação maconho sulamericana. Nem Montevidéu, nem Brasília. A capital vai ser “Ponta” del Este.

Tenho dito.

1 comentário

  1. João Lucas   •  

    eu li isso mesmo ou é só a zoeira que está mais sem limites do que nunca ?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *